quarta-feira, 26 de outubro de 2016

SONHO ANTIGO DOS GARANHUENSES: Paulo Câmara conversa com Temer sobre demandas de Pernambuco e inclui duplicação da BR-423 na pauta


Dilma prometeu e não cumpriu. Na época de vacas gordas o projeto não saiu do papel. A crise chegou e  a duplicação da BR-423, entre São Caetano e Garanhuns, foi engavetada, embora alguns otimistas teimem em dizer que não. E sob a batuta de Temer? Como fica esse sonho antigo e tão importante para a região? É cedo para saber, mas com um ajuste fiscal sem precedentes em gestação no Congresso, é muito provável que a duplicação ainda demore a se tornar uma realidade que beneficiaria milhares de pessoas. Como pedir não ofende, em encontro nesta quarta, 26 de outubro, com o presidente Michel Temer, o governador colocou a duplicação da BR-423 na sua pauta para Pernambuco.  Ele almoçou no Palácio do Planalto com Temer. e, segundo sua assessoria, o presidente se colocou à disposição para aprofundar as questões não apenas de Pernambuco, mas também do Nordeste. 

Paulo entregou uma carta a Temer na qual relaciona obras e projetos de interesse do Estado e da região e na qual estava incluída como uma das prioridades a duplicação que beneficiaria diretamente Garanhuns. Os outros projetos citados pelo governador foram: inclusão do Aeroporto dos Guararapes, da BR-232 e do Arco Metropolitano no pacote de concessões federais; a devolução da autonomia do Porto de Suape; a adequação e duplicação da BR-423 no trecho entre São Caetano e Garanhuns, a retomada das obras da Ferrovia Transnordestina e a conclusão da Refinaria Abreu e Lima.

O governador Paulo Câmara também solicitou ao presidente Michel Temer o início da construção do Ramal do Agreste e a aceleração da Adutora do Agreste – obras que integram a Transposição das águas do Rio São Francisco. “Falei para o presidente que estamos no sexto ano consecutivo de seca, o que agrava ainda mais os efeitos da crise econômica sobre a população do Nordeste”, explicou o governador de Pernambuco.

Em tempo: vale destacar o empenho quase que hercúleo do prefeito Izaías Régis que, mesmo sendo uma obra federal, fora portanto de suas atribuições constitucionais, não tem medido esforços para viabilizar o projeto de duplicação, beneficiando assim a população de Garanhuns e do Agreste. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger