terça-feira, 16 de junho de 2015

Polícia Civil investiga nova suspeita de fraude no concurso da Prefeitura de Garanhuns


Para secretário, Delegacia de Crimes Contra Administração e Serviços Públicos, com sede no Recife, pode estar procurando ligação entre quadrilha que fraudou concurso em Ipojuca e o certame para guarda municipal em Garanhuns, já que dois dos presos prestaram concurso aqui e foram aprovados para a próxima etapa.

A Polícia Civil, através da 1ª Delegacia, está investigando uma  nova suspeita de fraude no concurso da Prefeitura de Garanhuns. A informação foi passada ao blog de Carlos Eugênio pelo secretário de Administração do Município, Alfredo Góis, ao responder uma pergunta sobre a homologação do certame.

Para a surpresa de todos, Alfredo relatou que a prefeitura foi notificada pela 1ª Delegacia de Polícia Civil de Garanhuns quanto a indícios de fraude no concurso, possivelmente no que se refere ao cargo de guarda municipal.

Alfredo disse que entrou com um pedido de informações junto à delegacia para saber se a investigação estava se processando apenas na prova da guarda municipal ou se também nos outros cargos, mas recebeu como resposta que a informação era sigilosa, já que a investigação principal ocorre no Recife, mais precisamente na Delegacia de Crimes Contra Administração e Serviços Públicos. "Já oficializamos essa delegacia da capital para saber se estes indícios de fraudes estão sendo investigado somente para o cargo de guarda municipal ou se em todo o certame. Acreditamos que esse caso esteja ocorrendo por conta de duas pessoas que estão sendo investigadas por fraudes no concurso de Ipojuca. Uma delas está presa, inclusive. Estes dois suspeitos aparecem na lista de classificados para o cargo de guarda municipal no concurso de Garanhuns. Diante disso, estamos suspendendo a segunda etapa do certame que estava previsto para o dia 22 de junho", concluiu Alfredo

Ainda de acordo com o gestor, se a resposta da Delegacia de Crimes Contra Administração e Serviços Públicos ao pedido de informações da prefeitura apontar para indícios de fraude apenas no que se refere ao cargo de guarda municipal, a previsão é que a homologação dos demais candidatos aprovados aconteça no início de julho e, logo após, ocorra a convocação dos que passaram no certame dentro do número de vagas de cada cargo.

No nosso entendimento, baseado no que o secretário disse, a investigação da Delegacia de Crimes Contra Administração e Serviços Públicos visa apurar se a prática criminosa aplicada no concurso de Agente de Trânsito da AMTTRANS de Ipojuca ocorreu também em Garanhuns haja vista dois dos presos na fraude terem feito a prova de guarda municipal por aqui aparecendo inclusive na relação de aprovados. Lá o esquema se baseou em venda de gabaritos e utilização de pontos eletrônicos. Caso a polícia não encontre nenhum elo de ligação criminosa entre a quadrilha que agiu em Ipojuca e o concurso de Garanhuns as próximas etapas seguirão normalmente até a convocação.

Ao todo 3.345 candidatos concorreram às 33 vagas disponíveis no concurso para o cargo de guarda municipal. Destes, 235 foram aprovados na prova objetiva e se preparam para a segunda fase que é a realização/entrega dos Exames de Saúde,


Entenda como se deu a fraude no concurso de Ipojuca clicando AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger