CLIQUE NO BANNER E SEJA REDIRECIONADO PARA O SITE DA PREFEITURA

quinta-feira, 11 de maio de 2017

MAIS SEM FRONTEIRAS: Mercadorias roubadas apreendidas em galpões de Garanhuns durante operação que prendeu organização criminosa estão avaliadas em dez milhões de reais

Carga apreendida em Garanhuns

Durante entrevista concedida na tarde desta quinta-feira (11/05), a cúpula da Segurança Pública de Alagoas deu detalhes da Operação "Sem Fronteiras", deflagrada ontem em Garanhuns com o objetivo de desarticular uma quadrilha apontada como responsável por diversos roubos de cargas em rodovias do Nordeste. De acordo com a polícia, em Alagoas o bando costumava agir nas BRs, muitas vezes fazendo uso da violência, inclusive atirando antes de render e fazer os motoristas refém. Suspeita-se que a última investida realizada no estado de Alagoas aconteceu no final do mês de março. 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Alagoas, o grupo criminoso desbaratado em Garanhuns chegava a sequestrar e a manter os motoristas reféns até a conclusão do roubo da carga. Além de Alagoas, as investigações apontam que o grupo também atuava nos estados de Pernambuco e da Paraíba.

Durante a entrevista foi divulgado que no total, durante a operação, foram cumpridos 26 mandados de busca e apreensão e 19 de prisão - sendo que 6 alvos já se encontravam detidos no sistema prisional. Outros três de prisão ainda serão cumpridos, mas por medida de segurança a localidade não foi revelada. 
Polícia de Alagoas durante entrevista

Segundo o coordenador da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), delegado Mário Jorge, há dois galpões lacrados e com carga em Garanhuns. O material está avaliado em R$ 10 milhões. Também foram apreendidos durante os cumprimentos dos mandados R$ 17.800 e quase R$ 1 milhão em cheques. De acordo o delegado, a polícia ainda está fazendo o levantamento a respeito da origem da carga apreendida. 

"Após meses de investigação, conseguimos traçar o caminho que eles faziam para cometer os crimes e localizamos o local em Pernambuco, que funcionava como galpão para guardar os materiais roubados. A quadrilha sempre agia com muita violência. Eles sempre estavam fortemente armados e sequestravam os motoristas até que os roubos fossem concluídos", afirmou Mário Jorge. 

Confira abaixo os nomes dos presos:

- Cícero dos Santos Camilo - Chefe da quadrilha - Empresário

- Djoou Silva de Carvalho - Tenente de Pernambuco

- Mario Dos Santos Junior - Vereador de Garanhuns

- Bruno José da Silva Filho

- Augusto Lucas Pinto Gomes

- Ivan Patrick Teixeira de Souza

- Jean Pierre Maldini da Silva

- Luciana Ferro de Lima Camilo - esposa do chefe da quadrilha e assessora parlamentar do vereador)

- Ronaldo Luiz Rufino da Silva

- José Ildson Gomes de Albuquerque

- Cícero Maurício Alves

- João Paulo dos Santos

- Leandro Aristides Bento

Já se encontravam presos em Pernambuco:

- Jefferson Ricardo de Oliveira

- Gilson Barbosa Xavier

- Adevanilson Pereira da Silva

- Erlan de Araujo Novais

- Paulo Cesar Pereira de Araujo

- Jose Ademilto Oliveira Constantino


PARTICIPAÇÃO DO VEREADOR MARINHO DA ESTIVA E DO TENENTE DA PM
“O vereador participava da organização através do armazenamento em galpões e com sua influência, conseguia vender os produtos. O PM era o principal braço armado. Utilizava da sua carteira para levar a carga para Pernambuco. A Luciana (assessora de Marinho e esposa de Cícero) atuava como contadora, assim como a influência do vereador. O dinheiro da venda dos produtos era usado para financiar a candidatura do vereador”, disse o delegado Guilherme Iuesten.

Com informações da Gazeta Web e G1 Alagoas

LEIA MAIS SOBRE A OPERAÇÃO SEM FRONTEIRAS NOS LINKS ABAIXO

Confira o nome dos presos na Operação Sem Fronteiras e saiba como funcionava a organização criminosa desmantelada nesta quarta, 10 de maio, em Garanhuns

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...