Carregando...

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Um dia após completar 1 ano sem homicídios, Paranatama registra assassinato


Um dia após comemorar um ano sem registrar homicídio, a cidade de Paranatama foi surpreendida com a notícia de um assassinato nos seus domínios. A morte se deu na entrada do Povoado Alto da Serra e a vítima. Romero Mangaba da Silva, 28 anos, era um ex-presidiário. Ele foi atingido por 4 disparos de arma de fogo e seu corpo foi encaminhado ao IML de Caruaru. As motivações para o homicídio ainda são desconhecidas e o assassino conseguiu fugir. A informação é do Portal Agreste Violento.

Sai programação do Tamandaré Fest 2015;confira as atrações



A expressão que se popularizou na cidade, de que Tamandaré é a praia de Garanhuns, tem razão de existir. Durante o verão, é grande a quantidade de munícipes da Terra de Simoa e de Dominguinhos que se deslocam para aquele pedaço do paraíso em busca de momentos de lazer com a família, e em janeiro essa concentração cresce. É o mês do Tamandaré Fest que teve sua programação para 2015 divulgada nesta sexta (31). O evento a cada ano se consolida como um dos mais tradicionais do verão pernambucano atraindo cerca de 200 mil pessoas. Confira a programação 2015

Vereador Gersinho Filho é eleito Presidente da Câmara Municipal de Garanhuns

Gersinho Filho
Gersinho Filho é o novo presidente da Câmara Municipal de Garanhuns
Por um placar apertado (7 a 6) o vereador Gersinho Filho, (do Solidariedade), foi eleito presidente da Câmara de Garanhuns para o biênio 2015/2016, tendo Gil PM como seu vice. A eleição ocorreu na manhã deste dia 31 de outubro.  Ele substituirá Audálio Filho que está no cargo desde o início da atual legislatura.  Gersinho contou com o apoio do prefeito Izaías.  Ainda foram eleitos para a Mesa Diretora, Carla de Zé de Vilaço como 1ª Secretária, e Alcindo Correia foi escolhido 2º Secretário.

Em contato com o V&C Izaías comentou o resultado. "Não gosto de me envolver na eleição da Câmara, mas desta vez foi preciso para elegermos Gersinho filho", disse. O prefeito desconversou quando falamos no apoio do deputado eleito Álvaro Porto a chapa de oposição, mas certamente seu empenho se deu no sentido de abafar a interferência política do ex-prefeito de Canhotinho.

A chapa oposicionista, que foi derrotada e contou com o apoio dos vereadores Sivaldo, Silvio, Nelma, Luzia da Saúde e Paulo Leal,  era formada por Claudio Taveira, presidente, Paulo Leal: vice,  Sílvio Sabino, 1º Secretário,  e Luzia Cordeiro 2º Secretário.  Os parlamentares pró-Gersinho foram Audálio, Carla de Zé de Vilaço, Alcindo, Gil PM, Zaqueu Lins e Haroldo Vicente.

Gerson José de Carvalho Souza Filho, o Gersinho, tem 29 anos, é casado, formado em Direito e  nasceu em Garanhuns. Está no seu 2º mandato na Câmara Municipal. No último pleito eleitoral, disputou a eleição para deputado estadual obtendo 5.778 votos.


Prefeitura de Garanhuns aluga imóvel, passa nove meses sem pagar, e caso vai parar na Justiça

Quem entende de licitação, empenhos,  liquidações e repasse de recursos sabe que quem contrata com a Administração Pública, seja nas esferas Federal, Estadual ou Municipal, pode enfrentar alguns problemas e atrasos para receber o pagamento, mas, em um caso de contrato de locação de um imóvel feito entre a Prefeitura de Garanhuns e Mano Imóveis, a palavra atraso soou como verdadeiro eufemismo para eternidade. É que a imobiliária locou um imóvel para a prefeitura na Avenida Sátiro Ivo, Magano, ao preço de R$ 1. 134, 44 por mês e desde janeiro, época do início do contrato, não ver a cor do dinheiro. O jeito foi entrar na Justiça para receber os cerca de 9 mil reais da dívida, acumulados desde o início do ano. Nos termos do acordo judicial, o município tinha até este dia 30 de outubro para pagar, caso contrário rolaria multa de 10% (dez por cento), juros de mora de 1% (um por cento) ao mês e correção monetária. DEVO NÃO NEGO, PAGO QUANDO PUDER 

Homem é preso indevidamente em Garanhuns e Estado é condenado a pagar 10 mil reais de indenização

Uma condenação em primeira instância e ratificada pelo TJPE neste final de outubro chama-nos a atenção pelo aspecto inusitado. Um homem foi preso sem dever à Justiça e ganhou uma indenização de 10 mil reais por danos morais. Tudo começou no dia 27 de abril de 2011 quando J C S foi abordado em uma barreira da Policia Rodoviária Federal em Garanhuns. Após averiguações de rotina, os policiais federais deram voz de prisão ao autor sob alegação de que havia um mandado de prisão em aberto contra o mesmo. Ele foi conduzido à Delegacia de Policia Civil de Garanhuns, só saindo daquele órgão policial no dia 28 de abril de 2011, através de Alvará de Soltura conseguido por parente. O problema é que o homem nada devia a justiça e era inocente.

De fato,  J C S cometeu um ilícito penal em 1990, mas pagou pelo crime, sendo sua pena declarada extinta em 2004, sete anos antes de sua prisão em Garanhuns. O que aconteceu foi que a Justiça simplesmente se esqueceu de tirar o antigo mandado de prisão do sistema e o homem acabou indo em cana sem dever. Acionado, o Estado de Pernambuco tentou transferir a responsabilidade para a Polícia, mas o juiz de primeira instância e o TJ entenderam que a culpa era da própria Justiça Estadual. Inicialmente a condenação por dano moral foi de 5 mil reais, mas a vítima recorreu e conseguiu dobrar este valor.  "A Justiça tarda e às vezes falha".

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

MP divulga aprovados para estágio em Direito;confira lista dos selecionados para as promotorias da 5ª Circunscrição com sede em Garanhuns


29/10/2014 - A Escola Superior do Ministério Público de Pernambuco (ESMP/MPPE) divulgou no Diário Oficial da última terça (28) a lista com os nomes dos aprovados para as 252 vagas do Programa de Estágio Universitário em Direito (PEUD), 33 destas para as promotorias  da 5ª Circunscrição com sede em Garanhuns. Os estudantes têm agora que providenciar a documentação exigida pelo edital do certame e apresentá-la no período de 3 a 6 de novembro.

  Os que vão estagiar nas Promotorias de Justiça ligadas a Garanhuns e nas outras das 13 Circunscrições do Estado de Pernambuco devem procurar as sedes, conforme indicado no Anexo I do edital do PEUD.

Já nos dias 5, 6 e 7 de janeiro de 2015 os novos estagiários do MPPE na capital e RMR vão participar de um curso de integração, a ser realizado no período da tarde no auditório do Banco Central do Brasil, na rua da Aurora, 1259, em Santo Amaro. Os candidatos que vão estagiar nas promotorias das circunscrições devem se encaminhar no dia 5 de janeiro diretamente aos endereços onde apresentaram os documentos.

Outros cursos - estão abertas até o dia 24 de novembro, no sitewww.sismeta.com.br/w/concurso-e-selecoes, as inscrições para a seleção de estagiários de nível médio e superior do MPPE. Ao todo serão disponibilizadas 31 vagas para estudantes de Serviço Social, Engenharia Civil, Arquitetura, Jornalismo, Tecnologia em Rede, Técnico em Manutenção e Redes, Psicologia, Engenharia Elétrica e Engenharia Elétrica/Telecomunicações.

VEJA LISTA

Para conferir a relação dos aprovados nas outras circunscrições do estado consulte o Diário Oficial do Estado na edição do dia 28 de outubro de 2014 http://www.cepe.com.br/







Homem morre horas após ser atingido por cerca de 20 tiros em Palmeirina


A informação vem direto do competente blog policial Agreste Violento http://agresteviolento.com.br/

 De acordo com a Polícia Civil, um agricultor de 24 anos foi atingido  por cerca de 20 disparos de arma de fogo de calibre não divulgado no Povoado de Cachoeira Dantas, zona rural de Palmeirina no final da noite de ontem (29/10). por volta das 23h30. Cláudio Luiz Monteiro Fabiano  chegava a sua residência quando foi surpreendido pelos atiradores. Ele ainda foi socorrido com vida para o Hospital Dom Moura, em Garanhuns, mas veio a óbito na manhã desta quinta-feira (30/10).

Eleição para a nova mesa diretora da Câmara Municipal de Garanhuns acontece nesta sexta (31/10)


Acontece nesta sexta-feira (31/10) a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Garanhuns. A sessão acontece no Plenário da Casa Raimundo de Morais, a partir das 10h. O processo eleitoral que vai eleger o novo presidente e demais integrantes da direção da casa, para o mandato no biênio 2015/2016 foi iniciado pela Mesa Diretora no dia 10 de outubro, através do Ato Nº 005/2014, assinado pelo Presidente, vereador Audálio Ramos Machado Filho. Os registros de candidaturas para os cargos de Presidente, Vice-Presidente, 1º e 2º Secretários, de forma individual ou em chapa completa, terão que ser entregues ao Protocolo da Gerência de Processo Legislativo, até às 13:00h de quinta-feira (30/10).

CHAPAS INSCRITAS ATÉ A TARDE DESTA QUINTA (30/10)


1ª chapa: conta com o apoio do prefeito Izaías Regis
 Haroldo Vicente: presidente
 Gil PM: vice
 Carla de Zé de Vilaço: 2º secretário
 Alcindo Correia: 2º secretário


2ª chapa: dissidência da situação, formada após o rompimento de Silvio Sabino com o prefeito
 Cláudio Taveira:presidente 
 Paulo Leal: vice 
Sílvio Sabibino 1º Secretário 
Luzia Cordeiro 2º Secretário

12 DE NOVEMBRO:Julgamento de trio acusado de canibalismo em Garanhuns tem nova data

Do NE10
O juri popular do trio que ficou conhecido como "canibais de Garanhuns" tem uma nova data de início: 12 de novembro. Os réus têm contra eles a acusação pela morte de três pessoas, porém, desta vez, serão julgados apenas pelo assassinato, esquartejamento e ocultação do cadáver de Jéssica Camila da Silva Pereira, ocorrido em Olinda, no Grande Recife, em 2008.

O julgamento seria no dia 20 de outubro, mas foi remarcado para essa quarta-feira (29) e depois novamente adiado. Um dos motivos é que tanto as defesas quanto o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) fizeram requerimentos à juíza Maria Segunda e o outro é que o advogado que defenderia Jorge Negromonte e Bruna Cristina, Raniere Aquino de Freitas, foi preso por desvio de verba pública, ocorrido quando era prefeito de Sanharó, em 2004.
  • O trio formado por Jorge, Isabel e Bruna Cristina ficou conhecido em 2012, quando a polícia encontrou enterrados na casa onde os três moravam, em Garanhuns, os restos mortais de Giselly Helena da Silva e Alexandra da Silva Falcão, que estavam desaparecidas. A investigação e os depoimentos dos réus, em seguida, apontaram que as mulheres foram mortas em rituais e tinham os partes do corpo comidas por eles.

Foram abertos dois processos, um em Garanhuns e outro em Olinda. Neste juri, o trio será julgado por homicídio quadruplamente qualificado, vilipêndio (praticar desrespeito de corpo humano sem vida) e ocultação de cadáver de Jéssica Camila. Bruna também responderá por falsidade ideológica, pois assumiu a identidade da vítima após seu assassinato. Aos dois anos, a filha da vítima também passou a ser criada por eles.

OPERAÇÃO OMNI: Em nota, prefeitura de Garanhuns desmente PF e diz que não há funcionários cedidos à agência do INSS de Canhotinho

(Foto: Divulgação)
Policiais Federais cumprem mandados de prisão nesta quinta (30) no Agreste
A Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Administração, informa que não há servidores municipais cedidos à Agência da Previdência Social no município de Canhotinho, localizado no Agreste Meridional.

A informação foi divulgada pela Assessoria de Comunicação Social da Polícia Federal (PF) de Pernambuco e replicada em diversos veículos de comunicação do Estado, fazendo referência à operação OMNI, deflagrada na manhã desta quinta-feira (30), em municípios pernambucanos, com o objetivo de investigar possíveis fraudes na Previdência Social.

Nossa Secretaria de Comunicação Social de Garanhuns entrou em contato com a Chefia de Comunicação Social da PF que, após checar junto aos investigadores, identificou que a informação estava equivocada. Ainda de acordo com a Chefia de Comunicação Social da Polícia Federal, os servidores investigados são da Prefeitura de Canhotinho. Ainda hoje, o departamento se comprometeu de enviar uma errata à imprensa esclarecendo o equívoco.

Secom PMG

ENTENDA A OPERAÇÃO CLICANDO AQUI

GARANHUNS:Mulher embriagada bate carro do namorado em muro de delegacia

A auxiliar de escritório Jamille Rodrigues, de 31 anos, pegou o carro do namorado emprestado, após ingerir bebida alcoólica,  mesmo o ato contrariando a legislação de trânsito e as célebres frases, Se beber, não dirija, se dirigir, não beba. Com sintomas de embriaguez, a moça perdeu o controle do veículo e foi bater justamente no muro da Delegacia Regional de Garanhuns. Ela foi detida lá mesmo e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Só saiu quando pagou uma fiança de 724 reais. Jamille responderá por embriaguez ao volante, por dirigir sem habilitação e ainda por causar danos ao patrimônio público.  

 A informação é da Rádio Jornal de Garanhuns

FRAUDE NO INSS: Operação OMNI cumpre mandados de busca e apreensão em Garanhuns e Canhotinho

(Foto: Divulgação)
A Polícia Federal deflagra, na manhã de hoje (30), a Operação OMNI para cumprir 51 mandados, sendo seis de prisão preventiva, sete de prisão temporária e 38 de busca e apreensão nos municípios pernambucanos de Garanhuns, Canhotinho, Recife, Tamandaré, Caruaru, Bezerros, São Caetano, além de Maceió, em Alagoas e na Praia do Pipa, em Tibau do Sul / RN.


A operação tem como objetivo desbaratar quadrilha que fraudava a Previdência Social, através de falsificação documentos, e recuperar ativos tais como, veículos, bens imóveis, valores e Jet skis.

A quadrilha era comandada por um empresário de Caruaru / PE e gerava um prejuízo mensal à Previdência em torno de R$ 200 mil. Até o momento, os valores já ultrapassam os R$ 12 milhões.

Também são alvos da operação duas contadoras, um advogado, três servidores do INSS e dois funcionários da prefeitura de Garanhuns / PE (sobre isso, ler parágrafo abaixo) cedidos para a agencia do INSS de Canhotinho, além de laranjas usados pelo chefe da quadrilha para fraudar benefícios previdenciários.

NOTA DA PREFEITURA DE GARANHUNS
Assim que a notícia foi divulgada pela PF, a Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Administração, divulgou uma nota onde informou que não há servidores municipais cedidos à Agência da Previdência Social no município de Canhotinho, localizado no Agreste Meridional. Ainda segundo a nota da prefeitura, a própria PF identificou que a informação estava equivocada, sendo os funcionários envolvidos oriundos da prefeitura de Canhotinho, não de Garanhuns como informara a Polícia Federal.   Uma errata à imprensa esclarecendo o equívoco deve ser enviada nas próximas horas.

 Durante as investigações, a Polícia Federal conseguiu evitar o pagamento de mais de R$ 300 mil. Também foi identificado um esquema de lavagem de dinheiro através de uma rede de postos de combustíveis que ficarão sob a intervenção da justiça até a integral reparação aos cofres públicos.

A Operação OMNI é uma força tarefa da Polícia Federal, Ministério da Previdência Social e Ministério Público Federal. O termo OMNI vem do latim e significa onipresente, em referência aos beneficiários que estariam vivos e mortos ao mesmo tempo.


LEIA  A ÍNTEGRA DA NOTA DA PREFEITURA DE GARANHUNS SOBRE A OPERAÇÃO
OPERAÇÃO OMNI: Em nota, prefeitura de Garanhuns desmente PF e diz que não há funcionários cedidos à agência do INSS de canhotinho


Izaías se afasta do cargo por 16 dias e Audálio assume prefeitura de Garanhuns

Foi publicada nesta quinta-feira (30), no Diário Oficial dos Municípios/Amupe, a resolução nº 1250, da Câmara de Vereadores de Garanhuns, que concede autorização para afastamento do chefe do Poder Executivo Municipal, Izaías Régis, no período de 03 a 18 de novembro. O prefeito se ausenta de suas funções para tratar de questões pessoais. Ainda segundo a resolução, Izaías vai se ausentar do país.
Durante o período, o presidente da Câmara de Vereadores, Audálio Ramos Machado Filho, é quem responde pelo município. A vice-prefeita, Rosa Quidute, que seria sua substituta imediata, enviou ofício informando que não poderia ocupar o cargo durante o período estipulado por motivo de saúde.

Padre pernambucano incitou ódio aos nordestinos, último dia 26

Clique na imagem para ampliá-la


A data que colocamos acima não foi por acaso.   26 de outubro, dia da eleição do 2º turno, foi o início de uma das mais avassaladoras ondas de xenofobia ao nordestino já vistas na internet. Tudo começou após a definição do quadro eleitoral para presidente da República do qual saiu reeleita Dilma Roussef. As ofensas, ironias e desdenho não são novidade e até já são esperadas ao término de cada eleição, entretanto, o que choca e difere este pleito eleitoral dos demais, é que a incitação ao ódio e o preconceito vieram também de setores respeitados da sociedade, como foram os casos do coronel Telhada, do jornalista Diogo Mainardi, e agora de um padre, relato que fazemos abaixo baseado em uma publicação do jornalista Roberto Almeida.


Um texto escrito pelo padre Jeová Bezerra, que mora em São Paulo, mas é natural de São Bento do Una ,cidade que fica há cerca de 60 KM de Garanhuns, deixaram revoltados os moradores daquela bucólica cidade. Em sua mensagem, o religioso apela para que se reze pelo governador Geraldo Alckmin, que terá de carregar o peso dos nordestinos em seu Estado. “Os que fogem da triste miséria nacional vindo buscar riqueza de um povo que trabalha”, apelou o sacerdote que ainda acrescentou um comentário pregando a independência de São Paulo em relação ao Nordeste brasileiro. O que impressiona é que muitos seguidores do padre no Facebook se solidarizaram e endossaram as afirmações xenófobas, mas em São Bento do Una, cidade natal do padre, houve revolta e indignação. Ainda de acordo com a publicação de Roberto Almeida, Padre Jeová já foi acusado de pedofilia e alvo de investigação da justiça e da polícia

Padre Jeová Bezerra

Internauta reclama do aumento da taxa de iluminação pública em Garanhuns

A prefeitura instalou LEDs para iluminar as vias em Garanhuns: beleza e ‘modernidade’ para turista ver, mas o que é difícil de engolir mesmo é o aumento da taxa de iluminação pública  paga pelos moradores, que passou de R$ 4,50, em dezembro de 2013, para quase R$ 15 neste mês de outubro! Mais de 333% de acréscimo". Foi  o que denunciou ao G1 um internauta que preferiu não ser identificado.
O suposto acréscimo na contribuição cobrada a moradores  é motivo de desconforto para ele, porque o valor não estaria sendo observado por todos os cidadãos. "O aumento não se justifica, a não ser pela beleza [das lâmpadas]. Justificaria, sim, um desconto, uma vez que a iluminação gasta menos energia. A conta não tem pesado no orçamento, mas o problema é que os consumidores não percebem, ninguém para para analisar. Ou, se percebe, pensa na burocracia que é reclamar e conseguir algum êxito na reclamação", lamenta.
Nota da Redação: A assessoria de imprensa da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) informou que não administra tais valores. Atua somente “como arrecadadora da Contribuição de Iluminação Pública (CIP) e repassa o valor à administração municipal, que é responsável pela definição do percentual cobrado e pela aplicação dos recursos”.

A assessoria da prefeitura comunicou que “a lei [que regulamenta a cobrança] foi criada no ano de 2002 e [a CIP] passou 11 anos sem atualização. Em 2013, foi atualizada, inclusive, com percentuais menores que os de 2002, em cumprimento à legislação”. Ainda segundo a assessoria, “o cálculo para o custeio da CIP é feito por usuário, mediante aplicação de percentuais sobre o valor de referência de 1000kw/h da tarifa B4A, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e o recurso é investido em melhorias na infraestrutura de iluminação”.

Ainda foi acrescentado que, "em 2014, quando a CIP atualizada chegou às contas dos usuários, a arrecadação foi de R$ 2.346.134,79, porém, o valor investido nos anos de 2013 e 2014 em iluminação pública foi de quase R$ 5 milhões”. A assessoria da prefeitura afirmou também que a "Rua Quinze de Novembro recebeu a instalação de luminárias de LED” com o arrecadado.

Do G1 Caruaru

Contas do internauta referentes a dezembro de 2013 e a outubro de 2014 (Foto: Internauta/ VC no G1)
Contas de 2013 e 2014 com a diferença na cobrança

Ministério Público pede explicações a Izaías quanto ao grande número de contratados sem concurso na prefeitura de Garanhuns


29/10/2014 - O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, foi oficialmente notificado na última segunda (27) pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para fornecer, em até 10 dias úteis, as informações referentes ao quadro de cargos e empregos públicos no município e o número de vagas em aberto. Segundo o promotor de Justiça Domingos Agra, esses dados vão fundamentar a realização de um concurso público com o objetivo de “eliminar totalmente da administração municipal os contratos temporários que não se enquadram na hipótese constitucionalmente permitida”, ou seja, em casos de necessidade excepcional e temporária.

De acordo com um levantamento realizado pela Promotoria de Defesa da Cidadania de Garanhuns, há um total de 1.465 cargos vagos na Prefeitura de Garanhuns, enquanto o total de servidores contratados chega a 1.276. Essa situação levou, conforme explicou Agra, a administração municipal a ultrapassar nos quatro primeiros meses de 2014 o limite prudencial de despesas com pessoal fixado pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

A realização do concurso e a substituição dos servidores contratados por concursados devem ser acompanhadas, segundo o promotor, da adoção de medidas de enxugamento da máquina administrativa. Em uma iniciativa anterior, o município de Garanhuns já havia firmado perante o MPPE um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), comprometendo-se a realizar concurso para preenchimento de 127 vagas distribuídas entre 20 cargos efetivos, dentre eles professores, médicos, enfermeiros, psicólogos, procuradores, assistentes sociais, guardas municipais, agentes de disciplina, fiscais tributários, fiscais de obras, fiscais de abastecimento, coveiros, jardineiros, topógrafo, nutricionista, marceneiro e técnico de segurança do trabalho.

Fonte: MPPE

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Gerente de Ferreira Costa desmente venda de prédio da loja de Garanhuns para faculdade


Há pouco mais de um mês, um boato começou a se espalhar na cidade de Garanhuns. Como sempre acontece nestes tempos de febre de redes sociais, a sementinha foi plantada no Whatsapp, foi crescendo, crescendo, se ramificando, e quando já estava pra ser contada pela milésima vez, a ponto de virar uma verdade, ( Uma mentira contada mil vezes se torna verdade, disse Joseph Goebbels), o gerente geral de Ferreira Costa em Garanhuns, Anselmo Carneiro, se apressou em ir até a Rádio Jornal e desmentiu o boato que, de sementinha, já estava maior que o pé de feijão daquela famosa fábula.

Segundo o gerente, é tudo mentira: "Não vendemos o prédio da loja em Garanhuns, até porque reformamos recentemente e não iríamos reformá-lo para vender.  Não sei de onde surgiu essa mentira, mas quero tranquilizar a população que o nosso prédio nem foi, nem será vendido", disse Anselmo.

O BOATO

É de que o prédio de Ferreira Costa, localizado no centro da cidade, havia sido vendido para a faculdade Maurício de Nassau, que pretenderia instalar uma unidade em Garanhuns. A transação, segundo o boato, teria sido no valor de 45 milhões de reais.

 130 ANOS DE HISTÓRIA 

A empresa Ferreira Costa foi fundada em 1884, em Garanhuns, pelo imigrante português João Ferreira da Costa que chegou ao Recife em 1876, acompanhado dos irmãos mais velhos Francisco e Júlia Ferreira da Costa. Em 2014 completou 130 anos de atividades e atualmente conta com lojas em Garanhuns, Recife, Salvador e uma unidade em construção na cidade de Aracaju.

PF prende outro suspeito de participação na morte de promotor de Itaíba

Marcello Diniz Cordeiro, superintendente da PF-PE (Foto: Moema França / G1)
Superintendente da PF-PE explica que detalhes
não podem ser repassados por causa do segredo
de Justiça (Foto: Moema França / G1)
Um outro suspeito de envolvimento na morte do promotor de justiça Thiago Faria Soares, assassinado há um ano no Agreste de Pernambuco, foi preso pela Polícia Federal (PF), nesta quarta-feira (29), no interior da Bahia.

De acordo com informações repassadas pela assessoria de comunicação da PF, esse homem, que teria um forte vínculo com o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, suspeito de ser o mandante do crime, estava escondido na cidade de Senhor do Bonfim.

"Não podemos esclarecer melhor os vínculos que o suspeito tinha com Zé Maria, mas ele é auxiliar de serviços gerais e já tinha trabalhado para o fazendeiro. O caso corre em segredo de Justiça e ainda não foi finalizado, deve demorar um pouco", disse o superintendente da PF em Pernambuco, Marcello Diniz Cordeiro
O homem preso na Bahia teria deixa do o município de Águas Belas, onde o homicídio aconteceu, no mesmo dia do assassinato. O mandado de prisão temporária foi expedido pela juíza Carolina Souza Malta, titular da 36ª vara da Justiça Federal de Pernambuco. Ele deve chegar ao estado até a próxima sexta-feira (31), quando prestará depoimento e passará pelas medidas de praxe antes de ser encaminhado ao Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima.

G1 PE

Agricultor se cansa da falta de atendimento e destrói posto de saúde em Garanhuns


O agricultor José Cícero, residente no Sítio Mochila, no Distrito de Miracica, aqui em Garanhuns, tomou uma atitude drástica em relação ao mal atendimento da saúde no município. Ele invadiu um posto de saúde e quebrou portas, janelas e alguns objetos, revoltado com o péssimo atendimento. Ele foi preso e teve que pagar fiança de um salário mínimo para ser liberado.

Em entrevista à Rádio Jornal, o agricultor alega que a atitude foi reflexo do desespero pela falta de assistência. Ele disse que tem três filhos com deficiência e os agentes de saúde não vão até a casa dele há mais de seis meses. Além disso, José Cícero diz que a médica que atende no posto de saúde está há três meses sem ir trabalhar.

Em resposta, a Secretaria de Saúde afirmou que a médica será demitida  e que o atendimento à família de José Cícero deve ser normalizado até a sexta-feira (31).

Confira a reportagem a entrevista de José Cícero à rádio Jornal no clicando no link abaixo

http://radiojornal.ne10.uol.com.br/2014/10/29/por-falta-de-atendimento-paciente-perde-a-paciencia-invade-e-quebra-posto-de-saude-em-garanhuns/

Vacinação antirrábica acontece neste sábado (01/11) em Garanhuns

Imagem inline 1

A Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica 2014 será realizada, em Garanhuns, no dia 1º de novembro. A imunização acontecerá das 8h às 17h, em 33 pontos de vacinação, distribuídos, estrategicamente, em vários bairros da cidade. A estimativa é vacinar cerca de 10 mil animais. 

Para alcançar a estimativa de imunização, participarão da equipe de atendimento 150 pessoas, entre vacinadores, coordenadores, motoristas e estudantes voluntários. A equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) irá atender toda a área urbana do município, imunizando animais contra a raiva. Na área rural, o CCZ atua durante todo o ano. Após a campanha do dia 1º de novembro, a imunização será levada, também, aos distritos de São Pedro, Miracica e Iratama.

O diretor de Vigilância em Saúde, Marcos André, expõe a importância da proteção contra a raiva. “Todos os cães e gatos devem ser vacinados, pois não existe outra forma de prevenção da raiva, a não ser a vacina antirrábica. É importante que toda a população se conscientize a esse respeito, para que assim possamos proteger os animais e, sobretudo, nossas famílias”, alertou.

Confira os pontos de vacinação da Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica, que será realizada neste sábado, dia 1º de novembro:




Confira a listagem dos pontos de vacinação:

UBS Parque Fênix
UBS João da Mata
UBS Igreja Católica
UBS Vila do Quartel
UBS Brasília
UBS Aluísio Pinto
UBS Magano I e II
UBS Bela Vista
UBS Cohab I
UBS Heliópolis
UBS Jardim Petrópolis
UBS Liberdade
UBS Vale do Mundaú
UBS Indiano II
Escola Simoa Gomes
Locar
Terminal de ônibus da Cohab 2
Espaço Colunata
Cruzamento da Santa Rosa
Ajoc
Centro Social P. Deon
Escola Letáco Brito
Rádio 7 Colinas
Centro Comunitário Santo Afonso
Igreja do Pastor Miguel
Mário Matos
Adm. Ceaga
Quadra do Lulão
Centro Social Cristo Redentor
UBS Brahma
Parque de Exposição
Nasg (Centro Administrativo)


Secom PMG

Comparsa de assaltante morto por PM em assalto a supermercado em Garanhuns é condenado a 8 anos e 4 meses de prisão


A juíza Milena Flores Ferraz Cintra, titular da  2ª Vara Criminal de Garanhuns,  condenou  Jebisson Araújo Melo, conhecido como Branco, a uma pena de  8 anos e 4 meses de prisão por sua participação no assalto ao supermercado Daiana no Vale do Mundaú no dia 12 de setembro de 2013. O caso ficou bastante conhecido em Garanhuns porque a ação criminosa foi filmada por câmeras de segurança e coibida por um policial à paisana que atirou contra um dos assaltantes, identificado como José de Souza Alves, o qual morreu uma semana depois. O policial chegou a ser atingido no joelho com um disparo de arma de fogo de grosso calibre. Jebisson foi condenado por corrupção de menores e roubo, perfazendo uma pena total de 8 anos e 4 meses de prisão. A condenação por corrupção de menores se deu por causa da participação de um adolescente de 16 anos no assalto. Como está preso  há pouco mais de 01 ano, a pena restante é de 07 (sete) anos e 02 (dois) meses e alguns dias. Ainda segundo a decisão da juíza, o condenado deverá cumprir a pena  no Presídio Desembargador Augusto Duque em Pesqueira/PE.

ENTENDA O CASO CLICANDO AQUI



REVEJA O VÍDEO DO ASSALTO

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Câmara reage, derruba decreto que criava conselho populares, e impõe derrota ao PT

Plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília
A Câmara dos Deputados reagiu e derrubou nesta terça-feira o decreto  da presidente Dilma Rousseff, destinado a criar conselhos populares em órgãos da administração pública. A matéria foi assinada no final de maio em uma canetada da presidente e foi alvo de críticas de juristas e parlamentares. O Senado ainda tem de avaliar o projeto de decreto legislativo para que a determinação do Planalto seja suspensa.

Oposicionistas acusavam o governo de tentar aparelhar politicamente entidades da administração pública, além de diminuir o papel do Legislativo. Para pressionar a inclusão do tema na pauta, eles ameaçaram travar as votações na Casa até que a matéria fosse a plenário.

A derrubada da matéria é uma reivindicação antiga da oposição e se deu dois dias após as eleições, indicando a turbulência que Dilma encontrará no Congresso no novo mandato. “Essa derrota é para mostrar que o discurso de conversa com o Congresso não poder ficar só na teoria”, resumiu o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA).

Tão logo foi apresentado, no início de julho, o projeto que sustava o texto palaciano teve adesão maciça de partidos de oposição e da base, contando inclusive com o apoio do PMDB, maior aliado do governo. Na Câmara, a matéria ganhou regime de urgência, o que permitiu que fosse direto ao plenário antes de tramitar pelas comissões. O projeto de decreto legislativo que pedia a suspensão da canetada de Dilma foi pautado nesta terça por Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), presidente da Casa que saiu derrotado na disputa ao governo do Rio Grande do Norte. Alves credita sua derrota à falta de apoio da presidente Dilma e ao fato de que o ex-presidente Lula chegou a participar da propaganda eleitoral do adversário Robinson Faria (PSD), eleito para o governo potiguar. Durante a sessão, o presidente convocou os deputados para que se mantivessem no plenário e garantissem a aprovação do texto. A derrubada do decreto foi aprovada em votação simbólica.

O QUE É?
 O decreto número 8.243/2014 foi criado sob o pretexto de instaurar a Política Nacional de Participação Social (PNPS) e o Sistema Nacional de Participação Social (SNPS). Mas, na prática, prevê a implantação de “conselhos populares”, formados por integrantes de movimentos sociais, vinculados a órgãos públicos. A matéria instituiu a participação de “integrantes da sociedade civil” em todos os órgãos da administração pública. Porém, ao trazer uma definição restritiva de sociedade civil, representa um assombroso ataque à democracia representativa e à igualdade dos cidadãos ao privilegiar grupos alinhados ao governo.


A votação, que se arrastou por mais de duas horas, foi marcada por debates acalorados. “Numa democracia, quem escolhe o representante é o cidadão, é o povo. Com esse decreto, a presidente quer que essa escolha seja feita pelo próprio PT. Isso é um regime autoritário”, afirmou o líder do PSDB, deputado Antônio Imbassahy (PSDB-BA). “A Casa tem de se pronunciar. Não há espaço para que haja uma omissão do Parlamento brasileiro tendo em vista um quadro tão grave. A presidente Dilma prega dialogar, chama a nação para uma ampla negociação, mas impõe, via decreto presidencial, um modelo de consulta à população que é definido pelo Poder Executivo. É uma forma autocrática, autoritária, passando por cima do Congresso Nacional. Esse é um decreto bolivariano que realmente afronta o Poder Legislativo e tenta passar por cima da soberania do Congresso", continuou o líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE).

O PT tentou evitar a derrota a todo custo. Sabendo que não funcionaria no diálogo, o partido apresentou uma série de requerimentos, entre eles para adiar a sessão e retirar a matéria de pauta, mas todos foram rejeitados.

Veja

Suspeito de mandar matar promotor em Itaíba se apresenta à PF


 Fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, 55 anos
O suspeito de mandar matar um promotor de Justiça de Itaíba, no Agreste de Pernambuco, em outubro do ano passado, se apresentou à Polícia Federal (PF), nesta terça-feira (28). O fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, 55 anos, estava foragido desde a época do crime e falou à imprensa que chegou a dormir em cemitérios para escapar da prisão.
José Maria chegou à sede da PF por volta das 18h, acompanhado pela esposa e por advogados. "Eu estou me apresentando espontaneamente. Isso era para ter acontecido bem antes, mas a Polícia Civil nunca quis me ouvir. O delegado da Polícia Federal [Alexandre Alves], na hora que chegou em Águas Belas, que procurou minha família, meus advogados, eu me dispus a me apresentar para contribuir com as investigações", disse.
A PF assumiu o caso em setembro passado, a pedido do Ministério Público Federal e por ordem do Superior Tribunal de Justiça. O delegado Alexandre Alves, que é de Brasília, assumiu o caso em caráter especial.
Fazendeiro chegou acompanhado da esposa e de advogados; após depor, ele ficará preso no Cotel (Foto: Luna Markman / G1)
Momento em que o suspeito chega para se entregar

(Foto: Luna Markman / G1)
Na época do crime, ele tinha cabelos bem grisalhos e apareceu nesta terça com os fios pintados. A tintura estava sendo usada para dificultar a identificação. O suspeito não informou os locais onde esteve escondido nos últimos meses. "Eu estava na pior situação que vocês podem crer, não é fácil deixar a família e viver da maneira que vivi um ano, por causa da falta de interesse, de contribuição do estado. Cheguei a dormir várias vezes dentro de cemitério, dentro do mato e não tinha necessidade de nada disso, porque se o delegado [da Polícia Civil] tivesse mandado uma intimação, eu teria comparecido à delegacia. Nunca quiseram me ouvir", comentou.
José Maria Pedro Rosendo Barbosa também afirmou que votou no primeiro e segundo turno, o que indica que esteva em seu domicílio eleitoral por duas vezes. O fazendeiro alegou ainda que é inocente. "Eu vou ver o que vão me perguntar [no interrogatório], estou pronto para responder. Quero ouvir por que razão estou sendo acusado, porque nunca existiu motivo de eu praticar isso que estão me acusando. Eu nunca dei um bom dia [ao promotor], não conhecia ele", apontou.
O suspeito recebou voz de prisão na sede da PF em cumprimento a um mandado temporário, que tem validade de 30 dias, podendo ser renovado pelo mesmo período. Ele vai ser ouvido e depois seguirá para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife. Ele ficará em uma área reservada que já foi acertada entre a Polícia Federal e a Secretaria de Defesa Social. Como a investigação corre em segredo de Justiça, o teor do depoimento não será revelado.
O CRIME
O crime aconteceu no dia 14 de outubro de 2013, na PE-300. Para a Polícia Civil, que iniciou a investigação do caso, foi o fazendeiro José Maria quem contratou o cunhado, Edmacy Ubirajara, para matar Thiago Faria. A motivação envolveria uma disputa pelas terras da Fazenda Nova. Ubirajara chegou a ser preso – passou dois meses no Centro de Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. O advogado de defesa conseguiu que o acusado saísse da prisão para responder pelo homicídio em liberdade.
Promotor trabalha no comarca de Itaíba, no Agreste (Foto: Facebook/Arquivo Pessoal)Promotor trabalhava na comarca de Itaíba
(Foto: Facebook/Arquivo Pessoal)
O promotor foi morto no Agreste, quando seguia de Águas Belas para Itaíba, cidade onde trabalhava. Quatro cartuchos de espingarda 12 foram encontrados no carro dele.  A noiva, Mysheva Martins, e o tio dela também estavam no veículo, mas não ficaram feridos. Segundo simulação ocorrida em 23 de dezembro, os três foram perseguidos por um carro. O homem que estava no banco de trás desse veículo atirou com uma espingarda 12, acertando o promotor. Mysheva saiu do carro do noivo e se protegeu no barranco; o tio dela também saiu do veículo e andou pelo acostamento. Os atiradores voltaram e o homem que estava atrás atirou outras três vezes, antes de deixar o local do crime. Mysheva e o tio escaparam ilesos.
A Polícia Civil afirma que José Maria encomendou o assassinato porque o promotor teria ajudado a noiva a comprar a sede da Fazenda Nova em um leilão da Justiça Federal. José Maria perdeu a posse e teve que sair dessa fazenda. Em entrevista exclusiva à TV Globo, na época, o fazendeiro negou o crime. O advogado dele, Anderson Flexa, garantiu que seu cliente irá para a prisão, se assim a Justiça decidir. "Ele está disposto a isso. A única exigência é que garantam a integridade física dele", concluiu

G1 PE

Homicídio foi registrado em Bom Conselho nesta terça (28)

Na manhã desta terça-feira, dia 28, mais um homicídio foi registrado no município de Bom Conselho. Foi o nono assassinato ocorrido neste ano na terra de Papacaça.

Desta vez, o crime aconteceu no sítio Cancelas, próximo ao povoado de Igreja Nova. A vítima, identificada como Lucas Ferreira, de 20 anos, foi morta a tiros.

Até o momento, não se sabe a autoria do crime. O corpo de Lucas Ferreira foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML), de Caruaru. O crime será investigado pela Delegacia de Polícia local.

A informação é do blog de Thiago Padilha

Condenada por planejar morte dos pais, Suzane von Richthofen se casa com mulher sequestradora na prisão

Em agosto, Suzane negou a progressão para o regime semiabertoFoto: Robson Fernandjes / Agência Estado

Suzane von Richthofen, condenada a 39 anos e 6 meses de prisão pelo assassinato dos pais em 2002, mudou de vida dentro do presídio de Tremembé: após se tornar evangélica e abrir mão de lutar pela herança, ela se casou com Sandra Regina Gomes, condenada a 27 anos de prisão pelo sequestro de uma empresária de São Paulo. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Recentemente, ela trocou a ala das evangélicas da penitenciária feminina – onde residia até então – para ocupar a cela especial das presas casadas com a nova parceira. O novo casal trabalhava na fábrica de roupas da prisão junto com a ex de Sandra, Elize Matsunaga, presa pela morte e esquartejamento do marido Marcos Kitano Matsunaga em junho de 2012. O relacionamento teria terminado em função de Suzane.

No presídio, as detentas podem assinar um documento de reconhecimento de relacionamento afetivo, que funciona como uma certidão de casamento e permite que casais vivam juntos. Caso um casal se separe, é necessário seis meses para que a presa possa voltar a utilizar a cela especial. A atual parceira de Suzane teve que cumprir a quarentena após se separar de Matsunaga.

O relacionamento é apontado como um dos motivo para Suzane ter negado a progressão para o regime semiaberto. Em agosto, a juíza da Vara de Execuções Penais de Taubaté, Sueli Zeraik de Oliveira Armani, havia concedido o direito à Suzane, que declarou que preferia permanecer no presídio.

Zero Hora
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger