Distribuidora Hyundai para Garanhuns e Região da linha HB20 e CRETA

Distribuidora Hyundai para Garanhuns e Região da linha HB20 e CRETA
Distribuidora Hyundai para Garanhuns e Região da linha HB20 e CRETA

terça-feira, 3 de abril de 2018

REGISTRARAM BO: Professores sofrem com ataques e ameaças de menores infratores na Escola São Cristóvão, em Garanhuns, e paralisam aulas no turno da tarde

Escola Estadual São Cristóvão

Professores da Escola Estadual São Cristóvão, localizada na entrada do bairro da Liberdade, em Garanhuns, foram nesta segunda-feira, 02 de abril, à 2ª Delegacia de Polícia Civil registrar um BO contra atos de vandalismo e ameaça praticados por menores infratores, sobretudo no turno da tarde. As aulas no referido horário foram suspensas, devendo ser retomadas nesta terça. Os educadores pediram um policiamento ostensivo e mais segurança para conseguirem dar sua aulas. 

Maria da Conceição, uma das professoras do colégio, já não consegue dormir direito e está com o psicológico abalado com os constantes ataques à Escola.  Ela relatou em conversa com o V&C que não sabe se volta a lecionar após a situação de tensão vivida na última terça, 27 de março.  Ocorria a celebração da páscoa do colégio quando alguns menores infratores  invadiram a escola chutando portões jogando pedras, tijolos e atirando garrafas.  Já no dia do apagão, que atingiu não só Garanhuns, mas os nove estado do Nordeste, uma das salas de aula foi invadida por um dos menores que vêm aterrorizando funcionários, professores e alunos. "Não temos segurança para trabalhar. Na última terça um menor chegou chutando a porta da minha sala de aula. Não quero morrer na mão deles, não quero fazer parte desta estatística", disse Maria da Conceição. Ela ainda relatou que os ataques começaram ano passado quando um dos adolescentes foi pra escola com um facão. 
Professores falam com a imprensa após 
registrarem BO na Delegacia

Em fevereiro deste ano, o carro do gestor, um Prisma modelo 2014, foi incendiado por um dos menores, que não gostou de ser questionado sobre mal comportamento. Outro educador foi ameaçado de morte recentemente porque pediu para o grupo baixar o volume de uma caixa de som. Pais também já estão temerosos em deixar seus filhos na escola com medo de que, sem segurança, algo de mal ocorra.

Maria do Carmo, educadora de apoio da Escola São Cristóvão, reconheceu que a PM tem ido constantemente ao estabelecimento de ensino e vai sempre que é acionada, mas os menores fogem e voltam imediatamente após a saída do efetivo policial cometendo atos piores. "Eu estou visada por eles porque faço o trabalho disciplinar. Estou na mira deles porque eles acham que é eu quem chamo a polícia", relevou. Segundo ela, esses delinquentes usam drogas e aliciam menores da comunidade para manter o vício. "Os pais imaginam que os filhos estando na escola estão seguro, mas depois desses ataques, eles têm percebido que o ambiente escolar não está sendo mais um local seguro",frisou a educadora. Ainda de acordo com Maria do Carmo os autores desses atos de vandalismo são alunos e ex-alunos do colégio. 
Pátio da escola

Durante o depoimento na 2ª delegacia, o grupo de professores que registou o BO ainda acrescentou que já estão começando a buscar tratamento psicológico. Alguns relataram ter pesadelos à noite, com medo de ir pra escola, já que alguns dos menores envolvidos nessa série de ataques usam drogas. 

O Conselho Tutelar e o Ministério Público também foram acionados pelos educadores. O blog V&C fez contato via e-mail com a GRE, Gerência Regional de Educação, e Secretaria Estadual de Educação. Por meio de nota, a Secretaria de Educação esclareceu sobre a situação de insegurança na  Escola Estadual São Cristóvão. CLIQUE AQUI E CONFIRA.  A GRE ainda não se pronunciou sobre o caso.

OUÇA AS ENTREVISTAS DAS DUAS PROFESSORAS


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...