quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Hospital Infantil em Garanhuns será beneficiado com recursos do Ministério da Saúde

Em todo o país, 216 entidades filantrópicas serão beneficiadas com a garantia de repasse de R$ 371,9 milhões por ano

O secretário executivo de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde (MS), Francisco de Assis Figueiredo, anunciou, na manhã desta quarta-feira (19.10), a habilitação de serviços hospitalares pernambucanos de média e alta complexidade. Ao todo, serão mais de R$ 25 milhões investidos por ano em nove unidades de seis municípios, entre santas casas e entidades filantrópicas. O anúncio foi feito na sede da Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES/PE) na presença do secretário estadual de Saúde, Iran Costa; do secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia; e do superintendente geral do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), Hélio Fonseca.

A informação foi passada pela Secretaria de Saúde do Estado à V Gerência Regional de Saúde, em Garanhuns, onde está sediado o Hospital Infantil Palmira Sales, uma das instituições beneficiadas com os recursos. Segundo a gestora regional de saúde, Dra. Catarina Tenório, o investimento fortalece a Rede SUS no Agreste Meridional, principalmente em Garanhuns, cidade-polo para 21 municípios.

RECURSOS: Os R$ 25 milhões serão liberados para o Hospital Infantil Palmira Sales, em Garanhuns; Hospital Memorial Jaboatão, em Jaboatão dos Guararapes; Hospital do Vale, em Limoeiro; Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), CHS Nossa Senhora das Graças, Associação Evangélica Beneficente de Pernambuco e o Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (Imip), no Recife; Sociedade Hospitalar Maria Vitória, em São Lourenço da Mata; e Apami e Hospital Maternidade de Vertentes. O financiamento será para leitos de retaguarda, de UTI adulto, para centro especializado em reabilitação, entre outros.

De acordo com o secretário Francisco de Assis Figueiredo, todos os serviços já funcionavam, mas não recebiam custeio federal. Segundo ele, as medidas para economizar recursos do Ministério da Saúde ajudarão no atendimento à população e essa prática de eficiência dos gastos continuará na rotina do órgão. Já o secretário estadual Iran Costa destacou que essa primeira iniciativa abre caminho para que possam ser construídos novos projetos para benefício dos pernambucanos.

ECONOMIA – Em todo o país, 216 entidades filantrópicas serão beneficiadas com a garantia de repasse de R$ 371,9 milhões por ano. Essas unidades são responsáveis por 43% das internações que ocorrem no país. Também estão sendo contempladas 99 UPAs, com impacto financeiro anual de R$ 182 milhões ao orçamento do Ministério da Saúde. Serão liberados ainda R$ 141,1 milhões para o pagamento de emendas a 255 instituições prestadoras de atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Desde maio, as medidas de gestão adotadas pelo MS já permitiram a aquisição de mais 7,4 milhões de medicamentos e vacinas, com investimento de R$ 222 milhões. Também possibilitaram o aporte de R$ 227 milhões para o fortalecimento da indústria nacional e geração de empregos, com a produção brasileira da vacina meningocócica.

V GERES – Gerência Regional de Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger