sexta-feira, 10 de julho de 2015

Secretária de Cultura de Garanhuns é hospitalizada após discussão com escritora que não teve projeto selecionado para o FIG 2015

Cirlene Leite

A secretária municipal de Cultura, Cirlene Leite da Silva, foi hospitalizada nesta quinta-feira, (09/11), após uma discussão com uma escritora de Garanhuns que não teve sua proposta selecionada para compor a grade de programação do 25º FIG, que ocorre de 16 a 25 de julho de 2015.

Segundo apurado pelo blog, a escritora Fernanda Limão, acompanhada de uma produtora cultural e uma estilista se dirigiram na tarde de ontem à sede da Secretaria Municipal de Cultura, localizada na Rua 13 de Maio, para questionar os critérios usados pela secretaria para a seleção de propostas regionais para o FIG.

Os ânimos se exaltaram e, segundo Cirlene Leite, Fernanda Limão foi bastante truculenta chegando a agredí-la verbalmente. A secretária passou mal e foi hospitalizada com um pico de pressão alta no Monte Sinai. Ela deve ser transferida para um hospital do Recife.

O projeto de Fernanda Limão, intitulado "Desaguadas", e inserido na área de literatura,  foi habilitado na convocatória, entretanto, não foi selecionado para compor a grade do Festival. "Quero cobrar respostas as quais tenho direito de saber, como por exemplo: a nota/pontuação do meu projeto, quem avalia os nossos projetos, quais os critérios de avaliação utilizados. Não fui pedir nenhum favor, não fui pedir pra me colocarem na programação, nenhum tipo de favorecimento, só pedi transparência e algumas respostas sobre esse edital fictício", indagou a escritora através de uma rede social. Ainda segundo informações, antes de ser internada, Cirlene foi até uma delegacia e fez um boletim de ocorrência onde narrou o ocorrido.

ENTENDA
O edital local de seleção de propostas de artistas, grupos culturais e de oficinas para compor a programação do 25º FIG foi lançado no dia 25 de maio pelo Governo Municipal e habilitou dezenas de projetos nos diversos segmentos Artístico-Culturais mas, segundo o item 8.7 do documento, a prefeitura se reserva ao direito de selecionar apenas 30% dos habilitados para as apresentações no festival. Os critérios para a escolha foram baseados no perfil da programação dos espaços, no Mérito Artístico-Cultural dos proponentes e na disponibilidade de recursos orçamentários da prefeitura.

Ainda segundo o edital, as propostas inscritas foram avaliadas em etapa única por comissões de análises designadas pela Secretária de Cultura de Garanhuns e pelo prefeito. As comissões avaliaram os projetos de acordo com critérios e pontuações que se basearam em: Qualidade artística/cultural da atividade - (de 0 a 15 pontos); Currículos do artista, grupo, profissional ou equipe principal - (de 0 a 10 pontos);c) Relevância da proposta - (de 0 a 10 pontos);d) Histórico da atividade - (de 0 a 05 pontos), podendo a pontuação acima ser substituída por conceitos que variaram do Insuficiente ao Excelente.

COMISSÕES DE ANÁLISE
 As Comissões de Análise de Mérito de Formação Cultural (oficinas), responsáveis pela seleção, avaliaram as propostas de acordo com os seguintes critérios: a) Valor cultural da proposta. b) Contribuição da atividade para o desenvolvimento cultural do Município. c) Envolvimento de segmentos com vulnerabilidade social. d) Compatibilidade entre objetivos e metodologia apresentados para a sua execução. e) Viabilidade da proposta apresentada. f) Currículo dos artistas, profissionais, grupos ou da equipe principal. As Comissões de Análise dos Segmentos Artístico-Culturais, segundo o edital, foram constituídas por profissionais que possuem capacidade técnica em suas áreas de atuação.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger