segunda-feira, 26 de outubro de 2015

PCB estadual ratifica apoio ao nome de Paulo Camelo como opção para a disputa da prefeitura de Garanhuns


O blog recebeu nota do PCB estadual que ratifica o apoio  ao nome de Paulo Camelo como principal liderança do partido em Garanhuns e potencial candidato ao Palácio Celso Galvão. O documento também faz críticas a condução da política ambiental do município e condena desmatamentos, poluição dos rios e riachos e a falta de adequada política urbana. "O PCB se coloca para o município de Garanhuns como uma alternativa concreta na construção do Poder Popular e na luta pelo socialismo", diz parte da nota a qual você confere a íntegra abaixo

PCB ESTADUAL APOIA DIRETÓRIO MUNICIPAL DE GARANHUNS
O município de Garanhuns, conhecido por sua beleza e clima agradável, por conta de sua localização e altitude de 842 m., passa a ter o Partido Comunista Brasileiro-PCB, como uma de suas referências no processo de organização da sociedade civil local. O PCB tem uma longa história de lutas na cidade, que ainda nos idos dos anos 60 e 80, recebeu o legendário Gregório Bezerra, acompanhado pelo alfaiate ativista Amaro Costa e outros camaradas, que ali se alinhavam nas lutas sociais, contra a ditadura civil-militar e pela redemocratização do Brasil. 

Foram anos difíceis, de lutas clandestinas, de embates eleitorais, prisões, perseguições, participando nas frentes de massa, no MDB, nas igrejas, nas atividades de expressão cultural, nos espaços onde nasciam e brotavam sinais de esperança por um mundo melhor.

Agora, sob a liderança do engenheiro Paulo Camelo e participação direta de muitos Garanhuenses, o PCB se reorganiza, a partir de uma série de reuniões e debates com dirigentes estaduais, e, se coloca para o município de Garanhuns como uma alternativa concreta na construção do Poder Popular e na luta pelo socialismo.

O Município de Garanhuns, mesmo sendo uma das grandes referências turísticas do estado de Pernambuco, conhecida como “Cidade das Flores”, “Suíça Pernambucana” e/ou “Cidade Jardim”, é vítima de grande agressão Ecológica pois, vem ocorrendo  muitos desmatamentos, poluição dos rios e riachos, falta de adequada política urbana, falta de gestão participativa e democrática, onde predominam os interesses de alguns e não da maioria da população, ampliando a pobreza e a miséria de grandes parcelas dos seus moradores.

As atividades culturais que atraem todos os anos contingentes de visitantes, a exemplo do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) não valorizam e nem apoiam, prioritariamente a produção artística local, que apenas participam em atividades de menor importância, recebendo as migalhas dos projetos articulados com os governos estadual e municipal, sem a participação efetiva dos produtores e artistas locais.

É dentro deste contexto, que não é diferente da realidade do Estado e do País, que o PCB se coloca na luta por uma sociedade igualitária, que prioriza a organização dos trabalhadores de Garanhuns nos sindicatos e associações, como também dos estudantes e suas entidades, que defende mudanças e transformações profundas nas estruturas agrárias, acadêmicas e de moradia, garantindo terra aos que nela trabalham, estudo de qualidade a nível municipal e de moradia, aos que nela vivem, como as dos “Quilombolas”, que preserve os recursos naturais, que estimule o cooperativismo, o pleno emprego, a educação e a saúde pública de qualidade, que promova o acesso à habitação e urbanização com saneamento básico para todas as comunidades, entre tantas necessidades e sonhos que fazem parte da vida das pessoas e do conjunto da sociedade.

O PCB de Garanhuns tem hoje um Diretório municipal que está sendo coordenado por uma Direção Coletiva formada pelos camaradas Andyrá, Paulo Camelo, Pierre, Ronaldo e Rudy Barros e composta por militantes ardorosos das causas sociais da cidade, relegadas, há tantos anos, pelos forasteiros que há 4 décadas se encastelaram na sede da Prefeitura e não foram capazes de promover o crescimento econômico, social, turístico e a preservação da natureza no Município de Garanhuns.

Temos a honra de, entre os dias 29 e 31 de outubro estar realizando uma série de atividades junto à sociedade local como, a apresentação da nova Direção do PCB na cidade, lançamento do livro de Memórias do Líder Camponês Gregório Bezerra (dia 29.10.2015, quinta-feira, às 19:30hs no Plenário da Câmara de Vereadores), além de um seminário interno de formação política para os militantes do PCB, quando estaremos debatendo os principais fundamentos da preparação política dos quadros locais, para que Garanhuns não continue “importando” políticos para administrá-la, entendendo que a cidade tem pessoas competentes e comprometidas com um modelo de gestão voltada para o fortalecimento do Poder Popular, onde os trabalhadores sejam os protagonistas das discussões, formulações e decisões dos seus destinos.


Roberto Luis Arrais de Oliveira
Secretário Político do Diretório Regional do PCB / PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger