segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Mais um flagrante de agressão à mulher é registrado em Garanhuns

Imagem ilustrativa
Vítima disse que foi agredida a socos pelo companheiro. Ele pagou fiança e foi liberado

A Lei Maria da Penha produziu avanços inegáveis no combate a violência contra a mulher, mas ainda permite aberrações como a admissão do pagamento de fiança para quem espanca suas companheiras. 

Um exemplo desse nefasto e perigoso benefício ocorreu neste domingo, 13 de setembro, em Garanhuns, cidade que registra um caso de violência doméstica praticamente todos os dias. Na Rua Teotônio Vilela, Cohab I, uma professora de 36 anos relatou ter apanhado a socos de seu companheiro Gustavo Rafael Ferreira Santiago Silva, de 24 anos. Quando a PM foi acionada, a vítima repetiu a história e ainda detalhou que os socos foram desferidos em seu rosto. Diante de tamanha violência, Gustavo foi preso e levado à Delegacia Regional, mas a ele foi concedido o benefício da fiança. O homem pagou a quantia estipulada e foi liberado na mesma hora. Com uma lei tão benevolente, que pune a vítima e favorece o agressor, não nos causa espanto o fato de Garanhuns registrar um caso de violência contra a mulher todos os dias. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger