sábado, 16 de abril de 2016

REVOADA TUCANA: PSDB local rompe com grupo de partidos aliados ao governador e avisa que Ivan Jr. continua pré-candidato a prefeito de Garanhuns


Com a proximidade do pleito eleitoral de outubro, e com o atual favoritismo do prefeito Izaías Régis, partidos e coligações se articulam com o objetivo de viabilizar candidaturas competitivas seja na esfera legislativa ou na majoritária.  Dentro desse arcabouço eleitoral encontra-se o PSDB de Garanhuns. Após desvencilhar-se de algumas disputas internas, o partido e formou consenso em torno do nome do empresário Ivan Júnior como pré-candidato a prefeito de Garanhuns. Entretanto, havia um entrave. O Grupo político liderado pelo governador Paulo Câmara, formado por uma ampla aliança de partidos, e na qual o PSDB local se inseria, tinha planos de lançar uma candidatura única com um candidato forte capaz de contrapor o favoritismo de Izaías. Na mesa, além do nome de Ivan Jr, surgiram como opções o de Sivaldo, Claudomira, Nivaldo, Givaldo Calado, entre outros. Com a indefinição por parte do grupo oposicionista em torno de um pré-candidato, o PSDB cansou de esperar, decidindo romper com a  chamada “Frente Popular de Garanhuns”, grupo remanescente da Frente Popular de Pernambuco e que segue a orientação política do governador. Com o desembarque, os tucanos  ensaiam um voo próprio em direção ao Palácio Celso Galvão não só mantendo como também apostando todas as suas fichas na pré-candidatura de Ivan Jr. 

Segundo Rafael Peixoto, presidente do diretório municipal do PSDB, além  da indefinição em torno de um nome por parte do grupo liderado por Paulo Câmara, pesou o fato de o Governo do Estado não ter atendido, até o momento, uma pauta de reivindicações em prol da melhoria de órgãos controlados pelo Governo do Estado em Garanhuns, tais como Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), a Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE-no magano), A Gerência Regional de Educação do Agreste Meridional (GRE), a Companhia Pernambucana de Saneamento Básico (Compesa), entre outros.

"A ofensiva do PSDB/Garanhuns acontece em real, além da pauta de reivindicações não atendida, porque diversas reuniões foram promovidas entre os quase 20 partidos que fazem parte da “Frente”, sem que, em nenhum momento um pré-candidato a prefeito tenha sido definido, ainda que tenha sido pregado a união entre todos, principalmente pelo PSB de Câmara. Desde novembro a candidatura do empresário Ivan Júnior vem sendo trabalhada e agora, já que não há oficialmente uma definição por parte do Governo do Estado, no que se refere a um nome comum, os tucanos desembarcam da “Frente”, devendo seguir com uma candidatura própria, ao contrário do que vem sendo ventilado em parte da imprensa, ou seja, Ivan é pré-candidato a prefeito de Garanhuns mais do que nunca", disse o presidente do partido em nota direcionada à imprensa. 

 Ainda segundo a nota, para os tucanos de Garanhuns não basta apenas o Governo do Estado aparelhar uma candidatura local, ele teria que atender ao chamamento da população para as necessidades em níveis de atenções básicas e da altas complexidades.

 "A decisão de desembarcar da Frente Popular de Garanhuns foi tomada em conjunto, ouvindo filiados e pré-candidatos do partido. Esclarece também que o PSDB/Garanhuns sempre esteve a favor de uma união, algo preterido pelo Governo do Estado de Pernambuco", pontuou Peixoto.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger