CLIQUE NO BANNER E SEJA REDIRECIONADO PARA O SITE DA PREFEITURA

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Polícia Civil deflagra megaoperação para prender organizações criminosas envolvidas em crimes de homicídio, tráfico de drogas, roubo de veículos e receptação em Garanhuns


A Secretária de Defesa Social, através da Polícia Civil de Pernambuco, no âmbito Pacto Pela Vida, desencadeou na manhã desta terça-feira (03/10/2017)/ a operação de repressão qualificada, donominadada "Operação Garanhuns Verde", com o objetivo de capturar integrantes de uma organização criminosa, envolvida em vários crimes, entre eles: homicídios, tráfico de drogas, organização criminosa, roubo e adulteração de sinais identificadores de veículos automotor e receptação. Os crimes foram cometidos em Garanhuns e cidades circunvizinhas.

Na Operação Garanhuns Verde,  estão sendo cumpridos 26 (vinte e seis) Mandados de prisão preventivas e 23 (vinte e três) Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar, expedidos pela juíza de direito da 1ª Vara Criminal - Comarca de Garanhuns.

Estão envolvidos nesta operação 158 Policiais Civis, entre delegados, agentes e escrivães, com o apoio de 30 (trinta) Policiais Militares. A operação esta sendo supervisionada pela chefia de Polícia Civil e coordenada pela Diretoria Integrada do interior.

De acordo com informações, 28 pessoas foram presas até o momento, entre estes um advogado, preso por porte ilegal de armas. O carro dele também está sendo averiguado.

Os nomes dos presos ainda não foram divulgados porque a operação ainda está em andamento, mas sabe-se que entre eles tem seis mulheres. Todos os detidos serão encaminhados para um presídio em Caruaru.

MAIS DETALHES ( atualização)

MODUS OPERANDI
As organizações criminosas desbaratadas nesta terça, 03/10, agiam em Garanhuns, Caruaru, Recife, Correntes, Lajedo, Bom Conselho, Lagoa do Ouro, Toritama e em mais  duas cidades alagoanas, Estrela de Alagoas e Santana do Mundaú.

ADVOGADO ERA O INTERLOCUTOR
O advogado  preso, de acordo com informações do chefe da Polícia Civil, era o interlocutor dessas organizações criminosas, "Essa é uma operação que beneficiou vários municípios da região e de todo o estado, além de cidades de Alagoas. Tivemos a desarticulação de três organizações criminosas distintas, que contavam com o apoio de um advogado, que foi preso por porte ilegal de arma de fogo, sendo o seu veículo apreendido é submetido a averiguação", frisou o Chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Joselito  Kherle do Amaral
Joselito  Kherle do Amaral

APREENSÕES DE DROGAS, DINHEIRO, VEÍCULOS E ARMAS
Sete mil reais em espécie, cinco quilos de crack, um quilo de cocaína, vinte e quatro relógios de luxo, oito armas, quatro veículos, trinta placas e vinte lacres oficiais do Detran foram apreendidos.

QUADRILHAS ERAM INVESTIGADAS HÁ UM ANO
Ainda de acordo com a Polícia Civil, a investigação já vinha feita há um bom tempo. "Há aproximadamente um ano que essas quadrilhas vinham sendo investigadas. Iremos dar sequência as investigações. Tudo iniciou após aprendermos um veículo clonado, a partir daí conseguimos chegar ao resto do bando. Tivemos 100% de aproveitamento nesta Operação", destacou o chefe de Polícia. 

O uso improvisado da escola Mário Matos, da rede municipal de ensino, para abrigar os presos da Operação Garanhuns Verde dá uma dimensão da magnitude da ação. O estabelecimento de ensino foi solicitado pela Polícia Civil porque a 22ª Delegacia de Homicídios ficou pequena para a grande quantidade de pessoas detidas. As aulas voltam ao normal na Mário Matos nesta quarta, 04/10.




LEIA TAMBÉM




INFORME  PUBLICITÁRIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...