sábado, 4 de julho de 2015

DESRESPEITO: Com delegacia de Garanhuns fechada, corpo de jovem assassinado neste sábado passa oito horas no local do crime à espera de remoção


VERGONHA: Corpo debaixo de chuva por horas a espera de liberação 

A dor dos familiares do jovem Anderson Aluísio de Souza, assassinado no centro da cidade na manhã deste sábado, (04/07), não se limitou ao fato de estes terem perdido um ente querido com apenas 19 anos. O Estado, principal responsável pela violência latente que acomete a sociedade, já que não investe o necessário na Segurança, impôs mais um sofrimento aos parentes do morto. "O espetáculo bizarro de ter que ver seu corpo ficar por várias horas debaixo de chuva à espera de policiais civis para executarem a liberação'', (levantamento cadavérico)

Com os plantões da Delegacia Regional de Garanhuns paralisados à noite e nos finais de semana por conta da recusa dos profissionais, que não querem mais trabalhar no Programa da Jornada Extra de Segurança, (PJES), mecanismo instituído pelo Governo do Estado dentro do Pacto Pela Vida para mascarar a falta de policiais nas delegacias, o levantamento cadavérico para encaminhamento ao IML terá que ser feito por policiais civis vindos do plantão em Caruaru, mas, até as 16h30min, ( quase oito horas após o crime) o corpo ainda permanecia no local à espera da equipe. O homicídio ocorreu às 8h50min "É uma falta de respeito. Estou aqui desde às 9 da manhã e ninguém diz que horas este policiais de Caruaru chegam. Queremos velar Anderson pelo menos sem estarmos molhados pela chuva", disse um familiar revoltado.

"É bom que a população saiba que esta situação não é culpa da Polícia Civil. É do Governo do Estado que há 10 anos não realiza um concurso e se recusa a melhorar as condições de trabalho da categoria. Ninguém aguenta mais trabalhar nessa jornada extra porque ela é desumana.  A delegacia não fechou por conta de greve.  Não estamos em greve. É falta de policiais para trabalhar", revelou um profissional da área ao V&C.

Irmão da vítima é consolado por familiares no
local do crime, seis horas depois do homicídio


ENTENDA O PROBLEMA
A Delegacia Regional de Garanhuns, que atende cerca de 20 cidades do Agreste Meridional, fechou as portas na noite da última terça-feira (01 de julho). As ocorrências policiais que por ventura ocorram durante o plantão (noite, finais de semana e feriado) deverão ser encaminhadas para Caruaru. Nos casos de acidente com vítima fatal ou homicídio, como o que ocorreu hoje, a liberação só pode ser feita pela Delegacia de Plantão mais próxima, que se localiza em Caruaru. O problema é que a polícia lá também não tem efetivo suficiente nem para a demanda local. Por isso não há previsão para que o corpo seja removido da Avenida Dantas Barreto.

A demora não acarreta prejuízo somente para a família. Uma guarnição da PM foi escalada para guardar o corpo do morto até a chegada do IML e PC. Com isso, sobra menos efetivo disponível nas ruas para proporcionar uma melhor segurança a quem está vivo.

PARALISAÇÃO
 Os Policiais Civis de Pernambuco realizaram nesta quinta-feira (2) uma grande passeata no Recife e protagonizaram um enterro simbólico do Pacto Pela Vida. Eles alegam falta de respeito do governador Paulo Câmara diante das reivindicações da categoria, entregues ainda no início do ano, e que nem contraproposta teve. “Nós queremos que a sociedade pernambucana tenha segurança de qualidade. Não podemos fechar os olhos para a precária situação de trabalho que o Governo do Estado está dando para categoria. Do jeito que está não dá mais”, comentou Áureo Cisneiros, presidente do Sinpol, durante o protesto de quinta. Uma nova paralisação de 24 horas vai acontecer na próxima quarta-feira (8).

Atualização: o corpo de Anderson Aluísio de Souza foi removido do local do crime por volta das 16h40min, segundo informes, sem a presensa da Polícia Civil. O PROCESSO OCORREU OITO HORAS APÓS SUA MORTE

SAIBA DETALHES SOBRE ESSE HOMICÍDIO CLICANDO AQUI

LEIA TAMBÉM

Polícia identifica suspeito de matar jovem neste sábado (04/07) em Garanhuns

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger