sexta-feira, 31 de julho de 2015

Após prisão de José Cláudio, cresce expectativa por elucidação do mistério em torno do desaparecimento de Patrícia da Silva

Patrícia Silva e José Cláudio

A prisão de José Cláudio Marques de Siqueira, efetuada no Maranhão, 70 dias após o sumiço de Patrícia Pereira da Silva, 31 anos, residente na Cohab 2 em Garanhuns, pode levar a elucidação do mistério que cerca o seu desaparecimento. Entretanto, não é tão simples quanto parece. O caminhoneiro está sendo trazido hoje para Pernambuco, mas o inquérito corre em segredo de justiça, o que dificulta o acesso da imprensa às informações. Débora Bandeira, titular da Delegacia da Mulher de Garanhuns e responsável pelas investigações, afirmou ao V&C na noite desta quinta-feira (30/07), que ainda não está autorizada a prestar esclarecimentos, mas prometeu que o fará no momento oportuno. Porém, diante da prisão de Cláudio e dos desdobramentos dela advindos, é possível que o caso tenha um desfecho nos próximos dias, ou até nas próximas horas. Os indícios contra ele são fortes e vão, desde um histórico de violência contra Patrícia durante o casamento, até o fato de ter estado foragido desde a época em que ela desapareceu, e já dizia meu avô que quem não deve não teme, quem não teme, não foge. Mas, até que se prove o contrário, ou que tenha havido uma confissão, e isso ainda não sabemos por conta do sigilo do inquérito, todo mundo é inocente, inclusive José Cláudio.  Com a palavra a polícia.

Delegada Débora Bandeira: ela tem as respostas que a sociedade de Garanhuns espera

CONFIRA COMO FOI A PRISÃO DE JOSÉ CLÁUDIO NO MARANHÃO CLICANDO AQUI

ENTENDA O CASO PATRÍCIA CLICANDO AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger