sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Mesmo com crise que mina saúde financeira do Governo Federal, DNIT visita trecho da BR-423 e diz que edital de duplicação sai ainda este ano


Tragado por uma crise política sem precedentes que ameaça inclusive o mandato da presidente, e com um orçamento deficitário em cerca de 30 bilhões de reais para 2016, o que o obrigou a realizar pesados cortes de gastos, penalizando a população,  poucos acreditam que o Governo Federal vai ter a saúde financeira necessária para tocar as obras dentro do PAC previstas para o próximo ano. É neste rol que está a mais do que prometida duplicação da BR-423. 

A promessa do DNIT, na qual o prefeito Izaías acredita cegamente, o povo não,  é de que o edital saia ainda este ano. Segundo o gestor sairia em outubro. Em viagem a São Paulo, ele comemorou o fato de, a seu pedido, técnicos do  do DNIT terem visitado ontem, 24 de setembro, o trecho da BR-423 de São Caetano a Garanhuns que está previsto para ser duplicado. 

“Sabemos da ânsia de todos do Agreste Meridional pela duplicação dessa rodovia. Estamos empenhados em dar a nossa contribuição para que esse sonho seja realizado. Esse é mais um passo, iremos continuar solicitando que esse projeto esteja entre as prioridades do Governo Federal”, comentou Izaías.

O otimismo do prefeito é louvável e digno de aplausos, mas contrasta com a dose de realidade vivida pela população de Garanhuns que já não acredita mais que a duplicação seja iniciada. O temor dos céticos é que, pela primeira vez desde que foi prometida, ainda na gestão de Lula, o Governo tem um álibi palpável para justificar um possível novo adiamento da duplicação: o desequilíbrio financeiro das contas públicas da União. 

Segundo nota da prefeitura, além dos técnicos que são das áreas de planejamento, meio ambiente e desapropriação, a visita contou com a presença do superintendente do DNIT em Pernambuco, Cacildo Medeiros e foi acompanhada pelo técnico da Secretaria de Planejamento da Prefeitura de Garanhuns, engenheiro João Guido.


Ainda segundo a nota, durante a visita os profissionais pararam em cada cidade por onde a duplicação vai passar para conhecer “in loco” as necessidades para a finalização do anteprojeto. Em Garanhuns, foi dispensado o maior tempo de visita técnica devido às adequações que serão feitas para a mudança do anteprojeto solicitada pelo Governo Municipal, para que a duplicação passe por fora da cidade.

“Neste momento estamos finalizando o anteprojeto e esse trabalho in loco é de extrema importância. Passada essa fase teremos o envio desse anteprojeto para licitação, que deve ser iniciada ainda este ano” explicou André Nunes, da coordenação de Planejamento do DNIT.




A equipe do DNIT permanece em Garanhuns até esta sexta-feira (25).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger