CLIQUE NO BANNER E SEJA REDIRECIONADO PARA O SITE DA PREFEITURA

sexta-feira, 16 de junho de 2017

DEMORA NA RESOLUÇÃO TEM REVOLTADO MORADORES E COMERCIANTES: Tubulação de esgoto estourada em local onde ocorre feirinha da Cohab I, em Garanhuns, coloca saúde da população em risco


Moradores e comerciantes da rua Luíz da silva Guerra estão desesperados com um problema que vem incomodando há dias e se transformou em uma verdadeira calamidade pública, haja vista a demora e omissão das autoridades responsáveis na resolução do problema. Trata-se de um esgoto que corre a céu aberto nas imediações da tradicional feirinha da Cohab I, em Garanhuns.  A denúncia foi veiculada no Jornal da Sete, da Rádio Sete Colinas. De acordo com a reportagem, a situação é grave já que no local por onde o esgoto corre funciona, (além da feira do domingo), bares, restaurantes e supermercados, estabelecimentos que precisam funcionar com rígidas normas de higiene pelo fato de comercializarem alimentos. 

A presença de ratos e baratas e o insuportável mal cheiro aumenta a sensação de abandono em que vivem os moradores das referidas vias.  E o pior. Donas de casa estão comprando suas verduras e legumes, na feira do domingo, com uma grande probabilidade de estarem contaminados. Em entrevista ao Jornal da Sete, um morador disse que procurou a Compesa várias vezes para que o problema fosse resolvido, mas não obteve êxito. "Informaram apenas que o carro estava quebrado e que não poderiam fazer nada," disse. 

A Vigilância Sanitária do Município foi acionada, mas os moradores não sabem informar se houve alguma providência por parte do órgão. "Um vendedor derrubou uma caixa de tomate, que caiu sobre a lama contaminada, e depois recolocou para a venda", disse um popular em tom de indignação.

Em contato com a Compesa, a reportagem da Sete Colinas obteve do gerente Igor Galindo a explicação de que a demora em sanar o problema advém de o caminhão empregado neste tipo de serviço estar passando por manutenção no Recife.  A previsão era que na última quarta-feira, 14, o veículo estivesse disponível para resolver o problema, mas, até a data de hoje, (16/06), a lama continuava correndo por entre as casas, bares e supermercados, colocando a saúde de todos em risco. 


Com informações do Jornal da Sete, da Rádio Sete Colinas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...