CLIQUE NO BANNER E CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO NATAL DE GARANHUNS

Mande seu currículo

Mande seu currículo
SELEÇÃO EM GARANHUNS E REGIÃO. MANDE SEU CURRÍCULO

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

SOCIEDADE NÃO AGUENTA MAIS E CLAMA POR SEGURANÇA: Grupo de turistas evangélicos e cerca de 25 crianças são assaltados enquanto visitavam o Cristo do Magano em Garanhuns


Garanhuns sempre se destacou como uma cidade turística, mas vai perder espaço nesse importante filão e fonte de renda se a prefeitura não elaborar urgentemente um plano emergencial para conter a invasão dos marginais nos prédios públicos do município, em especial os pontos turísticos, locais que pela legislação devem ser protegidos pela Guarda Municipal.  Esse alerta cresce de importância porque nos aproximamos da data de abertura do Natal de Garanhuns quando, partir do dia 10 de novembro, milhares de turistas chegam ao município para ver a linda decoração natalina. 

Para se ter uma ideia do grau de ousadia dos bandidos, dois assaltos foram registrados no Cristo do Magano semana passada. O primeiro ocorreu na quinta-feira, Dia das Crianças. De acordo com boletim de ocorrência, cinco visitantes foram assaltados enquanto visitavam o importante monumento.  Dois homens com roupa do Exército e armados saíram de dentro do mato e anunciaram o assalto levando celulares e relógios  das vítimas. Uma caixa de ferramentas e um compressor de ar também foram levados pelos ladrões. Eles usavam touca ninja e fugiram após o roubo.

Já na manhã da sexta-feira, 13, um grupo de 12 evangélicos que veio de Juazeiro e Senhor do Bonfim, na Bahia, para visitar Garanhuns foi assaltado no Cristo. 25 crianças de Venturosa que visitavam o monumento também foram vítimas. 

De acordo com o pastor Raimundo Barreto, o grupo de evangélicos chegou  ao Cristo do Magano, onde já estavam cerca de 25 crianças, com o motorista do ônibus escolar e professoras da cidade de Venturosa. "Quando nos aproximamos do Cristo, dois elementos saíram de dentro do matagal, encapuzados.   Um deles estava armado com um revólver calibre 38, de cor preta. O segundo fez o despojo das vítimas, levando documentos, celulares, relógios e todos os pertences, inclusive dinheiro que os turistas levaram em mãos, porque após a visita ao Cristo do Magano, iríamos fazer compras na cidade", frisou o pastor. Ainda segundo Raimundo, as crianças entraram em pânico e alguns idosos precisaram ser levados ao hospital Dom Moura por conta de alterações na pressão. Após o arrastão, a dupla fugiu a pé.  Para o pastor Raimundo Barreto, a prefeitura deveria estabelecer horários de visitas e colocar vigilantes e grades de proteção no entorno do monumento.

ALGO TEM QUE SER FEITO
É hora de fazer alguma coisa para proteger quem visita locais como o parque Euclides Dourado, o Pau Pombo e o Cristo do Magano. Não dá mais pra conviver com essa falta de segurança. 

Em entrevista ao V&C dias atrás, o presidente da AMSTT, Elielson Pereira, afirmou que existem tratativas do Governo Municipal para armar a Guarda Municipal. Já passou da hora. O prefeito Izaías Régis, que na campanha eleitoral declarou-se a favor de dotar os guardas com armamento letal, e que sabemos também está preocupado com esse ataque dos marginais aos prédios públicos municipais e pontos turísticos, deve apressar essa providência. Se não quiser armar todos os profissionais que arme um grupo específico e coloque para proteger as escolas, os parques e os pontos turísticos. Do contrário cenas lamentáveis como as que ocorreram semana passada voltarão sempre a se repetir. Sem arma, o guarda é tão vítima quanto nós, a sociedade. Armado, pode ser uma peça importante nessa cruzada que Garanhuns enfrenta contra a criminalidade.  

Responsabilidade também do Governo do Estado que parece ter esquecido Garanhuns quando o assunto é investimento em segurança pública.  O 9º BPM, que é o maior batalhão do interior, recebe recursos humanos e aparato policial bem aquém do necessário para garantir segurança à população de Garanhuns e do Agreste Meridional. Com  isso, rondas nos bairros e em locais de visitação, como o Cristo do Magano, se ocorrem, não são realizadas com a periodicidade adequada para inibir a ação dos marginais.



CONFIRA A ÍNTEGRA DO RELATO ENVIADO PELO PASTOR RAIMUNDO BARRETO

"Meu nome é Raimundo Barreto, moro em Garanhuns há 12 anos, sou empresário nesta cidade. Sou pastor da Comunidade Apostólica na Av. Sete de Setembro, e estávamos, no feriado, hospedando um grupo irmãos em Cristo, das cidades de Juazeiro e Senhor do Bonfim (BA) para um encontro regional. Na última sexta-feira, dia 13 de outubro, programamos fazer uma visita ao Cristo do Magano, às 9 da manhã, para visitar aquele belo ponto turístico e, também, orarmos por Garanhuns.

Chegando no Cristo do Magano, e já havia um grupo de umas 25 crianças, com o motorista do ônibus escolar e professoras da cidade de Venturosa. Quando nos aproximamos do Cristo, dois elementos saíram de dentro do matagal, encapuzados e um deles armado com um revólver calibre 38, de cor preta e cano longo, um deles usava óculos de grau e eram morenos. O segundo fez o despojo das vítimas, levando documentos, celulares, relógios e todos os pertences, inclusive dinheiro que os turistas levaram em mãos, porque após a visita ao Cristo do Magano, iríamos fazer compras na cidade, pois era sexta-feira e o comércio estava aberto.

Pelo que pude reparar, duas crianças entraram em grande pânico e choro. Do nosso grupo, ficamos controlados, embora a tensão fosse grande. Meu sogro, hipertenso e diabéticos, após o incidente, precisou ser levado ao Hospital Dom Moura por causa das alterações na pressão e taxa glicêmica, fruto do trauma emocional. Eu e minha esposa, vivemos estas duas realidades de Garanhuns, do assalto no Cristo Magano e a situação do Hospital Dom Moura.

O assalto durou em torno de 7 minutos, os assaltantes ficaram nos ameaçando e olhando para o início da rua, verificando se viria alguma polícia. Após fazerem a “limpa”, foram correndo à pé pelo matagal e sumiram. Procuramos acalmar as crianças e entramos rapidamente em nossos ônibus. Na decida da estrada, encontramos três policiais de moto e duas viaturas. Reportamos o ocorrido e os policiais saíram em busca dos mesmos. Fizemos B.O. na Delegacia da Av. Dantas Barreto.

Interessante que o ônibus escolar estava há algum tempo no Cristo do Magano, mas quando o ônibus de turismo subiu a ladeira, os assaltantes apareceram".

Garanhuns, PE, 16 de outubro de 2017

Raimundo Barreto


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...