sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Dois jovens são mortos a tiros na tarde desta sexta em Garanhuns


Dois homens foram assassinados a tiros de pistola 380 na tarde desta sexta, 23 de agosto, em Garanhuns. O crime ocorreu na Rua Antônio Ferreira Paz, nas imediações da Vila Militar do 71º BI Mtz. Os autores dos disparos seriam dois indivíduos que chegaram em um veículo de cor Gol de cor prata e praticaram o duplo homicídio. As vítimas fatais foram identificadas pelos nomes de: Wagner Henrique de Amorim Nazaro, 16 anos  e Mikael Victor Soares Gomes da Silva, de 19. Uma terceira pessoa ( Jackson) ficou ferida e foi removida para o Dom Moura, mas já teve alta.  Após o crime, os assassinos fugiram tomando destino ignorado. Com mais essas duas mortes violentas, chega a 3 o número de homicídios em Garanhuns nas últimas 24 horas. A motivação e a autoria dos assassinatos serão investigadas pela Delegacia de Homicídio de Garanhuns. 

Criança morre atropelada em Lajedo


Um menino de 7 anos morreu vítima de atropelamento na manhã desta sexta-feira,23 de Agosto, em Lajedo, cidade distante cerca de 35 Km de Garanhuns. 

De acordo com informações, a criança foi atropelada na Rua Governador Barbosa Lima, no bairro Planalto. Ainda de acordo com informações, o menor estava pendurado na carroceria do caminhão carregado de tijolos, quando caiu e foi atropelado. Devido à gravidade dos ferimentos o menino foi a óbito no local.

A Polícia Militar realizou o isolamento do local e acionou a Polícia Civil com uma equipe do Instituto de Criminalista (IC). Após a perícia,  o corpo será encaminhado ao IML de Caruaru.

Parte de carga de alho avaliada em 50 mil reais e roubada em Moreno é recuperada em Garanhuns


Um homem de 39 anos foi preso nesta quinta, 22 de agosto, no bairro do Magano, em Garanhuns, suspeito de receptação de carga roubada. A prisão ocorreu na Rua Antônio Dias onde a PM encontrou alguns homens descarregando  caixas de alho, 390 no total, quantidade avaliada em cerca de 50 mil reais. Ainda segundo a polícia, o lote apreendido no Magano pertencia a uma carga roubada na BR-232, na cidade de Moreno, no último dia 14. Na ocasião foram roubadas 2.650 caixas de alho, avaliadas em 400 mil reais.  O homem, que não teve a identidade revelada pela PM, disse que comprou o material no Recife sem nota e pediu para um caminhão trazer até Garanhuns. Ele foi levado para a delegacia e autuado em flagrante por receptação dolosa. Após a autuação o acusado  foi encaminhado a audiência de custódia. 


quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Grupo de senadores pede a Moro para governo vetar integralmente projeto sobre abuso de autoridade


Um grupo de senadores entregou nesta quinta-feira (22) ao ministro da Justiça, Sergio Moro, um manifesto no qual pediu que o governo vete integralmente o projeto sobre abuso de autoridade.

A proposta foi aprovada na semana passada pelo Congresso e define quais situações configuram o crime. O texto já está em análise no governo, e cabe ao presidente Jair Bolsonaro sancionar, vetar parcialmente ou vetar a íntegra do projeto.

>> Leia mais abaixo os detalhes do texto

Ao receber o manifesto, Sergio Moro afirmou aos senadores que o governo analisa o projeto "com cuidado" e entende que juízes, promotores e policiais "não podem ficar expostos a processos por fazerem a coisa certa".

"Ninguém é favorável, evidentemente, ao abuso de autoridade. Ninguém está acima da lei. No entanto, há de fato uma preocupação na sociedade de que a lei talvez tenha ido um pouco além e possa ser utilizada como um instrumento para cercear a independência do juiz, a autonomia do promotor e o trabalho do policial", declarou o ministro.

Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, Bolsonaro já decidiu que vetará alguns pontos. O próprio presidente tem manifestado ver necessidade de vetar alguns itens. Bolsonaro tem até 5 de setembro para sancionar a proposta.

Se confirmados, os vetos terão de ser publicados no "Diário Oficial da União", e o governo terá de publicar também a justificativa para a decisão.

Em seguida, os vetos serão analisados pelo Congresso Nacional, e os parlamentares poderão derrubar ou manter a decisão do presidente.

O líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), já afirmou que pedirá a Bolsonaro dez vetos ao projeto.

O que diz a proposta
Conforme o projeto aprovado pelo Congresso, passarão a configurar o crime de abuso de autoridade cerca de 30 situações, entre as quais:

Obter prova em procedimento de investigação por meio ilícito (pena de um a quatro anos de detenção);

Pedir a instauração de investigação contra pessoa mesmo sem indícios de prática de crime (pena de seis meses a dois anos de detenção);

Divulgar gravação sem relação com as provas que a investigação pretende produzir, expondo a intimidade dos investigados (pena de um a quatro anos de detenção);

Estender a investigação de forma injustificada (pena de seis meses a dois anos de detenção);
Negar acesso ao investigado ou a seu advogado a inquérito ou outros procedimentos de investigação penal (pena de seis meses a dois anos);

Decretar medida de privação da liberdade de forma expressamente contrária às situações previstas em lei (pena de um a quatro anos de detenção);

Submeter preso ao uso de algemas quando estiver claro que não há resistência à prisão, ameaça de fuga ou risco à integridade física do preso (pena de seis meses a dois anos de detenção).

Do G1

Homem é morto a tiros na porta de um bar na noite desta quinta na Cohab II, em Garanhuns


Garanhuns registrou um homicídio no início da noite desta quinta, 22 de agosto, no bairro da Cohab 2. O Crime ocorreu na porta no Bar de Sabino, na Rua Seis. A vítima é um homem de nome Cícerro Lourenço dos Santos, 51 anos, pedreiro. Segundo Populares que estavam no local ele se desentendeu com um elemento ainda não identificado e foi atingido por diversos disparos de arma de fogo feitos pelo desafeto.Após ser gravemente ferido Cícero Lourenço agonizou por alguns minutos até ir a óbito no local do crime. As investigações ficarão a cargo da 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, que tem a a frente o Dr. Eric Costa.

Com informações do Portal Agreste Violento

Candidaturas ao Conselho Tutelar de Pedra precisam ser investigadas


Em defesa da lisura das eleições para o Conselho Tutelar de Pedra, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente que adote as providências necessárias para investigar e suspender candidaturas que estejam fora dos padrões e regras exigidos para o pleito.

Segundo declarações da Secretaria Municipal de Educação, a candidata Juliana Pereira Matias não cumpre o requisito de experiência em atividades com crianças e adolescentes por, no mínimo, um ano, exigido para disputa. Ela declarou ter cumprido tal tempo na função na Escola João Galindo, localizada no distrito de São Pedro do Cordeiro, zona rural de Pedra. Mas o diretor da escola, Dulcinaldo Bezerra, negou.

O MPPE salientou que se deve garantir o direito de ampla defesa e contraditório à candidata, mas que, ao final do processo, decida-se pela exclusão ou não dela de acordo com a verdade apurada.

O promotor de Justiça Raul Lins Sales ainda advertiu que sejam apuradas também eventuais falsidades nas declarações das demais candidaturas. O promotor lembrou que “ocorrendo falsidade em qualquer documentação apresentada, o postulante será excluído sumariamente do Processo de Escolha em Data Unificada, sem prejuízo do encaminhamento dos fatos à autoridade competente para apuração e a devida responsabilização legal”.

Explosão em fábrica de fogos clandestina deixa homem gravemente ferido em Águas Belas


Um homem ficou gravemente ferido após uma explosão ocorrer em uma fábrica de fogos clandestina na cidade de Águas Belas. O fato aconteceu por volta das 17 horas desta quarta, 21 de agosto, na Travessa Padre Nelson, centro do município. 

A vítima foi identificada como Josimar Gomes de Queiroz. As informações são de que pouco antes do momento da explosão ele estava fabricando fogos quando uma caixa d’água 1000 litros caiu em cima do material explosivo que ficava em um quintal. José Gomes ainda correu pela porta da frente, mas, com o corpo em chamas foi socorrido com urgência para o Hospital da Restauração. De acordo com a mãe de José Gomes, ele trabalhava com essa atividade há cerca de 10 anos. Foram apreendidos no local 133 caixa de fogos de artifício.


Fotos cedidas pelo Portal Agreste Violento

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

PRESIDENTE PODE SANCIONAR OU VETAR LEI:Juízes, delegados, promotores e defensores públicos realizaram mobilização no Fórum de Garanhuns contra Lei de Abuso de Autoridade, aprovada pela Câmara Federal


Juízes, promotores de justiça, delegados e defensores públicos se reuniram na tarde desta terça-feira (20/08) no Fórum Ministro Eraldo Gueiros Leite, na Avenida Rui Barbosa, em Garanhuns, para protestar contra o Projeto de Lei nº 7.596/2017 , batizado de Lei de Abuso de Autoridade. O texto foi aprovado na Câmara Federal no último dia 14 de agosto e agora segue para a sanção do Presidente da República. Em entrevistas que vem dando, Bolsonaro afirmou que vai vetar alguns pontos do PL, mas não especificou quais. Já o ministro Sergio Moro, ex-juiz da Lava Jato, revelou durante uma visita a São Paulo que iria assessorar o presidente no sentido de fazer alguns vetos no projeto.

As mobilizações de ontem ocorreram em várias cidades do país. Fizeram parte do ato em Garanhuns, integrantes da Magistratura, Ministério Público e Polícias aqui do município e de algumas cidades da região. Para os organizadores da manifestação, o PL, se sancionado como está, pode colocar um freio e intimidar o trabalho de agentes públicos envolvidos no sistema investigativo do país. "Este é um momento em defesa das carreiras que combatem a corrupção e a criminalidade, portanto, a gente não vai se acuar. Não baixaremos nossas cabeças e acredito que as instituições envolvidas não vão se submeter a isso", frisou um policial que participou do encontro.
Dr. Enéas da Rocha de Oliveira

O juiz Enéas da Rocha de Oliveira, titular da 1ª Vara Civel de Garanhuns, participou da mobilização e afirmou ser contra a aprovação da lei. Ele disse que o objetivo do ato de protesto foi discutir o polêmico projeto de lei aprovado pela Câmara, e enviado a sanção ou ao veto do presidente da República. Dr. Eneas ainda pontuou que a aprovação da proposta foi muito rápida e pouco discutida. Para o magistrado, as discussões deveriam ter sido feitas de maneira mais aberta à população. "No meu entender o regimento da Câmara foi atropelado. Agora é esperar a decisão do Presidente da República, que pode vetar, sancionar, ou vetar parcialmente a nova lei. Temos a sensação que o texto causa intimidação, principalmente aos órgãos de investigação. Há alguns pontos que transformaram algo que poderia ser resolvido com um procedimento administrativo simples em crime.  A lei, se aprovada, pode provocar pressão sobre o judiciário para não levar a fundo determinadas questões trazidas à Justiça e isso não é bom'. disse Enéas em entrevista ao Portal V&C
Juiz Lucas Tavares Coutinho (ao centro) durante mobilização no fórum Ministro Eraldo Gueiros Leite

Para o juiz Lucas Tavares Coutinho, titular da Vara Única da Comarca de Águas Belas, a lei deveria ser totalmente vetada pelo presidente. Ele falou com o Portal V&C enquanto participava da mobilização de ontem no Fórum de Garanhuns. "O projeto de lei que trata do abuso de autoridade contém um vicio formal em sua criação, contestado no STF pelo Partido Novo, quando houve uma votação simbólica, ao invés de nominal. Além da inconstitucionalidade formal, notamos uma inconstitucionalidade material na proposta quando ela traz tipos penais abertos subjetivos e querendo, via obliqua, trazer um crime de hermenêutica", disse o magistrado. 
Juiz Lucas Tavares Coutinho

Lucas Coutinho elencou como um dos itens mais polêmicos, o Artigo 9º do PL nº 85/2017:"Decretar medida de privação da liberdade em manifesta desconformidade com as hipóteses legais:Pena – detenção, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa. Parágrafo único. Incorre na mesma pena a autoridade judiciária que, dentro de prazo razoável, deixar de: I – relaxar a prisão manifestamente ilegal; II – substituir a prisão preventiva por medida cautelar diversa ou concede liberdade provisória, quando manifestamente cabível". Para o juiz, esse artigo atinge diretamente os magistrados. "Direito não é ciência exata, não é matemática ou engenharia. Os juízes têm entendimentos diferentes. O que um colega entende pode ser diferente do outro e do próprio tribunal superior. Nossas decisões já devem ser fundamentadas. O juiz não prende por prender, ele prende baseado na lei e essa é uma legislação que visa coagir as autoridades que lidam com as investigações de crimes. Não é cabível que tenhamos que responder por um crime apenas por desempenhar de forma correta nossas atribuições," argumentou.


Delegado Patrick Dias

DELEGADO COMENTA NOVA LEI DE ABUSO DE AUTORIDADE

A obrigatoriedade de identificação do policial perante o preso no momento da detenção
Um dos artigos mais polêmicos do  PL 7596/2017 (Nova Lei do Abuso de Autoridade) é o 16º que mexe especificamente com o agente público que está na ponta da linha do sistema investigativo do país: Os policiais. São eles que executam as prisões e entregam os presos à Justiça. O referido artigo diz que é crime o policial não se identificar no momento da captura da pessoa a ser presa, mas, muitos veem nisso um risco à própria segurança do agente público.      

Para Patrick Dias, delegado de Capoeiras, o Artigo 16 do PL é uma clara tentativa de embaraçar a ação de policial no cumprimento de seu dever legal, pois busca criar circunstâncias para puní-lo por exercer suas funções. "Já há no Código de Processo Penal a obrigatoriedade da identificação do condutor na nota de culpa que deve ser entregue ao preso em até 24h de sua prisão, sob pena de nulidade do ato. Não é razoável exigir que o policial abra mão do elemento surpresa na execução de uma prisão, o que tem por objetivo impedir a reação ou tentativa de fuga, visando assim a garantia da integridade física do cidadão a ser preso, bem como dos agentes públicos que participam do ato", frisou o policial em conversa com o Portal V&C. 

Ainda segundo o delegado de Capoeiras, o texto do Artigo 16 também permite interpretações absurdas, como punir um policial que use de uma história cobertura, ou na linguagem popular, de um disfarce, para executar uma prisão, pois, baseado no PL, estaria "mentindo" sobre sua identidade para se aproximar com segurança da pessoa a ser presa. 

A limitação do uso de algemas
Patrick também comentou sobre outro ponto polêmico do PL, que é o uso de algemas. De acordo com o Artigo 17º, é  prevista uma pena de seis meses a dois anos ao agente que submeter o preso, internado ou apreendido ao uso de algemas ou de qualquer outro objeto que lhe restrinja o movimento dos membros, quando manifestamente não houver resistência à prisão. Atualmente esse procedimento é regulado pela Súmula Vinculante nº 11, do STF. Ela traz em seu texto a expressão "fundado receio" que dá ao policial que efetua a prisão, a discricionariedade em fazer uso de algemas, considerando a periculosidade da pessoa presa para a preservação da integridade física do conduzido e dos agentes públicos. "Imaginemos uma cena mais grave: o preso sendo conduzido sem algemas, num rompante, consegue sacar a arma da cintura de um policial, o que pode resultar na morte desse policial, de terceiros ou mesmo do próprio preso, pois gera a necessidade do uso de força letal para sua contenção. Muitos de nós já vimos diversos vídeos que circulam nas redes sociais em que o resultado comumente é trágico", disse o delegado.


ESPECIALISTA EM DIREITO CONSTITUCIONAL FAZ CRÍTICA  CONTUNDENTE AO PROJETO DE LEI
Advogado George
Martins Barros

Outro que se posiciona duramente contra o PL de Abuso de Autoridade é o especialista em Direito  Constitucional George Martins Barros. Segundo ele, o projeto visa única e exclusivamente coagir as autoridades policiais e judiciárias psicologicamente a realizarem as suas atividades com receio de serem responsabilizados criminalmente. "O PL aprovado na Câmara na última quarta, 14 de agosto, e que espero que o presidente vete, não tem intenção nenhuma de proibir abusos, até porque, a maioria dos crimes listados ali são meras irregularidades administrativas, que poderiam ser resolvidas através de um processo administrativo disciplinar. Nada mais é que uma coação moral pra que os agentes tenham o seu trabalho dificultado em relação aos poderosos, àqueles criminosos do colarinho branco, que tiveram o seu ego machucado com a eficiência da operação Lava-jato. A insegurança jurídica é gritante e se os processos já eram lentos, agora vai ser pior, porque qualquer irregularidade, por menor que seja, vai dar margem pro advogado pleitear a nulidade da ação. Onde já se viu proibir interrogatório no período noturno? Além disso, o projeto replica vários crimes que já existem no Código Penal", argumentou o jurista em contato via telefônico com o Portal V&C.

Deputado Ricardo Barros, relator
do Projeto de Abuso de Autoridade

RELATOR DO PROJETO DIZ QUE NOVA LEI NÃO MERECE VETOS.
O relator do projeto de lei de abuso de autoridade na Câmara Federal foi o deputado Ricardo Barros, (PP-PR). Para ele, o texto não merece vetos. O parlamentar acredita que o presidente Bolsonaro manifestará apenas um veto à lei.(Uso de algemas) "As normas recém-aprovadas pelo Legislativo devem ser lidas à luz da Constituição Federal, dos princípios gerais do Direito e das disposições gerais do projeto. Isso implica afirmar, por exemplo, que não caberá interpretação que viole os princípios constitucionais da independência funcional de magistrados e membros do Ministério Público, do juiz natural e da motivação das decisões judiciais", frisou Barros. 

Ainda segundo o deputado,  o primeiro ponto é que, para a punição ocorrer, deverá haver comprovação de que o agente atuou com dolo específico de prejudicar outrem ou beneficiar a si mesmo ou a terceiro, ou ainda, por mero capricho ou satisfação pessoal. "Sendo assim, o agente só poderá ser condenado por qualquer crime previsto na nova lei se existir prova de que a autoridade praticou o ato imbuída deste propósito específico. Jamais se quis frear o combate à corrupção e à criminalidade. O que se pretende é que todos aqueles que exercem parte do poder que a sociedade delega ao Estado o façam com responsabilidade, em prol da própria sociedade. Causa estranheza que uma pequena parte dos membros das carreiras do Judiciário e do Ministério Público se insurja contra a nova lei. Por qual razão deveriam temer as novas regras, se eles mesmos serão os seus principais intérpretes e aplicadores?", pontou Ricardo Barros em uma entrevista dada nesta quarta-feira, 20 de agosto, ao Jornal Gazeta do Povo. CLIQUE AQUI E VEJA A ÍNTEGRA DA ENTREVISTA

terça-feira, 20 de agosto de 2019

Casal é preso por tráfico de drogas nesta terça em Garanhuns


Policiais Civis da 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns e do DENARC prenderam um casal por suspeita de tráfico de drogas na tarde desta terça, 20 de agosto, na Rua João Domingos da Cunha, na Cohab 3. Eles foram detidos quando tentavam entregar 44 pedras de crack a uma pessoa, caracterizando tráfico. Na residência do casal a polícia também encontrou uma pequena quantidade de maconha que, somada ao crack apreendido, resultou na autuação dos dois pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico.


ACUSADOS: RAFAEL CLEMENTINO e ANA CARLA DA SILVA




Barragem do Cajueiro em Garanhuns está sangrando


A barragem do Cajueiro finalmente verteu (sangrou). Ela é o maior reservatório do Sistema Inhumas-Mundaú, responsável pelo abastecimento de Garanhuns e algumas cidades da região, e a única que ainda não tinha enchido completamente. 

Segundo dados da APAC, Agência Pernambucana de Águas e Clima, o volume atual de Cajueiro é de: 19.447.423 m³, um percentual de pouco mais de 100% da capacidade total. Como o portal já havia mostrado, as barragens de Mundaú (Açude Novo) e Inhumas, já haviam atingido a sangria no último mês de julho. 



BOLSA É DE R$ 552,50:Prefeitura de Garanhuns abre seleção para estagiários de Pedagogia


A Secretaria de Educação de Garanhuns (Seduc) irá selecionar estagiários de Licenciatura em Pedagogia para atuar prestando auxílio a sala de aula de Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental. A seleção ocorrerá de acordo com regras pré-estabelecidas no edital disponível no portal da Prefeitura de Garanhuns, no link: https://bit.ly/2NjTe8E. As inscrições podem ser feitas até o dia 05 de setembro, pelo site do Centro de Integração Empresa Escola de Pernambuco (CIEE): www.ciee-pe.org.br.

Entre os requisitos, os candidatos devem estar cursando a partir do 4º período de curso e terem disponibilidade 04 (quatro) horas diárias e 20 (vinte) horas semanais nas instituições de ensino da Rede Municipal. Estão sendo ofertadas 10 vagas de estágio para chamada imediata mais cadastro de reserva nas etapas da Educação Infantil e do Ensino Fundamental.

As provas serão realizadas no dia 11 de setembro, na Universidade Pitágoras (Unopar), localizada na rua Luiz Roldão de Araújo S/N, bairro José Maria Dourado, BR 423, no horário das 14h às 17h. O valor da bolsa de estágio é de R$ 468,50 e R$ 84,00 de auxílio transporte, totalizando R$ 552,50. O edital estabelece, ainda, que 5% das vagas serão destinadas a pessoas com deficiência. Os candidatos regularmente inscritos, comprovadamente pertencentes às Comunidades Quilombolas locais, que obedecerem a requisitos e capacidade técnica descritos no edital e obtiverem a pontuação exigida, serão classificados. A listagem dos aprovados será publicada separada, contendo a ordem classificatória dos aprovados no Processo Seletivo Simplificado.

Outras informações podem ser obtidas na Secretaria de Educação, localizada na rua Siqueira Campos, nº 75, das 08h às 12h e das 14h às 17h, ou por meio dos telefones (87) 3762-7060 e (87) 3762-7062.

Texto: Daniela Batista - Secom/PMG

CONSERTO DEVE SER CONCLUÍDO NESTA QUARTA: Bomba apresenta defeito e Compesa reduz capacidade de abastecimento de água em Garanhuns e São João;


A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informa que precisou reduzir a vazão do fornecimento de água das cidades de Garanhuns e São João, em função da necessidade de serviços de manutenção emergencial nos Sistemas de Inhumas e Mundaú. A redução no fornecimento de água foi de 30% para São João e de 25% para Garanhuns. Na última sexta-feira (16), um dos conjuntos motobomba do Sistema de Inhumas apresentou um problema mecânico, mesmo dia que houve um estouramento na adutora do Sistema Mundaú - que também compõe o Sistema de Abastecimento de Garanhuns. Os técnicos da Compesa já iniciaram os trabalhos de reparo e a previsão é concluir os serviços até quarta-feira (21).

Morre em Garanhuns o cabeleireiro Ferreirinha


Foi encontrado morto em sua residência na manhã da última segunda, 19 de agosto, o cabeleireiro José Ferreira de Melo, o Ferreirinha, bastante conhecido na cidade. 

O corpo foi encontrado pelo proprietário do imóvel onde Ferreirinha residia, na Avenida Orlando Wanderlei, centro de Garanhuns. O homem disse à polícia que a vítima costumava acordar cedo e quando percebeu que ele não havia aparecido foi até o apartamento para verificar se o cabeleireiro  estava bem, mas o encontrou morto.  A Polícia Civil e o Instituto de Criminalística estiveram no local. O caso está sendo tratado como morte a esclarecer.

VÍTIMA FICOU GRAVEMENTE FERIDA E FOI ENCAMINHADA PARA O RECIFE:Homem é detido e quase linchado por populares após esfaquear estudante durante tentativa de assalto em Garanhuns

Assaltante foi preso pela PM 

Um estudante de 20 anos, residente no Indiano, ficou gravemente ferido após sofrer uma tentativa de assalto na Rua Fernando de Noronha, no bairro São José, aqui em Garanhuns. 

O crime ocorreu na noite desta segunda, 19 de agosto. Segundo informações da PM, a vítima foi atacada na referida rua (quando se dirigia à faculdade) por um homem identificado como sendo José Cícero Rodrigues Barbosa, de 24 anos. Ele teria tentado roubar o celular do jovem, mas, como este teria reagido, o assaltante desferiu vários golpe de faca contra o estudante, que foi socorrido em estado grave para o Hospital Dom Moura. 

O acusado foi detido e quase linchado por populares que passavam pelo local no momento da ação criminosa.  Ele foi entregue à PM e também encaminhado ao Dom Moura onde ficou custodiado.  Já a vítima, diante da gravidade das lesões provocadas pelas facadas, foi removida ainda na noite de ontem para o Hospital da Restauração, no Recife. 

José Cícero tem uma extensa ficha criminal, sendo acusado de diversos crimes, entre estes roubos, furtos e um homicídio praticado ano passado em Capoeiras.  Após ter alta do hospital, o criminoso, que reside no bairro da Boa Vista, deve ser autuado em flagrante por tentativa de latrocínio.




segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Mulher perde 3.500 reais após ser assaltada no centro de Garanhuns


Uma mulher foi vítima de assalto praticado por dois homens na Avenida Santo Antônio, no centro de Garanhuns. O crime ocorreu por volta das 13h30min desta segunda, 19 de agosto, em frente ao Shopping Center Brasil. Na abordagem, os assaltantes tomaram a bolsa da vítima com 3.500 reais dentro e fugiram com destino ignorado. Eles se evadiram dirigindo um Uno de cor branca. Ainda segundo informações, a mulher chegou a cair no chão após ter sido roubada. Uma unidade do Samu a socorreu para o Hospital Dom Moura, onde foi medicada. A Polícia Civil deve investigar o caso.

Homem é morto a tiros em Correntes

Um homem foi assassinado a tiros em Correntes neste domingo, 18 de Agosto. O crime aconteceu na Rua Quintino Bocaiúva, centro daquele município. A vítima é Rodolfo Aquino Capitó. Ele residia na mesma rua onde foi morto a tiros. O assassino não foi identificado e fugiu. A motivação para o homicídio, até o momento, é desconhecida. O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Correntes.

Governo Municipal de Garanhuns promove leilão de carros e maquinários no dia 30 de agosto


O Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Infraestrutura, irá realizar um leilão de 31 veículos, entre carros e maquinários, no próximo dia 30 de agosto, a partir das 10h, no pátio do Centro Administrativo II, localizado na avenida Irga, nº 1248, bairro Novo Heliópolis. O leilão será realizado simultaneamente na plataforma online Lance Certo, no link: https://www.lancecertoleiloes.com.br/leilao/300819VE.  

Poderão participar do leilão pessoas físicas maiores de 18 anos ou emancipadas, e pessoas jurídicas regularmente constituídas. Os interessados em participar deverão portar cópias do documento de identidade, e C.P.F./M.F. (pessoas físicas); ou Estatuto/Contrato Social ou Última Alteração Consolidada e CNPJ (pessoas jurídicas) para participar do credenciamento, que é obrigatório para ofertar durante as etapas de lances. 

Outras informações podem ser retiradas na Secretaria de Infraestrutura, localizada no Centro Administrativo II, ou no telefone: (87) 3762-5026.

Assessoria de Comunicação Social e Imprensa — (ACSI)
Foto: Divulgação

domingo, 18 de agosto de 2019

Homem fica em estado grave após ser agredido com barra de madeira em Garanhuns


Um homem foi gravemente ferido ao ser agredido com uma barra de madeira no Bairro do Mundaú, na noite deste sábado, 17 de agosto, em Garanhuns. 

A vítima é Carlos Alexandre da Silva Braz, que foi levado em estado grave para o Dom Moura. Segundo a Polícia Civil, após dar entrada no hospital,  o homem foi encaminhado em coma para o Hospital da Restauração, no Recife. 

 Diante das informações do paradeiro do agressor, a Polícia Civil conseguiu prendê-lo. Trata-se de Willames Felipe da Silva, que foi encaminhado para a audiência de custódia. Ainda segundo o agressor o motivo do crime teria sido dívida de drogas.

Gêmeos são presos com moto roubada em Garanhuns


Dois Irmãos gêmeos foram presos pela Polícia Militar na última quinta-feira 15 de Agosto, no bairro da Liberdade, em Garanhuns. De acordo com informações, os irmãos foram identificados como sendo Heverton Mathias da Silva Alves e Hermerson Mateus da Silva Alves de 19 anos. Eles teriam chegado em um bar, monitorado pela polícia, com uma motocicleta roubada. A campana estava sendo feita pelo fato de o local ser um possível ponto de tráfico de drogas. Na casa dos gêmeos, a PM localizou uma espingarda calibre 36 e várias munições para espingarda calibre 12 e 20. Os irmãos foram conduzidos à Delegacia Regional de Garanhuns onde foram autuados em flagrante.


Dois homens são atingidos de raspão por disparo de arma de fogo em rua de Garanhuns

Um mototaxista e um amigo dele foram vítimas de tentativa de homicídio na tarde do Sábado, 17 de agosto, em Garanhuns. Os dois, de 20 e 28 anos, se encontravam na Rua dos Operários quando um homem não identificado disparou contra as vítimas, atingindo-dos de raspão. Os dois foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e já foram liberados. Ninguém foi preso.

Jovem é vítima de facada no bairro São José, em Garanhuns


Um jovem de 22 anos foi esfaqueado na noite do Sábado, 17 de Agosto, no bairro São José, em Garanhuns. De acordo com informações, a vítima foi identificada como sendo Carlos Feitosa da Silva. Ele transitava na Rua Afonso Pequeno quando foi abordado por dois indivíduos que o esfaquearam alegando terem sido vítimas de roubo. No local alguns populares informaram que Carlos não tem envolvimento com crimes. O jovem foi socorrido pelo Samu para o Dom Moura onde ficou em observação. A Polícia Civil vai investigar a tentativa de homicídio.

CHEGA PRA LÁ NO PRECONCEITO: Um ano após conseguir direito de mudar nome e sexo nos documentos, Renata Síndica oficializa união em casamento comunitário realizado em Garanhuns


Em maio de 2018, ela já tinha conquistado o direito de alterar seu nome e o sexo presentes em seus registros de identidade e demais documentos civis, se tornando a primeira transexual de Garanhuns a ganhar esse direito. Pouco mais de um ano depois, Renata Síndica continua derrubando paradigmas e quebrando tabus. Ela foi uma das 38 noivas que contraíram matrimônio em um belo casamento comunitário ocorrido em Garanhuns na última sexta-feira, 16 de agosto.  VEJA AQUI COMO FOI

Vivendo com o noivo Victor há 25 anos, Renata deu um chega pra lá no preconceito e realizou um sonho de oficializar sua união perante à Justiça e a sociedade. Nascida Renato Alexsandro Gonçalves de Souza, a síndica do Manoel Camelo disse em entrevista ao V&C ano passado que desde criança sempre se identificou mais com a imagem feminina, principal característica dos transexuais, que nascem mulher, mas se veem presas em um corpo masculino, ou vice-versa.

A história de Renata serve de inspiração para outros transexuais. Ela, que já tinha duas datas de aniversário, a de nascimento e a do dia que conseguiu mudar sua documentação, agora tem mais um dia pra lembrar e comemorar. A do seu casamento após 25 anos de união. ANTES TARDE DO QUE NUNCA.

Fotos: Blog do Ronaldo César

SAIBA MAIS SOBRE A HISTÓRIA DE RENATA AQUI



sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Secretaria de Educação de Garanhuns esclarece sobre Idepe da Escola Monsenhor Tarcísio Falcão


A Secretaria Municipal de Educação de Garanhuns vem a público esclarecer a afirmação publicada na matéria sobre as “Escolas da Rede Municipal de Ensino que mais se destacaram no IDEPE 2018”, no último dia 14/08/2019, no Portal V&C. RELEIA AQUI A MATÉRIA

A Escola Monsenhor Tarcísio Falcão em 2017 não teve o seu índice de desenvolvimento da educação de Pernambuco calculado pelo CAEd (Universidade de Juiz de Fora), ficando sem o seu IDEPE. Embora se tenha a proficiência da escola informada no site do CAEd (www.saepe.caedufjf.net).

Em 2018, a referida escola foi avaliada, novamente, e obteve o IDEPE de 4,9, que “avaliamos como bastante satisfatório, mediante o trabalho realizado por toda a equipe da escola”, afirma a Diretora de Ensino, Profa. Cláudia Oliveira.

Entretanto, vale ressaltar que não tivemos um parâmetro comparativo de avaliar o crescimento de 2017 para 2018.

Sempre primando pela busca em ofertar a população os serviços de qualidade, nos colocamos à disposição de todos para quaisquer esclarecimentos.

Att,

Secretaria Municipal de Educação de Garanhuns

Trinta e oito casais se unem em bonito casamento comunitário em Garanhuns ; CONFIRA FOTOS


A cerimônia de casamento comunitário de cerca de 40 casais de Garanhuns culminou a série de ações promovidas durante a semana pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), vinculado ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), em parceria com a Prefeitura de Garanhuns e diversos apoiadores. A troca de alianças ocorreu no final da tarde desta sexta-feira (16), na quadra na Escola Municipal Padre Agobar Valença, e reuniu os noivos, padrinhos e familiares, além dos organizadores do evento.

Os casais beneficiados passaram por diversas preparações desde o início do mês de agosto, com oficinas de orientações sobre “Planejamento financeiro, emprego e renda” e  “Educação e conflitos”, promovidas pela Universidade Tiradentes (Unit); e a palestra “Banalização da violência doméstica e familiar: somos todos responsáveis”, ministrada pela Secretaria de Mulher. Durante a manhã de hoje, as noivas também tiveram a oportunidade de receber um momento de beleza para o casamento, proporcionado pelas secretarias de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) e Secretaria da Mulher.

O casal Margarida Lopes da Silva e José Janio Alves Melo está junto há dois anos e comemorou a união. “É uma emoção muito grande, eu achei maravilhosa essa parceria de todos para realizar o casamento comunitário, porque muitas pessoas não tem a condição e esse evento ajudou. Eu me senti nas nuvens durante o casório”, contou a noiva.

A juíza de direito Maria Betânia agradeceu o apoio das instituições envolvidas. “Essas ações aconteceram em decorrência do viés da cidadania e foram direcionadas à comunidade, no intuito de ajudar cada pessoa que participou dela. Estamos com mais projetos que serão divulgados em breve”, comentou.    


Assessoria de Comunicação Social e Imprensa — ACSI



Texto e fotos: Daniela Batista — Secom/PMG


Prefeitura de Garanhuns divulga informações importantes sobre vacinação conta o sarampo; confira


Diante dos quatro casos de sarampo confirmados ontem (15), em Pernambuco, provocados no contato com pacientes doentes de outro estado, a Secretaria Municipal de Saúde, e o Programa Nacional de Imunizações (PNI) em Garanhuns, vêm a público esclarecer que não há nenhum caso suspeito ou confirmado da doença em Garanhuns. A Secretaria reforça ainda as informações sobre a vacina tríplice viral — que além do sarampo, protege contra a rubéola e a caxumba, e está disponível de rotina nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do município.

A população até 49 anos, que não completou o esquema vacinal, deve comparecer até sua unidade de referência, munida do cartão de vacinação, para administração da tríplice viral. 

De acordo com as recomendações da Secretaria Estadual de Saúde (SES), a imunização com a tríplice deve seguir o seguinte esquema:


- Indivíduos de 12 meses a 29 anos de idade: 2 doses de tríplice viral com intervalo mínimo de 30 dias entre elas;

- Indivíduos de 30 a 49 anos de idade não vacinados: 1 dose de tríplice viral;

- Profissionais de saúde não vacinados: 2 doses com a vacina tríplice viral independente da idade, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.

No momento, ainda é indicada a vacinação de crianças de 6 meses a menores de 1 ano que vão se deslocar para municípios que apresentam surto ativo de sarampo. A imunização deve ser feita pelo menos 15 dias antes da viagem.

Em 2019, até 27 de julho, 85% das crianças com 1 ano fizeram a primeira dose da tríplice viral e 63% a segunda. A meta mínima é de 95% de cobertura. A SES-PE ainda reforça a importância dos municípios pernambucanos buscaram homogeneidade em suas coberturas para evitar o surgimento de casos.


Assessoria de Comunicação Social e Imprensa — (ACSI)

Com informações da Secretaria Estadual de Saúde e Secretaria Municipal de Saúde

DEZ, DOS TREZE VEREADORES, APROVAM MUDANÇA:Proposta de aumento no número de vereadores de Garanhuns ganha força na Câmara Municipal


Tramita há 60 dias na Câmara Municipal de Garanhuns, uma Proposta de Emenda à Lei Orgânica do Município no sentido de aumentar o número de cadeiras daquela casa legislativa de 13 para 15. O autor do projeto é o vereador Alcindo Correia, do PC DO B. 

No dia seis de agosto o tema foi apresentado e discutido na Comissão de Legislação e Justiça, onde estiveram presentes cerca de 10 partidos, a grande maioria favorável à mudança. O caminho até a aprovação ou rejeição em plenário consiste na tramitação da proposta pelas comissões de Justiça e Finanças, mas o autor está animado para a aprovação. É que dez, dos 13 vereadores da Casa Raimundo de Moraes, são favoráveis ao aumento de 13 para 15 vagas. Para a  mudar a Lei Orgânica são necessários os votos de nove parlamentares. "Garanhuns precisa de mais representatividade. São Bento do Una com 50 mil habitantes tem 15 cadeiras legislativas em sua câmara municipal. Ademais, o aumento se baseia na própria Constituição onde em seu Artigo 29, Letra F estabelece que um município com mais de 120 mil habitantes pode ter até 19 vereadores. Garanhuns atualmente tá com 150 mil habitantes e atende a esse requisito", pontou Alcindo Correia. Ainda segundo o parlamentar, o orçamento da Câmara Municipal de Garanhuns não muda com o aumento de 13 para 15 vagas, portanto, não haveria aumento de despesas. 

Em 2018, a ideia de aumento do número de vereadores em Garanhuns já havia tramitado nas comissões da Câmara, através de um projeto de Tonho de Belo. Na ocasião, o projeto previa que número de vereadores no município passaria de 13 para 17, mas não houve consenso na Casa e a proposta foi retirada.


LEGALIDADE
A Constituição Federal estabelece que o número de vereadores de um município deve ser definido pelo próprio Poder Legislativo municipal com base nas faixas populacionais fixadas em dispositivo do Artigo 29 da Carta Magna. Com cerca de 140 mil habitantes, Garanhuns pode ter o limite máximo de 19 vereadores preenchendo assim os requisitos legais para o aumento no número de cadeiras.

Para o número de vereadores de Garanhuns aumentar é necessário a proposta de emenda de Alcindo ir a plenário, ser votada em dois turnos, com intervalo mínimo de dez dias, e  ser aprovada por dois terços dos membros da Câmara Municipal. A mudança passaria a valer a partir das Eleições de 2020, para vereadores que assumirem em 2021. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...