sábado, 17 de outubro de 2015

Homem é preso no bairro do Magano por suspeita de vender mercadorias roubadas de depósito em Garanhuns

Material apreendido na casa do suspeito
Um homem foi preso nesta sexta-feira, 16 de outubro, em Garanhuns, sob a acusação de estar comercializando diversas mercadorias roubadas em sua residência no bairro do Magano. De acordo com informações, a PM chegou até o suspeito, identificado como Fernando da Silva Lopes, de 26 anos, através de uma denúncia de que ele e a esposa estariam vendendo produtos de alimentação, higiene e limpeza sem nota fiscal e com o preço sempre abaixo do de mercado. Ao realizar uma busca na residência do casal, localizada na Rua São Paulo nº 333, Magano, os policiais encontraram uma grande quantidade de mercadorias de origem duvidosa, além de um alicate de grande porte. Questionado sobre a procedência do material, Fernando afirmou que teria comprado na cidade de Arapiraca, também sem nota, mas o comerciante Francisco Alves Diniz, proprietário de um depósito de alimentos e materiais em geral, situado na Rua Capitão Pedro Rodrigues, compareceu à delegacia reclamando de que seu estabelecimento havia sido arrombado recentemente e que toda a mercadoria apreendida pela PM na residência do suspeito lhe pertencia, o que ficou provado após a apresentação de uma nota fiscal.  

Foram encontrados na residência do casal os seguintes materiais: 02 litros de uísque Chivas 12 anos, 01 litro de uísque Balanttines 12 anos, 10 bobinas de tinta, um alicate de 24 polegadas, 09 pacotes de frauda, 20 pacotes de toalhas umedecidas, 36 pacotes de papel higiênico , 02 pacotes de cortadores de unha, 17 pacotes de leite em pó, 11 pacotes de repelente, 13 odorizantes de ambiente, 64 bombinas etiquetadoras, com o nome do mercadinho de onde as mercadorias foram furtadas e 08 pacotes de Mucilon. Diante da situação, Fernando foi autuado em flagrante e delito por crime de receptação, sendo recolhido à Cadeia Pública de Garanhuns. Os produtos apreendidos foram devolvidos ao comerciante furtado. 

Não é a primeira vez que Fernando é acusado de um crime desta natureza. Em março do ano passado, a polícia apreendeu em sua residência uma vasta quantidade de produtos alimentícios que haviam sido furtados de um depósito no bairro da Brahma. Na ocasião, ele foi  investigado  como suspeito de ser  o autor do furto. RELEMBRE

Cadeado foi encontrado na casa de Fernando

Viatura da PM recolheu os produtos de origem duvidosa

Uísque e produtos de higiene e limpeza furtados foram encontrados em casa do Magano


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger