terça-feira, 8 de março de 2016

PACTO PELA VIDA: Número de assassinatos cresceu 30% em Garanhuns em 2015


A Secretaria de Defesa Social (SDS) concluiu recentemente um estudo da conjuntura criminal, responsável por analisar os números da violência, mês a mês, em todas as regiões do Estado. Com o pior resultado da história do Pacto pela Vida em 2015, os municípios com mais de 100 mil habitantes também apresentaram forte crescimento da violência, com exceção de Paulista, que teve uma leve redução nos números.

Petrolina, no Sertão pernambucano, apresentou o resultado mais alarmante. Houve aumento de 57,6% no número de assassinatos em 2015 em relação ao ano anterior. O crime de maior repercussão foi a morte de Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, dentro do colégio particular onde estudava. A menina foi encontrada morta, com uma faca cravada na barriga, durante festa de formatura. O crime ainda não foi esclarecido.

Caruaru, no Agreste do Estado, também chamou a atenção pelo avanço desenfreado da violência. Houve aumento de 48,9% nas mortes em 2015. No total, foram 204 homicídios, enquanto em 2014 a cidade registrou 137.

Em relação à taxa de homicídios para cada 100 mil habitantes, o município do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, venceu a disputa. A taxa passou de 62,5 para 80,66.

Confira a lista completa abaixo:

1 – Cabo de Santo Agostinho – 80,66

2 – Igarassu – 62,64

3 – Caruaru – 58,23

4 – Jaboatão dos Guararapes – 45,86

5 – Vitória de Santo Antão – 45,85

6 – Petrolina – 39,38

7 – São Lourenço da Mata – 38,27

8 – Olinda – 37,96

9 – Recife – 35,83

10 – Paulista – 35,46

Com relação ao número de assassinatos em 2015, Garanhuns aparece no insólito ranking de municípios com mais de cem mil habitantes onde houve maior crescimento desse tipo de crime.

Confira os municípios com maior crescimento de assassinatos em 2015

1 -Petrolina – 57,6%

2 – Caruaru – 48,9%

3 – Igarassu – 44,8%

4 – Cabo de Santo Agostinho – 31,2%

5 – Camaragibe – 30,5%

6 – Garanhuns – 30,3%

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger