CLIQUE NO BANNER E SEJA REDIRECIONADO PARA O SITE DA PREFEITURA

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Deficit de policiais no 9º BPM, em Garanhuns, é de 248 militares, diz deputado


Enquanto Caruaru ganhou recentemente um novo batalhão da PM, Garanhuns sofre com a falta de efetivo. Não que a primeira não necessite. Precisa, e muito, como medida para frear o altíssimo índice de homicídios registrados por lá. Mas aqui a situação também não é um é um céu de brigadeiro. Os homicídios têm ficado dentro da média histórica, às vezes mais, às vezes menos, entretanto, os crimes contra o patrimônio (furtos, roubos, assaltos), além de casos de violência doméstica frequentes, têm tirado o sossego do garanhuense.  

Um levantamento feito pelo deputado estadual Edilson Silva constatou que o deficit de policiais no 9º BPM é de 248 profissionais.  A situação adquire ares dramáticos porque é com essa lacuna que o batalhão tem que dá conta da segurança ostensiva de Garanhuns e de mais de 20 municípios do Agreste Meridional, que também sofrem com a onda de violência.

 Ainda de acordo com o deputado, três cidades da região (Palmeirina, Terezinha e Paranatama) não dispõem de efetivo policial fixo,dependendo de apoio de destacamentos de municípios vizinhos.  

Baseado nessa situação caótica, que influi diretamente no aumento dos casos de violência na região, o referido deputado encaminhou ao governador Paulo Câmara e ao secretário de Defesa Social Ângelo Gioia, um pedido de informações para que o Governo do Estado forneça dados estatísticos do 9º BPM dos últimos 10 anos, tais como: número de policiais efetivamente em serviço ostensivo, policiais cedidos a outros  órgãos, policiais em gozo de licença e número de vagas abertas e preenchidas mediante concurso público nos últimos 10 anos. A ideia é pressionar Câmara a olhar também para Garanhuns quando dos investimentos em efetivo, viaturas armamento e infraestrutura para os batalhões do interior do estado.   "O Agreste Meridional vem registrando aumento consecutivo da violência com a alta do número de crimes contra o patrimônio e homicídios. O funcionamento do 9º BPM encontra-se prejudicado com o deficit de 248 homens para atender 20 cidades," pontuou o deputado ao justificar o encaminhamento do pedido de informações. 

Louvável a iniciativa do parlamentar. Com tanta omissão, se pudéssemos apelidar o brioso Batalhão Arruda Câmara com um nome baseado na filmografia hollywoodiana certamente a alcunha escolhida seria: ESQUECERAM DE MIM. Lamentável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...