CLIQUE NO BANNER E CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO NATAL DE GARANHUNS

Mande seu currículo

Mande seu currículo
SELEÇÃO EM GARANHUNS E REGIÃO. MANDE SEU CURRÍCULO

segunda-feira, 3 de julho de 2017

LEI PREVÊ QUE TEMPO MÁXIMO SEJA DE 45 MINUTOS: Cliente espera mais de cinco horas na fila para ser atendida no Banco do Brasil em Garanhuns

Imagem meramente ilustrativa

A ida da cliente Joselma Soares Barros, residente no centro de Garanhuns, à agência do Banco do Brasil da Avenida Santo Antônio, deveria ser rápida, afinal, a tarde daquele dia 06 de junho de 2017 estava repleta de outros compromissos e afazeres importantes. Mas, o que era pra ser uma tarefa rotineira e até certo ponto tranquila, se transformou em um martírio cansativo e enfadonho que durou 5 horas e 17 minutos. Foi esse o tempo que a dona de casa esperou na fila para poder ser atendida e efetuar alguns pagamentos. Exatamente 4 horas e 32 minutos a mais que o previsto no Artigo 2º da Lei Municipal 2.927/98, que estabelece 45 minutos como o tempo máximo que um cliente deve esperar nas filas de banco de Garanhuns.  

Em contato com o blog, a mulher relatou que chegou ao Banco do Brasil às 13h27min e só foi atendida às 18h37 minutos."É um absurdo em um estabelecimento como o Banco do Brasil a pessoa levar mais de cinco horas para ser atendida. Notei também que alguns atendimentos a empresas, por exemplo, levam muito tempo, o que de certa forma atrasa toda a fila. Nesse dia mesmo, teve um cliente que ficou mais de duas horas sendo atendido no caixa. Ajudaria muito se houvesse mais funcionários para atender. Um rapaz que estava conosco, também indignado, tentou falar com o gerente, mas não conseguiu", se queixou Joselma Barros. 


Senha mostra estouro no tempo de atendimento da cliente Joselma Barros
Uma Ação Civil Pública movida pela 1ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Garanhuns no final de 2015 foi protocolada na Vara Cível da Comarca local recomendando que todas as instituições bancárias da cidade cumprissem o que estabelece a lei de atendimento aos clientes, sob pena de aplicação de multas, mas mas a falta de fiscalização faz com que a situação perdure causando imenso transtorno e sofrimento aos cidadãos. Naquela ocasião, a investigação do Ministério Público concluiu que todas as agências de Garanhuns descumpriam a lei do tempo de atendimento. Constava também na Ação Civil Pública, o pedido do promotor para que os estabelecimentos bancários disponibilizassem mais funcionários afim de que o tempo fosse cumprido e afixassem cartazes sobre o tempo máximo de espera.  De anda adiantou.

Voltando ao caso de Joselma, não foi a primeira vez que ela passou por esse transtorno. Início do ano, a dona de casa também passou por situação semelhante, permanecendo mais de três horas na fila na mesma agência do Banco do Brasil do centro de Garanhuns. Quando isso ocorrer é importante que o cliente busque o seu direito. Um dos órgãos responsáveis por essa fiscalização é o Procon. Então se você se sentir prejudicado procure este suporte e leve a senha de atendimento que comprova o estouramento do tempo. Outro caminho, é buscar reparação na Justiça através de uma ação de danos morais. O cliente prejudicado também pode denunciar o caso direto ao Banco Central através do link http://www.bcb.gov.br/pre/portalCidadao/bcb/reclamacaoDenuncia.asp

O blog está à disposição do Banco do Brasil para, caso ache necessário, esclarecer os fatos relatados nesta publicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...