CLIQUE NO BANNER E SEJA REDIRECIONADO PARA O SITE DA PREFEITURA

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Secretaria Municipal da Mulher em Garanhuns ilustra Maria da Penha e Frida Kahlo nas paredes


A Secretaria da Mulher (Secmul) de Garanhuns recebeu, durante essa semana, uma intervenção artística realizada pelo sargento Gilmar Bezerra, comandante  do destacamento da Polícia Militar do município de São João. O artista coloriu as paredes da entrada da secretaria com os retratos de Frida Kahlo e Maria da Penha. Essa ação foi mais uma iniciativa da parceria que a Secmul vem desempenhando com a Polícia Militar de Garanhuns. 

Gilmar Bezerra explicou que escolheu colocar Frida e Maria da Penha em suas ilustrações após uma reunião com a equipe da Secmul e com o comandante da primeira companhia da Polícia Militar de Pernambuco em Garanhuns, capitão Lucas, no qual foi decidido que as paredes deveriam ser ilustradas com figuras que representassem a luta e o empoderamento feminino. "A primeira pessoa que pensei, quando me perguntaram quem eu sugeria para representar esse ideal de empoderamento e resistência, foi Frida Kahlo. É uma honra contribuir com o espaço, deixando minha marca. Quero agradecer pela oportunidade ao pessoal do batalhão e a toda a equipe da Secretaria da Mulher. É um grupo que não abre mão de ajudar. Me senti muito bem durante os dias que estive aqui, pois a energia é contagiante. Todo mundo esteve empenhado em querer o melhor. Para mim foi um prazer", afirmou.

A responsável pela pasta, Eliane Simões Vilar, comentou sobre a importância de representar esses símbolos nas paredes da secretaria que atende às mulheres que precisam de apoio. “Frida Kahlo representa toda uma história de luta e referência. Ela foi vítima de violência doméstica, vítima de um relacionamento de poder muito forte entre ela e seu companheiro. Ela foi escolhida porque as mulheres que chegam na Secretaria podem se espelhar nela e tê-la como exemplo. Maria da Penha lutou para que a lei pudesse entrar em vigor e que a violência doméstica fosse considerada um crime. A partir da luta dela, o Brasil conseguiu fazer uma lei que criminaliza um ato que era feito entre quatro paredes e que era naturalizado pela sociedade. Então, nada melhor do que fazer com que essa mulher tão forte, que transformou sua vida em luta para que as outras mulheres pudessem ter sua vida em paz, fosse representada na nossa sede”, explicou.


PUBLICIDADE
A LOJA VIRTUAL DA VITRO JOIAS

Saiba mais 
Frida Kahlo
Frida Kahlo foi uma pintora mexicana, nascida em 1907. A artista foi, junto do seu marido, o artista plástico Diego Rivera, uma figura importante para a arte. Suas obras em tela retratam símbolos e signos que revelam momentos de sua vida e seu interior. Além disso, Frida esteve à frente de seu tempo, lutando contra os ideais impostos às mulheres da época, seguindo seu próprio estilo de vida, não se importando com padrões estéticos. Ela teve seu rosto conhecido devido as suas sobrancelhas juntas e pêlos no bulso. 

Maria da Penha 
Maria da Penha Maia Fernandes nasceu no Ceará e foi casada com o professor universitário, Marco Antônio Viveros. Foi vítima de duas tentativas de homicídio durante a década de 80, onde levou um tiro nas costas, de seu marido, e se tornou paraplégica. Após 15 anos de luta, a justiça brasileira ainda não havia decidido o caso. Com a ajuda de ONGs, Maria da Penha enviou o caso para Comissão Interamericana de Direitos Humanos (OEA). Graças a OEA, Viveros foi preso em 2002. Em setembro de 2006, foi criada a Lei 11.340/06, que recebeu o nome de Lei Maria da Penha, que criminaliza a ação da violência física e sexual, psicológica, patrimonial e assédio moral.

Fotos: Daniela Batista - Secom/PMG , TEXTO - DANIELA BATISTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...