segunda-feira, 23 de março de 2015

"Perdi a cabeça quando ela disse que tinha ido para a festa pra ficar com outro", diz homem ao explicar porque decapitou mulher em Angelim

Renato Guilherme foi preso no sábado, 21 de março

Um vídeo que contém um trecho do depoimento de Renato Guilherme da Silva, 24 anos, que no último dia 19 de março cometeu um dos mais atrozes assassinatos da história de Angelim, ao matar e  decapitar sua companheira  Patrícia Pereira da Silva, reforça a tese da polícia de que a motivação para o crime teria sido passional, desencadeada sobretudo por um surto de ciúmes do acusado. "Perdi a cabeça quando ela disse que tinha ido  para a festa pra ficar com outro. Depois disso não lembro mais de nada. Eu não ia matar,  ia embora, comecei chorar, mas deu uma coisa em mim que não sei explicar", diz o acusado no depoimento prestado na delegacia. 

Para a polícia, o rapaz teria flagrado a companheira trocando mensagens com outro homem. "Ele era muito ciumento e agressivo com ela. Os dois viviam discutindo, estavam sempre brigando. Ele flagrou ela de conversa no WhatsApp com outro homem, mandando mensagens e fotos e teve uma crise de ciúmes. Os dois brigaram e ele foi para casa. No quintal, pegou uma faca e matou a Patrícia com quatro facadas, decapitando ela. Foi um crime horrível" contou o delegado José Renivaldo em entrevista concedida ao Extra. Renato foi preso no sábado, 21 de março, na casa da mãe, na mesma rua onde havia matado a companheira na quinta-feira. 
Jovem e bela Patrícia tinha apenas 20 anos 


SUPOSTAS FOTOS ÍNTIMAS NA INTERNET
Um detalhe que o delegado não mencionou, mas que repercutiu tanto quanto o assassinato horrível de Patrícia foi a disseminação no Whatsapp de supostas fotos íntimas dela com um amante de nome Neto. Alguns detalhes apontam para a conclusão de que a pessoa na foto não é Patrícia Pereira. O primeiro ponto controverso é que pessoas próximas à vítima afirmam que, apesar de alguma semelhança, não é ela a moça que aparece nas imagens íntimas. Os mais próximos destacam diferenças sutis como um sinal no rosto da moça que protagoniza as imagens supostamente falsas. Segundo; o próprio Renato conta no vídeo publicado nesta matéria que perdeu a cabeça pelo fato de, segundo ele, a companheira ter dito que ia ficar com outro em uma festa e não pelo mesmo ter supostamente pego fotos comprometedoras dela na cama com um amante. Terceiro; este blogue conversou com algumas pessoas e descobriu extraoficialmente que as imagens disseminadas no Whatapp podem ser na realidade de uma jovem da cidade de Ananindeua no Pará que foram irresponsavelmente atribuídas à Patrícia. Por último, em nenhum momento a polícia falou nas supostas imagens como sendo  causa motivadora para crime. É de se deduzir então que, "provavelmente", as fotos foram plantadas na rede social por algum desajustado depois que Patrícia foi morta. O fake teria aproveitado relatos de parentes que falaram em suposta traição para disseminar o boato bizarro.

Foto mostra diferenças entre mulher que está nas fotos íntimas e Patrícia Pereira
Foto: divulgação site Isso é Bizarro


VEJA O VÍDEO COM O TRECHO DO DEPOIMENTO DE RENATO

 

LEIA TAMBÉM
CRIME BÁRBARO CHOCA ANGELIM: Homem mata e arranca cabeça de companheira no centro da cidade

Um comentário:

  1. esse cara q pegar ele e rancar a ,cabeça dele e pendurar nua estaca pra todo mumdo ver.

    ResponderExcluir

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger