terça-feira, 6 de setembro de 2016

CIDADE DAS FLORES E DOS ESCRITORES : Garanhuense é um dos vencedores do Prêmio Pernambucano de Literatura, edição 2016

Paulo Gervais

O escritor garanhuense, Paulo Gervais, foi um dos cinco vencedores do 4º Prêmio Pernambuco de Literatura. O resultado foi anunciado nesta terça-feira (6), em cerimônia realizada no Espaço Pasárgada, no bairro da Boa Vista.

A iniciativa da Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), em parceria com a Cepe Editora, distribuiu R$ 40 mil em prêmios. O prêmio principal desta edição foi para "Curso de Escrita de Romance – Nível 2," romance de Álvaro Filho. Além de ter seu livro publicado por uma das editoras mais prestigiadas do país, o recifense receberá ainda uma premiação no valor de R$ 20 mil.

O garanhuense Gervais foi premiado por seu Paulatim: Fuga em si menor, na categoria Poesias. Somam-se a ele e a Álvaro Filho: Camillo José, com A Dakimakura Flutuante, Walther Moreira Santos  com a obra "Todas as Coisas Sem Nome" e  Ruinosas ruminâncias, de Philippe Wollney.

Os quatro escritores terão as produções lançadas pela editora e vão receber prêmio de R$ 5 mil cada. A quarta edição do prêmio recebeu um total de 250 inscrições. Cada obra terá a tiragem de mil exemplares.

“É uma honra contribuir com este Prêmio, que incentiva e reconhece nossos escritores. Nesta edição, os quinze títulos finalistas são excelentes e estamos trabalhando para lançar as obras vencedoras em março de 2017″, adiantou Tarcísio Pereira, Presidente do Conselho Editoral da Cepe. Cada obra terá tiragem de mil exemplares.

PAULATIM – FUGA EM SI MENOR
Paulo Gervais (Poesia – Garanhuns / Agreste)

Livro de poemas em que temas como a relação entre o homem, a terra e o sagrado ou o conflito entre a contemplação e a ação frente ao mundo se destacam. Revela-se nos poemas uma dicção serena e firme, por meio da forma fixa de dezoito versos que conferem unidade à obra, provida de uma poética que trata delicadamente da humanidade de forma atemporal.

GARANHUNS VIRA CELEIRO DE BONS ESCRITORES
 Na edição de 2014 do Prêmio Pernambucano de Literatura, o garanhuense Helder Herik foi um dos vencedores  com a obra literária Rinoceronte dromedário (poesia). Em junho deste ano, José Mário Rodrigues, também de Garanhuns, ganhou o Prêmio Sesc de Literatura 2016, na categoria contos.  A nova safra de escritores, somada aos nomes de Luzilá Goncalves e Luiz Jardim, entre outros, cingem um novo rótulo a Garanhuns como Cidade dos Escritores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger