Carregando...

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Lula e Dilma sabiam do Petrolão? Veja diz que sim; confira a matéria completa

A Veja publicou na sua edição de hoje (24/10), um dois dias antes da eleição presidencial , uma matéria com um depoimento do doleiro Alberto Youssef à PF prestado na última terça. Nele, o doleiro envolve diretamente nos escândalos do Petrolão as duas maiores estrelas do PT. Lula e Dilma. 


Segue a íntegra da matéria 

Carta ao Leitor desta edição termina com uma observação altamente relevante a respeito do dever jornalístico de publicar a reportagem a seguir às vésperas da votação em segundo turno das eleições presidenciais: “Basta imaginar a temeridade que seria não publicá-la para avaliar a gravidade e a necessidade do cumprimento desse dever”. VEJA não publica reportagens com a intenção de diminuir ou aumentar as chances de vitória desse ou daquele candidato. VEJApublica fatos com o objetivo de aumentar o grau de informação de seus leitores sobre eventos relevantes, que, como se sabe, não escolhem o momento para acontecer. Os episódios narrados nesta reportagem foram relatados por seu autor, o doleiro Alberto Youssef, e anexados a seu processo de delação premiada. Cedo ou tarde os depoimentos de Youssef virão a público em seu trajeto na Justiça rumo ao Supremo Tribunal Federal (STF), foro adequado para o julgamento de parlamentares e autoridades citados por ele e contra os quais garantiu às autoridades ter provas. Só então se poderá ter certeza jurídica de que as pessoas acusadas são ou não culpadas.


Na última terça-feira, o doleiro Alberto Youssef entrou na sala de interrogatórios da Polícia Federal em Curitiba para prestar mais um depoimento em seu processo de delação premiada. Como faz desde o dia 29 de setembro, sentou-se ao lado de seu advogado, colocou os braços sobre a mesa, olhou para a câmera posicionada à sua frente e se pôs à disposição das autoridades para contar tudo o que fez, viu e ouviu enquanto comandou um esquema de lavagem de dinheiro suspeito de movimentar 10 bilhões de reais. A temporada na cadeia produziu mudanças profundas em Youssef. Encarcerado des­de março, o doleiro está bem mais magro, tem o rosto pálido, a cabeça raspada e não cultiva mais a barba. O estado de espírito também é outro. Antes afeito às sombras e ao silêncio, Youssef mostra desassombro para denunciar, apontar e distribuir responsabilidades na camarilha que assaltou durante quase uma década os cofres da Petrobras. Com a autoridade de quem atuava como o banco clandestino do esquema, ele adicionou novos personagens à trama criminosa, que agora atinge o topo da República.
Comparsa de Youssef na pilhagem da maior empresa brasileira, o ex-diretor Paulo Roberto Costa já declarara aos policiais e procuradores que nos governos do PT a estatal foi usada para financiar as campanhas do partido e comprar a fidelidade de legendas aliadas. Parte da lista de corrompidos já veio a público. Faltava clarear o lado dos corruptores. Na ter­ça-feira, Youssef apre­sentou o pon­­to até agora mais “estarrecedor” — para usar uma expressão cara à pre­sidente Dilma Rous­seff — de sua delação premiada. Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro foi taxativo:
— O Planalto sabia de tudo!
— Mas quem no Planalto? — perguntou o delegado.
— Lula e Dilma — respondeu o doleiro.
Para conseguir os benefícios de um acordo de delação premiada, o criminoso atrai para si o ônus da prova. É de seu interesse, portanto, que não falsifique os fatos. Essa é a regra que Yous­sef aceitou. O doleiro não apresentou — e nem lhe foram pedidas — provas do que disse. Por enquanto, nesta fase do processo, o que mais interessa aos delegados é ter certeza de que o de­poente atuou diretamente ou pelo menos presenciou ilegalidades. Ou seja, querem estar certos de que não lidam com um fabulador ou alguém interessado apenas em ganhar tempo for­necendo pistas falsas e fazendo acu­sações ao léu. Youssef está se saindo bem e, a exemplo do que se passou com Paulo Roberto Costa, o ex-diretor da Petrobras, tudo indica que seu processo de delação premiada será homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Na semana passada, ele aumentou de cerca de trinta para cinquenta o número de políticos e autoridades que se valiam da corrupção na Petrobras para financiar suas campanhas eleitorais. Aos investigadores, Youssef detalhou seu papel de caixa do esquema, sua rotina de visitas aos gabinetes poderosos no Executivo e no Legislativo para tratar, em bom português, das operações de lavagem de dinheiro sujo obtido em transações tenebrosas na estatal. Cabia a ele expatriar e trazer de volta o dinheiro quando os envolvidos precisassem.
Uma vez feito o acordo, Youssef terá de entregar o que prometeu na fa­se atual da investigação. Ele já con­tou que pagava em nome do PT mesadas de 100 000 a 150 000 reais a ­parlamentares aliados ao partido no Congresso. Citou nominalmente a ex-mi­nistra da Casa Civil Gleisi Hoff­mann, a quem ele teria repassado 1 mi­lhão de reais em 2010. Youssef disse que o dinheiro foi entregue em um shopping de Curitiba. A senadora ne­gou ter sido beneficiada.
Entre as muitas outras histórias consideradas convincentes pelos investigadores e que ajudam a determinar a alta posição do doleiro no esquema — e, consequentemente, sua relevância pa­ra a investigação —, estão lembranças de discussões telefônicas entre Lula e o ex-deputado José Janene, à época líder do PP, sobre a nomeação de operadores do partido para cargos estratégicos do governo. Youssef relatou um episódio ocorrido, segundo ele, no fim do governo Lula. De acordo com o doleiro, ele foi convocado pelo então presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, para acalmar uma empresa de publicidade que ameaçava explodir o esquema de corrupção na estatal. A empresa quei­xa­va-­se de que, depois de pagar de forma antecipada a propina aos políticos, tive­ra seu contrato rescindido. Homem da confiança de Lula, Gabrielli, segundo o doleiro, determinou a Youssef que captasse 1 milhão de reais entre as empreiteiras que participavam do petrolão a fim de comprar o silêncio da empresa de publicidade. E assim foi feito.
Gabrielli poderia ter realizado toda essa manobra sem que Lula soubesse? O fato de ter ocorrido no governo Dilma é uma prova de que ela estava conivente com as lambanças da turma da estatal? Obviamente, não se pode condenar Lula e Dilma com base apenas nessa narrativa. Não é disso que se trata. Youssef simplesmente convenceu os investigadores de que tem condições de obter provas do que afirmou a respeito de a operação não poder ter existido sem o conhecimento de Lula e Dilma — seja pelos valores envolvidos, seja pelo contato constante de Paulo Roberto Costa com ambos, seja pelas operações de câmbio que fazia em favor de aliados do PT e de tesoureiros do partido, seja, principalmente, pelo fato de que altos cargos da Petrobras envolvidos no esquema mudavam de dono a partir de ordens do Planalto.
Os policiais estão impressionados com a fartura de detalhes narrados por Youssef com base, por enquanto, em sua memória. “O Vaccari está enterrado”, comentou um dos interrogadores, referindo-se ao que o do­leiro já narrou sobre sua parceria com o tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto. O doleiro se comprometeu a mostrar documentos que comprovam pelo menos dois pagamentos a Vaccari. O dinheiro, desviado dos cofres da Petrobras, teria sido repassado a partir de transações simuladas entre clientes do banco clandestino de Youssef e uma empresa de fachada criada por Vaccari. O doleiro preso disse que as provas desses e de outros pagamentos estão guardadas em um arquivo com mais de 10 000 notas fiscais que serão apresentadas por ele como evidências. Nesse tesouro do crime organizado, segundo Youssef, está a prova de uma das revelações mais extraordinárias prometidas por ele, sobre a qual já falou aos investigadores: o número das contas secretas do PT que ele operava em nome do partido em paraísos fiscais. Youssef se comprometeu a ajudar a PF a localizar as datas e os valores das operações que teria feito por instrução da cúpula do PT.
Depois da homologação da de­lação premiada, que parece assegurada pelo que ele disse até a semana passada, Youssef terá de apresentar à Justiça mais do que versões de episódios públicos envolvendo a presidente. Pela posição-chave de Youssef no esquema, os investigadores estão con­fiantes em que ele produzirá as provas necessárias para a investigação prosseguir. Na semana que vem, Alberto Youssef terá a oportunidade de relatar um episódio ocorrido em março deste ano, poucos dias antes de ser preso. Youssef dirá que um integrante da ­coor­­denação da campanha presidencial do PT que ele conhecia pelo nome de “Felipe” lhe telefonou para marcar um encontro pessoal e adiantou o assunto: repatriar 20 milhões de reais que seriam usados na cam­panha presidencial de Dilma Rous­seff. Depois de verificar a origem do telefonema, Youssef marcou o encontro que nunca se concretizou por ele ter se tornado hóspede da Polícia Federal em Curitiba. Procurados, os defensores do doleiro não quiseram comentar as revelações de Youssef, justificando que o processo corre em segredo de Justiça. Pelo que já contou e pelo que promete ainda entregar aos investigadores, Youssef está materializando sua amea­ça velada feita dias atrás de que iria “chocar o país”.
DINHEIRO PARA O PT 
Lula Marques/Folhapress/VEJA
Alberto Youssef também voltou a detalhar os negócios que mantinha com o tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto, homem forte da campanha de Dilma e conselheiro da Itaipu Binacional. Além de tratar dos interesses partidários com o dirigente petista, o doleiro confi rmou aos investigadores ter feito pelo menos duas grandes transferências de recursos a Vaccari. O dinheiro, de acordo com o relato, foi repassado a partir de uma simulação de negócios entre grandes companhias e uma empresa-fantasma registrada em nome de laranjas mas criada pelo próprio Vaccari para ocultar as operações. Ele nega

ENTREGA NO SHOPPING
Sérgio Lima/Folhapress/VEJA
Alberto Youssef confirmou aos investigadores o que disse o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa sobre o dinheiro desviado da estatal para a campanha da exministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT-PR) ao Senado, em 2010. Segundo ele, o repasse dos recursos para a senadora petista, no valor de 1 milhão de reais, foi executado em quatro parcelas. As entregas de dinheiro foram feitas em um shopping center no centro de Curitiba. Intermediários enviados por ambos entregaram e receberam os pacotes. Em nota, a senadora disse que não recebeu nenhuma doação de campanha nem conhece Paulo Roberto Costa ou Alberto Youssef

ELE TAMBÉM SABIA
Sérgio Lima/Folhapress/VEJA
Durante o segundo mandato de Lula, o doleiro contou que foi chamado pelo presidente da Petrobras, José sergio Gabrielli, para tratar de um assunto que preocupava o Planalto. Uma das empresas com contratos de publicidade na estatal ameaçava revelar o esquema de cobrança de pedágio. Motivo: depois de pagar propina antecipadamente, a empresa teve seu contrato rescindido. Ameaçado pelo proprietário, Gabrielli pediu ao doleiro que captasse 1 milhão de reais com as empreiteiras do esquema e devolvesse a quantia à empresa de publicidade. Gabrielli não quis se pronunciar

CONTAS SECRETAS NO EXTERIOR
VEJA
Desde que Duda Mendonça, o marqueteiro da campanha de Lula em 2002, admitiu na CPI dos Correios ter recebido pagamentos de campanha no exterior (10 milhões de dólares), pairam sobre o partido suspeitas concretas da existência de dinheiro escondido em paraísos fiscais. Para os interrogadores de Alberto Youssef, no entanto, essas dúvidas estão começando a se transformar em certeza. O doleiro não apenas confi rmou a existência das contas do PT no exterior como se diz capaz de ajudar a identifi cá-las, fornecendo detalhes de operações realizadas, o número e a localização de algumas delas.

UM PERSONAGEM AINDA OCULTO
VEJA














O doleiro narrou a um interlocutor que seu esquema criminoso por pouco não atuou na campanha presidencial deste ano. Nos primeiros dias de março, Youssef recebeu a ligação de um homem, identifi cado por ele apenas como “Felipe”, integrante da cúpula de campanha do PT. Ele queria os serviços de Youssef para repatriar 20 milhões de reais que seriam usados no caixa eleitoral. Youssef disse que chegou a marcar uma segunda conversa para tratar da operação, mas o negócio não foi adiante porque ele foi preso dias depois. Esse trecho ainda não foi formalizado às autoridades.

Crédito: Broglio/AP/VEJA
ATÉ A MÁFIA FALOU - Tommaso Buscetta, o primeiro mafi oso a fazer delação premiada. Na Sicília, seu sobrenome virou xingamento
​Quem delata pode mentir?
Alexandre Hisayasu
A delação premiada tem uma regra de ouro: quem a pleiteia não pode mentir. Se, em qualquer momento, fi car provado que o delator não contou a verdade, os benefícios que recebeu como parte do acordo, como a liberdade provisória, são imediatamente suspensos e ele fica sujeito a ter sua pena de prisão aumentada em até quatro anos.
Para ter validade, a delação premiada precisa ser combinada com o Ministério Público e homologada pela Justiça. O doleiro Alberto Youssef assinou o acordo com o MP no fi m de setembro. Desde então, vem dando depoimentos diários aos procuradores que investigam o caso Petrobras. Se suas informações forem consideradas relevantes e consistentes, a Justiça - nesse caso, o Supremo Tribunal Federal, já que o doleiro mencionou políticos - homologará o acordo e Youssef será posto em liberdade, como já ocorreu com outro delator envolvido no mesmo caso, Paulo Roberto Costa. O ex-diretor da Petrobras deu detalhes ao Ministério Público e à Polícia Federal sobre o funcionamento do esquema milionário de pagamento de propinas que funcionava na estatal e benefi ciava políticos de partidos da base aliada do governo. Ele já deixou a cadeia e aguarda o julgamento em liberdade. O doleiro continua preso.
Até o ano passado, a lei brasileira previa que o delator só poderia usufruir os benefícios do acordo de delação ao fi m do processo com o qual havia colaborado - e se o juiz assim decidisse. Ou seja, apenas depois que aqueles que ele tivesse incriminado fossem julgados é que a Justiça resolveria se o delator mereceria ganhar a liberdade. Desde agosto de 2013, no entanto, esses benefícios passaram a valer imediatamente depois da homologação do acordo. “Foi uma forma de estimular a prática. Você deixa de punir o peixe pequeno para pegar o grande”, diz o promotor Arthur Lemos Júnior, que participou da elaboração da nova lei.
Mais famoso - e prolífero - delator da história recente, o mafi oso Tommaso Buscetta levou à cadeia cerca de 300 comparsas. Preso no Brasil em 1983, fechou acordo com a Justiça italiana e foi peça-chave na Operação Mãos Limpas, responsável pelo desmonte da máfi a siciliana. Depois disso, conseguiu proteção para ele e a família e viveu livre nos Estados Unidos até sua morte, em 2000.

Júri de acusados de canibalismo em Garanhuns é cancelado


Previsto para a próxima quarta-feira (29), o julgamento do trio conhecido como “canibais de Garanhuns” foi cancelado. A decisão foi tomada porque ainda será designado um defensor público para Jorge Beltrão Negromonte da Silveira e Bruna Cristina da Silva, dois dos acusados pelos assassinatos de mulheres.

Neste júri, os três réus responderiam pela mrote de uma vítima em Olinda. O advogado que era responsável pela defesa dos dois, Ranieri Aquino de Freitas, foi preso em julho deste ano por desvio de verba pública, cometido enquanto era prefeito de Sanharó, em 2004. Por conta da prisão, ele não chegou a encaminhar as alegações finais sobre o caso, antes que a Justiça decidisse que os acusados iriam à júri. Isabel Cristina Pires, mulher de Jorge, também está entre os réus. Ela tem outro advogado.

De acordo com a assessoria do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), o Ministério Público solicitou que o júri fosse cancelado para que a defensoria pudesse estudar o processo e encaminhar as alegações finais. Após isso, então, a juíza Maria Segunda Gomes de Lima, da Comarca de Olinda, decidirá quando o trio irá à júri popular pelo homicídio quadruplamente qualificado, vilipêndio e ocultação de cadáver de Jéssica Camila da Silva Pereira. Não há novo prazo para a decisão da magistrada.

Após ler matéria no V&C, mulheres revelam também terem sido abusadas por psiquiatra

No nosso dicionário o termo "Psiquiatra" designa aquele profissional que trata das doenças mentais. Com 40 anos atuando nessa especialidade, o médico o Lindenberg Isaac Macedo foi incapaz de perceber ou ignorou que ele próprio precisava de tratamento.  Com sinais evidentes de ser acometido  por uma compulsão obsessiva em abusar sexualmente de algumas pacientes, fica cada vez mais comprovado que a lista de vitimas do médico pode ser bem maior do que a divulgada ou investigada. 

 É o que mostra a sucessão de acontecimentos ocorridos desde sua prisão. Um dia após o V&C exibir o depoimento de Lúcia de Fátima da Silva, que corajosamente afirmou ter sido vítima de ato libidinoso praticado por Lindenberg, outras duas mulheres nos relataram que também foram abusadas sexualmente por ele. A primeira contou uma história parecida com a de Lúcia de Fátima quando, em uma consulta em 2009, o médico teria acariciado suas partes íntimas, mas foi o segundo relato, o mais importante porque traz um fato novo. A polícia trabalha com um período compreendido entre 2008 e 2014 para enquadrar o período dos supostos abusos, mas, o caso chegado até a nossa redação data de 1999, nove anos antes de começarem as investigações. 

"Fui vítima dele, tinha apenas 19 anos, odeio esse psicopata ". Assim começou a nossa conversa com Lílian (nome fictício) já que a pessoa pediu para não ser identificada.  Ela continuou dizendo que em 1999 foi ao consultório de Lindenberg com a mãe para tratar de uma depressão, mas, de início, estranhou porque o profissional não permitiu a entrada de sua genitora no consultório. "Ao entrar já tive medo pois ele tinha uma aparência estranha, parecia mais louco do que eu. Fez algumas perguntas, eu respondi, depois disse pra eu não ter vergonha que ele ia fazer eu ficar boa. Mandou eu fechar os olhos e começou a passar a mão em mim, dizendo que era assim mesmo. Me tocou no colo, rosto, cabelo, coxas e quase nos seios. Depois me pediu para eu pensar fazendo sexo. Na época eu era virgem, fiquei com nojo dele," disse Lilian. Ela ainda revelou que se desvencilhou dos ataques do médico e saiu correndo do consultório.  No mesmo dia contou a sua mãe que ficou horrorizada, mas não denunciou para preservar a intimidade da família. Senti ódio, nojo, raiva. Tenho traumas até hoje. Quando soube da prisão dele fiquei de alma lavada. "Quero que ele pague por tudo que fez", disse a mulher

Em um dado momento da conversa, visivelmente constrangida e nervosa Lilian interrompe bruscamente seu relato.   "Não estou me sentindo bem falando sobre isso, vou encerrar a conversa, tenho trauma, me desculpe",  despediu-se.

"Capa da Veja é ato de terrorismo", diz Dilma na TV


A presidente Dilma Rousseff dedicou boa parte de sua última propaganda no horário eleitoral na TV para criticar a revista ‘Veja’ pela reportagem em que afirma que o doleiro Alberto Youssef, em delação premiada à Justiça, teria dito que ela e o ex-presidente Lula sabiam dos desvios de dinheiro na Petrobras. Dilma afirmou que a revista “e seus cúmplices” terão de responder na Justiça pelo "ato de terrorismo", por não apresentar qualquer prova, visando apenas impactar no resultado das eleições.

— Hoje, a revista excedeu todos os limites da decência e da falta de ética, pois insinua que eu teria conhecimento prévio dos malfeitos na Petrobras e que o presidente Lula seria um dos seus articuladores. (...) A começar pela antecipação da sua edição semanal para hoje, sexta-feira, quando normalmente chega às bancas no domingo. Mas como das outras vezes, e em outras eleições, Veja vai fracassar no seu intento criminoso. A única diferença é que, desta vez, ela não ficará impune. A Justiça livre deste país seguramente vai condená-la por este crime — reagiu Dilma, acrescentando:

— Não posso me calar frente a este ato de terrorismo eleitoral articulado pela revista Veja e seus parceiros ocultos. (...) Sem apresentar nenhuma prova concreta e, mais uma vez, baseando-se em supostas declarações em pessoas do submundo do crime, a revista tenta envolver diretamente a mim e ao presidente Lula nos episódios da Petrobras que estão sob investigação da Justiça (...) Isso é um absurdo, isso é um crime.

O programa petista acusa a revista: “Todas as eleições, quando candidatos do PT aparecem à frente das pesquisas, a revista tenta desesperadamente influenciar no resultado” diz o apresentador.

Capa da Veja associa Lula e Dilma ao Propinobras


O GLOBO

Confira para quais cargos são as 127 vagas do concurso da prefeitura de Garanhuns


A prefeitura ainda não divulgou, mas o V&C trás em primeira mão. Trata-se de um TAC ( Termo de Ajustamento de Conduta) firmado entre Izaías  e o MP em Garanhuns, através do promotor Domingos Sávio. Por ele fica acertado, entre outras coisas, a quantidade de vagas para cada cargo como mostra a lista abaixo. Confira em primeira mão






O CONCURSO

Deve ser realizado provavelmente em março de 2015. O edital sai até final de dezembro, oferecendo 127 vagas para os cargos acima descritos. Com cerca de 1.250 servidores contratados, as apenas 127 vagas para concursados caíram como um balde de água fria na cabeça dos concurseiros. A previsão de um próprio secretário do Governo Izaías, divulgada amplamente na imprensa, era de que o concurso teria 450 vagas, o que passou longe de se concretizar.



Polícia estoura Boca de Fumo e apreende 5 kg de maconha em Garanhuns

apreensao de droga 1ª DP de Garanhuns - agresteviolento.com.br
Policiais civis da primeira delegacia, sob o comando do delegado Helianthus Soares investigavam há meses a venda de entorpecentes no bairro da Boa Vista, mas precisamente na Rua São Miguel onde identificaram o suspeito, Antônio Lopes de 52 anos, de vulgo “Tonho Lopes”, vendendo droga em sua residência. 

De acordo com a civil, na manhã de ontem (23), os policiais lograram êxito na diligência e apreenderam na casa do suspeito, aproximadamente 5kg de maconha prensada, além de vários objetos, dentre eles bebidas alcoólicas, televisores, ventilador, extintores, ferramentas manuais, celulares e a quantia de R$ 375,00 reais (dinheiro fracionado), oriundo da venda do entorpecente. 

Além de Tonho Lopes, foi detida Ana Paula Marques, 22 anos, a qual já havia sido presa em flagrante auxiliando o suspeito na venda de droga. Tonho Lopes também tem passagem pela justiça por Tráfico de Droga.  

Presa pela Polícia Civil de Garanhuns - agresteviolento.com.br
Tonho Lopes - agresteviolento.com.br
Apreensão 1ª Delegacia de Garanhuns - agresteviolento.com.br

Com informações do Agreste Violento: www.agresteviolento.com.br

Administrador diocesano transfere pároco da Matriz de Santo Antônio e desagrada fiéis


Mal-estar entre uma comissão formada por dezenas de casais do ECC, (Encontro de Casais com Cristo), que prestam um importante serviço religioso na Matriz de Santo Antônio e o administrador diocesano, Monsenhor Benevenuto Sátiro de Araújo.  É que este último, transferiu o padre Sergio Tenório de Oliveira da Igreja de Santo Antônio para São Bento do Una. As transferências no âmbito da Igreja Católica são comuns e visam atender as necessidades pastorais das dioceses. O que está  incomodando os fiéis, neste caso específico, é que o padre Sergio estava há apenas oito meses à frente da Matriz e vinha desempenhando um ótimo trabalho. Outra reclamação dos entusiastas do FICA/SÉRGIO, é que o grupo tentou uma audiência com o administrador diocesano para tentar obter explicações, mas o religioso não os teria recebido.

"O então bispo Dom Fernando transferiu o padre Sergio de São João para a Igreja de Santo Antônio depois deste ficar nove anos por la. Agora apenas 8 meses depois, Monsenhor Benevenuto tira ele daqui sem motivos e não dá uma satisfação aos paroquianos. Isso entristece e acaba afastando o povo da Casa de Deus", disse Othoni Ferro de Lima, que entrou em contato com o V&C para expressar sua indignação. Ele revelou ainda que um manifesto foi organizado com cerca de cem casais participantes do ECC para protestar.
Padre Sergio foi transferido para São Bento do Una e fiéis reclamam

Não nos cabe questionar o mérito das decisões da Diocese, mas como fomos procurados pelos fiéis, cabe uma reflexão ponderada. Transferências são salutares no seio da Santa Sé, mas é estranho que o padre Sergio só tenha ficado 8 meses como pároco da Igreja de Santo Antônio. Era bem quisto pelos fiéis, caso não fosse não, estaria sendo gerada toda essa comoção em torno de sua partida. Nosso apelo é no sentido de que Monsenhor Bené, pastor experiente e sensato, ao menos receba os insatisfeitos para uma conversa, onde ele possa explicar, mesmo não sendo obrigado os motivos que levaram a remoção precoce do padre Sergio, ou quem sabe revê-la. O gesto de generosidade talvez aplaque os ânimos acirrados, ávidos  por um diálogo.   É bom que se diga que Sergio não foi o único a revoar de sua paróquia. Mais seis padres foram transferidos, como mostra a relação abaixo.



ROL DE TRANSFERÊNCIAS
1 – Pe. Marcos André Ferreira Gomes transferido para a Paróquia de Santa Terezinha do Menino Jesus e dos Beatos Luis e Zélia, seus pais, em Terezinha – PE;

2 – Pe. Valdevan Bezerra dos Santos transferido para a Paróquia de São Luiz Gonzaga em Paranatama – PE;

3 – Pe. Gabriel Belo Cavalcante transferido para a Paróquia do Sagrado Coração de Jesus na Cohab II, em Garanhuns - PE;


4  -  Mons. Carlos André Vieira Alexandre Paes  transferido para a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição em Correntes – PE;

5  - Pe. Welington Vilar de Araújo transferido para a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição em Águas Belas – PE;

6  -  Pe. Roberto Bezerra da Rocha Junior transferido para a Paróquia de Santo Antônio de Garanhuns – Catedral – Garanhuns - PE;

Monsenhor Benevenuto, administrador diocesano

DIOCESE DE GARANHUNS ESTÁ EM SEDE VACANTE

O ex-bispo de Garanhuns Dom Fernando foi nomeado pelo Papa, novo Arcebispo Militar do Brasil. Com isso, o cargo ficará vago até Francisco escolher o substituto de Fernando, o que pode demorar bastante. Enquanto o novo bispo não chega, a liderança da Diocese de Garanhuns fica com o administrador diocesano, que é o Monsenhor Benevenuto.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Paciente que disse ter sido abusada sexualmente por psiquiatra de Garanhuns relata drama

Em depoimento, mulher descreve detalhes do abuso sexual cometido pelo médico psiquiatra Lindenberg J. Macedo, preso nesta terça.(21) em Garanhuns. Ela ainda acusa o Cremepe de omissão no caso.
Lúcia de Fátima da Silva, ex-paciente do médico Lindenberg

 Na última terça-feira (21/10), o médico psiquiatra Lindenberg Isaac de Macedo, de 73 anos, foi preso sob a acusação de ter abusado sexualmente de 3 pacientes aqui em Garanhuns. Ele foi capturado no seu consultório na Avenida Simoa Gomes (Heliópolis) e, desde então, o seu endereço  é a Cadeia Municipal da cidade.

 A consultora Lúcia de Fátima da Silva, 40 anos, tem 3 filhos de 20, 18 e 36 anos. Ela estava em casa quando soube da prisão. Diferentemente das outras supostas vítimas, afirmou não ter sido sedada. Em entrevista ao V&C, a ex-paciente detalhou como foi atacada por Lindenberg durante uma consulta.  Disse, entre outras coisas, que ele lambeu seu rosto e colo e que ainda tentou agarrá-la, beijando-a, tocando nos seus seios e a chamando de sexy e gostosa.

Lúcia denunciou o caso primeiramente ao Cremepe (Conselho Regional de Medicina de Pernambuco). Com isso ela queria ficar no anonimato, mas, segundo seu relato, o órgão não teria dado crédito a história, arquivando a denúncia e absolvendo o suspeito. "Eles disseram que eu fantasiei, que eu não estava sendo consistente no que falava, mas, felizmente, o Ministério Público e a polícia acreditaram em mim e esse homem hoje está preso", revelou.  O V&C também teve acesso a conclusão da sindicância do Cremepe a respeito do caso. O documento revela o total descomprometimento do órgão em apurar a verdade dos fatos, o que acabou culminando com a absolvição do médico de um processo interno que poderia cassar seu CRM. Tivemos acesso ainda ao depoimento de Lúcia ao MP em janeiro de 2013 onde ela revela mais detalhes do seu drama. (ver imagens abaixo).

Psiquiatra Lindeberg Isaac de Macedo é acusado de abusar
sexualmente de pacientes em seu consultório em Garanhuns


OUÇA ÁUDIO COM O DEPOIMENTO DE LÚCIA DE FÁTIMA.





DOCUMENTOS DO PROCESSO


Denúncia de paciente ao Cremepe (clique na imagem para ampliá-la)



Defesa de Lindenber e arquivamento da denúncia pelo Cremepe
(clique na imagem para ampliá-la)




Depoimento de Lúcia Fátima ao Ministério Público em janeiro de 2013
(Clique na imagem para ampliá-la)

SAIBA MAIS SOBRE O CASO, CLICANDO AQUI

Dilma e Lula sabiam de tudo, diz Alberto Youssef à Polícia Federal

Em depoimento prestado na última terça-feira, o doleiro que atuava como banco clandestino do petrolão implica a presidente e seu antecessor no esquema de corrupção


Capa - Edição 2397
Na última terça-feira, o doleiro Alberto Youssef entrou na sala de interrogatórios da Polícia Federal em Curitiba para prestar mais um depoimento em seu processo de delação premiada. Como faz desde o dia 29 de setembro, sentou-se ao lado de seu advogado, pôs os braços sobre a mesa, olhou para a câmera posicionada à sua frente e se colocou à disposição das autoridades para contar tudo o que fez, viu e ouviu enquanto comandou um esquema de lavagem de dinheiro suspeito de movimentar 10 bilhões de reais. 
A temporada na cadeia produziu mudanças profundas em Youssef. Encarcerado desde março, o doleiro está bem mais magro, tem o rosto pálido, o cabelo raspado e não cultiva mais a barba. O estado de espírito também é outro. Antes afeito às sombras e ao silêncio, Youssef mostra desassombro para denunciar, apontar e distribuir responsabilidades na camarilha que assaltou durante quase uma década os cofres da Petrobras. Com a autoridade de quem atuava como o banco clandestino do esquema, ele adicionou novos personagens à trama criminosa, que agora atinge o topo da República. Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro foi taxativo:
— O Planalto sabia de tudo!
— Mas quem no Planalto?, perguntou o delegado.
— Lula e Dilma, respondeu o doleiro.
A Veja chega às bancas nesta sexta (24) 

Fonte: Revista Veja

MP investiga chuva de denúncias do vereador Sivaldo Albino contra a Administração Izaías

Vereador Sivaldo Albino (PPS)
O Ministério Público de Pernambuco, através da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania, converteu em inquérito civil cinco denúncias do vereador Sivaldo Albino contra a administração do prefeito Izaías Régis. As Portarias foram publicadas no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, dia 22 de outubro.

Em comunicado à imprensa o vereador do PPS, candidato a deputado nas últimas eleições, disse que ao longo do seu mandato tem  procurado cumprir fielmente o real papel do Vereador, que é legislar, reivindicar e fiscalizar as ações e aplicações dos recursos públicos pelo Poder Executivo. 

Ainda segundo o edil garanhuense, as declarações de Izaías de que as denúncias feitas por ele tendem a se esvaziar por falta de consistência, não são verdadeiras. "Mais uma vez nosso Gestor falta com a verdade para a população. O convertimento dos procedimentos preparatórios em inquéritos é a prova de que o Ministério Público de Pernambuco está atento as irregularidades da atual administração municipal e que os fatos estão sendo apurados e chegará a uma conclusão assim como foi no caso da Licitação da Xerox onde já se encontrou uma irregularidade no superfaturamento de 95%, e está passível de devolução o valor de R$ 51.523,85", afirmou Sivaldo

Confira os Inquéritos Civil  Instaurados:

Portaria 034/2014:  Trata do Suposto ato de Improbidade Administrativa decorrente de direcionamento e superfaturamento de licitação modalidade Pregão Eletrônico nº 026/2013, referente a locação de máquinas e veículos destinados à manutenção de serviços públicos essenciais para realização e gerenciamento de transporte, em que foi vencedora a empresa Locaserv Locação e Serviços Ltda;

  Portaria 065/2014: Trata do Suposto ato de Improbidade Administrativa decorrente de direcionamento de licitação na modalidade concorrência nº 002/2013, referente a contratação de empresa para prestação de serviços integrados de publicidade e propaganda para divulgação de atos e ações da municipalidade;

Portaria 068/2014: Trata do Suposta ato de Improbidade Administrativa por infração ao Princípio da Publicidade consistente em uso de símbolos e cores correlacionadas à marca de sua administração;

  Portaria 070/2014: Trata sobre o pagamento irregular de Gratificações e nomeações de pessoas para cargos inexistentes;

Portaria 073/2014:  Trata do suposto ato de Improbidade Administrativa referente a Irregularidades de derrubadas de árvores do Parque Euclides Dourado, bem como a destinação dada à madeira.

Uma das 5 denúncias publicadas no Diário Oficial do Estado


Dilma abre vantagem e chega a 54% dos votos válidos; Aécio tem 46%, aponta Ibope

Candidata do PT passa a liderar isoladamente a disputa do 2º turno pela primeira vez, enquanto tucano perde 5 pontos em uma semana


A nova pesquisa Ibope/Estado/TV Globo mostra, pela primeira vez no 2.º turno, a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, liderando sozinha a corrida eleitoral. Ela aparece com 54% dos votos válidos contra 46% do candidato do PSDB, Aécio Neves. A diferença de oito pontos entre eles está além da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos. Além disso, a inércia é favorável à petista: ela cresceu e o tucano caiu.
Em votos totais, Dilma chegou a 49% contra 41% do tucano. Há 3% de indecisos e 7% de eleitores que pretendem anular ou votar em branco. Em comparação à pesquisa anterior do Ibope, divulgada na quarta-feira da semana passada, Dilma cresceu seis pontos nos votos totais (43% para 49%), enquanto Aécio perdeu quatro pontos (45% para 41%). A diferença de dois pontos veio dos indecisos, que eram 5% e agora são 3%. Não mudou a taxa de brancos e nulos.
Estadão

Garanhuns Garden Shopping inaugura estande de vendas dia 31/10


O Garanhuns Garden Shopping, um dos maiores empreendimentos comerciais da história de Garanhuns, inaugura no dia 31 de outubro, sexta-feira, seu estande de vendas. Localizado na Rod. BR 423 – KM 91, lado ímpar s/n, no Heliópolis, o imóvel servirá como um ponto de apoio comercial e visa possibilitar maior contato entre os empresários e o futuro shopping do agreste pernambucano.

Segundo Marcelo Escobar, Gerente Comercial Regional da Tenco Shopping Centers, empresa responsável pela implantação do empreendimento, o estande será de suma importância, principalmente para agilizar as negociações. "O imóvel foi construído para receber a todos de forma adequada, diariamente, em horário comercial. Estamos animados com o grande número de contatos de interessados em reservar um espaço no mall, tanto pelo site, telefone e consultores comerciais que já estão na cidade. Com o estande teremos plenas condições de dar retorno ao volume de propostas que recebemos", destaca Escobar.

Os interessados em adquirir um espaço, no Garanhuns Garden Shopping, podem visitar o estande onde a equipe especializada está pronta para atendê-los.

Além do estande de vendas, há consultores prontos para esclarecer eventuais dúvidas: Manuela Síebra (81) 9937-7191 e Marcelo Escobar (31)3286-8343.

O Garanhuns Garden Shopping
O Garanhuns Garden Shopping já conta com grandes marcas do varejo nacional em fase final de negociação, entre elas C&A, Cinemark, Lojas Americanas, Magic Games, Marisa e Riachuelo.  O megacentro terá 35 mil m² de área construída dentre elas quatro lojas “âncoras”, duas megalojas, seis salas de cinema com tecnologia 3Dnove estabelecimentos de serviços e estacionamento com mais de 900 vagas. Outro ponto que merece destaque é a praça de alimentação, que contará com dois restaurantes e 21 opções de fast-food. Haverá ainda uma grande rede de supermercados presente no empreendimento.

O Garanhuns Garden Shopping receberá cerca de R$ 150 milhões em investimentos. A expectativa é de que sejam movimentados anualmente R$ 250 milhões em vendas, gerando aumento significativo na arrecadação do município. Estima-se que serão gerados cerca de cinco mil empregos diretos e indiretos, durante e após as obras.

Trecho urbano de rodovia que liga Garanhuns a São João terá fiscalização intensificada


A Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT) firmou convênio com o Departamento de Estradas e Rodagens do Estado de Pernambuco (DER/PE). O acordo, celebrado com o intuito de aumentar os trabalhos de fiscalização de veículos e segurança viária, tem vigência de um ano, podendo ser renovado outras vezes. Ao todo, 28 agentes de trânsito serão credenciados para atuarem na rodovia PE-177 e em trechos de outras rodovias estaduais, localizadas no âmbito do território do município.

Entre as atribuições estão a fiscalização no cumprimento do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), fiscalização conjunta dos transportes de passageiros, no que diz respeito à sua regularidade e segurança, incluindo transporte escolar e de aluguel; apreensão de veículos, quando for o caso; desenvolvimento de ações de engenharia de tráfego, após análise, estudo de dados e elaboração de diagnóstico de pontos críticos, inclusive com veiculação de campanhas educativas junto à população.

A presidente da AMSTT, Ana Rossini, e o diretor de trânsito da AMSTT, Elielson Pereira, estiveram, na última segunda-feira (20), em Recife, reunido com o coordenador de transporte e trânsito do DER, Carlos Jatobá, para alinhar detalhes da parceria. “A ideia é que possamos colocar em prática o plano de trabalho que foi feito. Também teremos compromissos de dar continuidade às capacitações internas e constante manutenção dos equipamentos de trabalho”, ressalta a presidente da autarquia.

É esperado, ainda, de acordo com o plano de trabalho preparado e finalizado em comum acordo entre os órgãos responsáveis, até 2015, uma redução de 5% no índice de mortalidade, aumento de iguais 5% na velocidade média de veículos de pequeno porte e melhoria de 10% na velocidade média de veículos maiores. Relatórios serão elaborados a cada três meses para disponibilizar informações de como estão resultando as estratégias.

Secom Pmg

Ladrão furta Igreja de Águas Belas e leva 23 reais do ofertório



23 reais em dinheiro fracionado. Foi esse o valor que  Jasiel Lourenço da Silva, de 20 anos, encontrou no ofertório da Igreja Matriz de Águas Belas e furtou. Segundo relato de uma testemunha, o ladrão, se aproveitando da liberdade de acesso ao local, afinal é a Casa de Deus, adentrou no recinto e subtraiu a quantia em dinheiro acima descrita, que estava guardada no ofertório (caixa de ofertas) Os policiais foram acionados pelo padre e após buscas localizaram o rapaz que foi obrigado a devolver o dinheiro. Após isso foi levado até a delegacia e depois recolhido para a cadeia de Saloá

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Cursinho de Garanhuns vai realizar Aulão beneficente e gratuito para o ENEM


O ENEM 2014 se aproxima e o Cursinho DaHora, aqui da cidade de Garanhuns, vai realizar um super aulão, intitulado #TôENEMaí, que será uma revisada completa para o exame deste ano, trazendo para os participantes as últimas e melhores dicas para o ENEM. O aulão será no dia 01/11, na AGA, às 13 horas e é é aberto ao público em geral. Para participar é fácil.  Basta adquirir um ingresso com um dos alunos do  DaHora ou pegar no próprio endereço do cursinho que fica em frente a Balão Som, no Centro, alí no primeiro andar de Márcio Autocapas. Para quem for participar do evento, a organização pede apenas, que no dia. levem cada um 1 kg de alimento para que seja feito uma doação para uma instituição beneficente da cidade. 

 O aulão para o ENEM do dia 01 de novembro será dinâmico, como são todas as aulas do Cursinho DaHora, conciliando o aprendizado com o lazer. Os organizadores prometem surpresas e muitas novidades, com os professores dando as melhores dicas para a prova que se aproxima. O ENEM 2014 acontece nos dias 08 e 09 de novembro em todo o país. PARTICIPEM, É DAHORA

Polícia diz que já tem pistas sobre identidade de corpo carbonizado encontrado em Garanhuns

Carro foi encontrado queimado e corpo estava no porta-malas
Os peritos do Instituto de Criminalística (IC) iniciam nesta terça-feira (21) os procedimentos para identificar o corpo carbonizado encontrado em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. A Polícia Civil já tem indicações da possível identidade e também sabe que a vítima foi atingida por tiros. As linhas de investigação, no entanto, só serão definidas após o reconhecimento.

O veículo em que estava o corpo foi locado em uma empresa de Belo Jardim, na mesma região, segundo o delegado João Lins, da Delegacia de Homicídios. "Através do endereço da noiva dele [pessoa que locou o carro], que mora em Pesqueira, conseguimos chegar ao filho do homem, que mora no Recife. Ele vai fazer hoje o exame de DNA no IML, porque o pai está desaparecido. Pode ser e pode não ser", explica.

Entenda o caso

O veículo foi localizado na sexta-feira (17), no Sítio Laje, depois de denúncia de que no local havia um carro em chamas. O automóvel, que tinha placa de Belo Jardim, foi rebocado para o pátio da Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transporte de Garanhuns (AMSTT) para passar por perícia. O corpo estava no porta-malas.

Fonte: G1 PE

Assaí abre 11 vagas de auxiliar operacional em Garanhuns para portadores de deficiência


O Assaí/Garanhuns está contratando auxiliares operacionais para trabalhar em sua unidade em Garanhuns. São 11 vagas para portadores de  deficiência.

As atribuições do cargo são:

 Informar as ocorrências de faltas de produtos na loja, levando ao conhecimento dos responsáveis os itens procurados pelos clientes e não disponíveis na loja.

Manter o abastecimento e exposição dos produtos, seguindo corretamente as determinações do planograma estabelecido através de uma representação gráfica ou desenhada do posicionamento do produto, do seu sortimento ou da sua categoria em uma determinada gôndola conforme os padrões da empresa.

Atualizar corretamente as etiquetas de preços, tabelas e taras das balanças, conferindo se ocorreram mudanças de preço no momento da reposição para evitar divergências de preços dos produtos.


Escala de trabalho 6 X 1. Horários: 07h00 as 15h20 e 14h00 as 22h20.

*Benefícios: -Assistência medica AMIL; -

Assistência odontológica AMIL; -Refeição local; -Vale transporte; -Cartão corporativo -

Multicheque; -Cooperativa de credito; -Cesta básica; -PPR; -Seguro de vida;

-Licença maternidade estendida (Cartão mamãe + Kit enxoval); -Descontos em compras nas lojas e no site (Loja do colaborador); -Auxilio funeral.

PARA SE CANDIDATAR A VAGA PROCURE A UNIDADE DO ASSAÍ EM GARANHUNS OU CLIQUE AQUI

Homem é assassinado a tiros e outro fica ferido em Caetés


A Polícia Militar foi acionada por volta das 20 horas de ontem 21/10 para comparecer até a Rua Projetada número 4, centro de Caetés, cidade distante 18 km de Garanhuns, afim de averiguar uma ocorrência onde duas pessoas teriam sido baleadas por dois elementos desconhecidos que estavam em uma moto. Ao chegar ao local os PMS se depararam com uma das vítimas já morta. Trata-se de Josenilson Cavalcante, 22 anos, ex-presidiário. A 2ª vítima, André David da Silva, 22 anos, foi socorrido com um disparo no braço direito. De acordo com informações, Josenilson e David bebiam na frente de uma residência quando os dois homens de moto chegaram atirando. Até o fechamento desta matéria a autoria do homicídio e da tentativa de homicídio era desconhecida.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Psiquiatra é preso acusado de sedar e abusar sexualmente de pacientes em Garanhuns

Prisão ocorreu nesta terça (21) no consultório do médico, na Avenida Simoa Gomes, em Garanhuns, onde teria ocorrido os estupros no período compreendido entre 2007 e 2009


O psiquiatra Lindenberg Isaac Macedo, de 73 anos, foi preso nesta terça-feira (21) no bairro Heliópolis suspeito de abusar sexualmente de pelo menos três de suas pacientes. Os casos teriam ocorrido em seu consultório em Garanhuns. A prisão é preventiva e foi expedida pela 1ª Vara Criminal de Garanhuns.

Segundo o delegado Edmilson Batista, que comandou a ação de captura, o médico estava sendo investigado desde 2008.  As mulheres que se disseram vítimas do psiquiatra relataram que ele aplicava técnicas de hipnose e ministrava alguns remédios que as faziam dormir, momento este em que acontecia o estupro. Ainda segundo relatos da Polícia Civil, quando acordavam, as pacientes eram convencidas por Lindenberg que haviam passado por uma espécie de delírio. O psiquiatra foi levado para a Cadeia Pública de Garanhuns e em depoimento negou que tenha cometido tais crimes.

A polícia não descarta a possibilidade de que o médico tenha estuprado mais mulheres usando o mesmo método e encoraja  outras vítimas, que por ventura tenham sido abusadas, a procurarem uma delegacia.

Profissional usaria técnicas de hipnose para abusar de pacientes, diz polícia / Foto: Reprodução/TV Jornal.
Isaac Lindenberg:  Foto: Reprodução/TV Jornal.

PENA VAI DE 2 A 6 ANOS DE PRISÃO POR CADA CASO

As denúncias contra o médico preso nesta terça em Garanhuns, caso comprovadas, se enquadram como "Violação Sexual Mediante Fraude", que é um crime previsto no artigo 215 do Código Penal: "ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com alguém, mediante fraude ou outro meio que impeça ou dificulte a livre manifestação de vontade da vítima". " A pena para quem comete esse tipo de delito é de dois a seis anos de prisão em regime fechado.  Se for condenado pelos três supostos abusos, o médico pode pegar até 18 anos de cadeia.  O caso lembra, guardada as devidas proporções, o do médico Roger Abdelmassih. Ele foi condenado a 180 anos de detenção por estuprar  37 mulheres em seu consultório.

CLIQUE AQUI E OUÇA ÁUDIO COM O DEPOIMENTO DE UMA DAS PACIENTES SUPOSTAMENTE ABUSADA

Concurso da prefeitura de Garanhuns terá apenas 127 vagas e só deve ocorrer em março de 2015

Publicação do edital, marcada para esta terça, (21/10), foi adiada após reunião com prefeito, secretários e promotores
Marcado para ser publicado hoje, (21/10), pela própria administração municipal, a divulgação do edital para o concurso público do concurso público da Prefeitura de Garanhuns foi adiada em pelo menos mais 60 dias. Essa e outras decisões foram tomadas pelo prefeito Izaías Régis em reunião  realizada, na tarde desta terça-feira (21), na sede do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) em Garanhuns onde se  discutiu a realização do concurso. Além de Izaías, participaram do encontro, o procurador-adjunto, Lucicláudio Góis, o secretário de Administração, Alfredo de Góis, a presidente da Comissão do Concurso, Norma Valdéria, e o  promotor de Justiça de Defesa da Cidadania de Garanhuns, Domingos Sávio Pereira Agra. 

Na reunião ficou decidido que o concurso vai ofertar apenas 127 vagas em áreas diversas e não as cerca de 400 que estavam sendo especuladas.  O Governo Municipal terá um período de 30 dias para a contratação da empresa realizadora. Em relação ao tempo para a divulgação do edital, mais 30 dias. O período de inscrição também terá mais 30 dias. As provas devem acontecer até 60 dias após o encerramento das inscrições. O concurso terá validade de dois anos, após a homologação, prorrogável por mais dois anos.

Fazendo os cálculos de todos estes prazos estipulados na reunião deste dia 21, conclui-se que: 

A prefeitura tem 30 dias para contratar a banca organizadora ( limite longo: final de novembro).  A partir daí, a banca tem 30 dias para organizar e publicar o edital (limite longo para lançamento do edital: final de dezembro). Depois vem o período de inscrição, com mais 30 dias (limite longo para término das inscrições: final de janeiro).  Só então, dois meses depois, serão aplicadas as provas (limite longo: final de março).  É importante salientar que essa simulação só se concretizará se todos os prazos acordados na reunião forem cumpridos.



300 homens do 71º BI Mtz vão atuar na segurança do 2º turno da eleição no Ceará



Duas companhias do 71º BI Mtz e mais o seu núcleo logístico devem se deslocar para o Ceará afim de se unir a outras unidades do Exército para garantir a tranquilidade das eleições e apuração do 2º turno naquele estado, próximo dia 26.

Segundo o Comandante da 10ª RM, general Marco Antônio Freire Gomes, além dos militares de Garanhuns, cerca de 2.300 homens oriundos de quarteis em Recife, Teresina, Crateus se somarão aos do 23º BC em Fortaleza sendo distribuídos na segurança das zonas eleitorais da capital e dos municípios de Caucaia, Maracanaú, Maranguape e Crateús.

 As duas companhias de Garanhuns, que juntas perfazem um efetivo de 300 militares, atuarão prioritariamente na segurança das seções eleitorais em um dos bairros mais violentos de Fortaleza. A tropa parte para o Ceará nesta quarta-feira (22)  às 5 horas da manhã, com retorno previsto para a segunda (27). 

Denúncia sobre milícias
O pedido de tropas federais para atuarem na eleição do Ceará foi feito após o governador Cid Gomes ter apontado a presença de milícias policiais facilitando um esquema de crimes eleitorais. Além das tropas do Exército, 10 mil PMs atuarão no pleito.

Marca de cosméticos do Grupo Boticário abre vaga de emprego em Garanhuns


A Eudora, marca de cosméticos do Grupo Boticário, abriu neste dia 21 oportunidade para uma vaga de emprego de  supervisor de vendas em Garanhuns. Os detalhes da vaga são os abaixo escritos.

Supervisor de Vendas Diretas I - Garanhuns - PE

Desafios:

– Promover a compra de nossos produtos e serviços, além de otimizar o multicanal para melhor obtenção de resultados de sua equipe de Representantes Eudora.

Principais responsabilidades:

– Captar representantes de vendas diretas, capacitá-las e gerí-las afim de melhorar a performance individual e de sua equipe de Representantes Eudora.
– Atuar como principal interlocutora dos nossos produtos e serviços.
– Entregar a receita prevista para companhia por meio do canal qualificado de venda direta.

Requisitos:

– Superior Completo ou em curso,
– Experiência em vendas externas (atuação no campo).
– Vivência na liderança de equipes.
– Experiência em empresas de Venda Direta de cosméticos será considerado um diferencial

PARA SE CANDIDATAR A VAGA CLIQUE AQUI OU AQUI

Para ver o site da Eudora clique abaixo
http://www.eudora.com.br/



Trabalho do Samu/Garanhuns é reconhecido pela sociedade

Atendimento do Samu a idosa no centro de Garanhuns
Profissionalismo que salva vidas
O serviço demorou muito a chegar a Garanhuns mas, em pouco tempo, já ganhou o respeito e a admiração da sociedade. Estamos falando do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que, apesar de ter sido implantado há pouco mais de um ano, vem realizando um trabalho fantástico e  salvando muitas vidas. 

"Vidas longas" como a da Dona Maria. Ela passou mal no centro da cidade na última sexta-feira (17). O Samu foi acionado e a rapidez do procedimento de atendimento, coordenado pelo condutor socorrista Romério e pela técnica de enfermagem Elizabeth, fez a diferença para que a idosa não tivesse maiores complicações. Ela foi acometida por um pico de hipertensão que, se não fosse tratado rapidamente, poderia ter consequências mais graves devido a idade avançada. O socorro foi, inclusive, presenciado e elogiado pelo vereador Gil PM em sua página do Facebook.

 "Vidas que ainda nem chegaram ao mundo" como a que foi salva há três meses atrás quando uma grávida de Garanhuns, em trabalho de parto, precisou ser removida às pressas para Caruaru sob risco de perder o filho.  Se a mãe hoje pode segurar e acariciar seu bebê no colo, isso muito se deve ao atendimento do SAMU que executou o socorro e o transporte com segurança e rapidez.

"Vidas inconsequentes" como a de vários jovens que, burlam a Lei Seca e, sob o efeito do álcool ou de alta velocidade,  principalmente em motos, se acidentam nas rodovias, ruas e avenidas que cortam Garanhuns. Estes chamados inconsequentes, até mesmo pela pouca idade da maioria, também são salvos muitas vezes graças a rapidez do atendimento feito pelo SAMU. Se puderam voltar sãos e salvos ao convívio de suas famílias, tem uma parcela de contribuição dos nossos heróis e heroínas de azul.

Este é o Samu em Garanhuns. Profissionalismo, dedicação e seriedade a serviço da população.


Dona Maria aliviada com a presença do Samu

Após o atendimento inicial, o embarque na unidade do Samu


Detran-PE abre novas inscrições para o programa CNH Popular:Faça a sua


O Detran Pernambuco abre, nesta terça-feira (21), uma nova rodada de inscrições no programa Carteira de Habilitação Popular. Interessados têm até 23 de novembro para se inscrever no  site do órgão. Dez mil pessoas serão selecionadas para fazer, de graça, todas as etapas para renovar, adicionar ou mudar a categoria na habilitação.

O programa tem como público-alvo pessoas de renda inferior a dois salários mínimos, desempregados, alunos do ensino público e beneficiários de programas assistenciais, como o Bolsa Família e o Chapéu de Palha, egressos e liberados do sistema penitenciário e socioeducandos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase).

Ao fazer a inscrição, o candidato preenche um cadastro informando a qual segmento dos citados acima ele pertence, como desempregado ou aluno do ensino público. Além dos dados pessoais, devem ser informados o número de dependentes, valor da renda, dentre outros.

Finalizado o período de inscrições, será disponibilizada e divulgada, no site do Detran, a relação dos selecionados de acordo com a ordem de classificação por segmento. Os convocados deverão comparecer à sede do órgão com a documentação exigida para cada segmento beneficiado para comprovar as informações prestadas no ato da inscrição.

A maior porcentagem das vagas (65%) será para os candidatos à mudança de categoria do documento. Outros 20% para adição de categoria e 15% renovação do documento. As vagas são repartidas em igual proporção para as cidades do interior do estado e Região Metropolitana do Recife.

Aproximadamente 1,3 milhões de pessoas já se inscreveram no CNH Popular em seis anos de existência do programa. Em 2014, a expectativa é que se inscrevam 400 mil pessoas.

Fique Atento
De acordo com o Detran-PE, mudar para categoria C requer que o candidato esteja habilitado na categoria B há, no mínimo, um ano e não tenha cometido infração grave ou gravíssima nos doze meses anteriores ou ser reincidente em infrações médias no mesmo período.

Já para mudar para a categoria D, o candidato deve ser maior de 21 anos e estar habilitado na categoria B há, no mínimo, dois anos ou na categoria C, há pelo menos um ano. Com relação ao cometimento de infrações, valem as mesmas regras da categoria C.

Para categoria E, o candidato deve ter mais de 21 anos, estar habilitado há um ano, no mínimo, na categoria C e não ter praticado as infrações já mencionadas.

G1

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Garanhuenses dominam e vencem Corrida da Saúde em Campina Grande

Corrida da Saúde, em Campina Grande
Corrida da Saúde em Campina Grande: hegemonia garanhuense
Se pudéssemos elencar apenas dois itens de Garanhuns que são bastante conhecidos e fazem sucesso país afora, certamente os escolhidos seriam o clima ameno e diferenciado e os corredores da cidade. Esses caras não medem esforços para levar o nome da terrinha para os mais longínquos lugares do país, vencendo corridas do Oiapoque ao Chuí, e até fora do Brasil. Curiosamente, a equipe é pouco valorizada por aqui, mas é altamente respeitada onde quer que vá. 

Foi assim em Campina Grande neste último domingo (19) onde os atletas masculinos garanhuenses dominaram e venceram a 3ª Corrida da Saúde. Gilmar de Oliveira Silva e Gleison da Silva Santos, ambos de Garanhuns, subiram ao pódio nos dez quilômetros masculino, ocupando a primeira e a segunda colocações, respectivamente. Já nos cinco quilômetros masculinos, a primeira colocação ficou com Cícero Vieira da Rocha, outro pernambucano aqui Garanhuns.  A Corrida da Saúde contou com a participação de 1.150 atletas de várias cidades do país, mas, no alto do pódio estava o DNA garanhuense. Tem sido assim há pelo menos 10 anos, que é o tempo que já dura a hegemonia de Garanhuns nas maratonas e corridas de rua. Parabéns aos nossos atletas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger