quinta-feira, 30 de abril de 2015

Professores do município realizam protesto em frente à prefeitura de Garanhuns e ameaçam decretar greve geral

Protesto em frente à Prefeitura de Garanhuns reuniu cerca de 400 educadores

Cerca de 400 professores efetivos da Rede Municipal de Ensino fizeram uma vultuosa manifestação em frente ao Palácio Celso Galvão, sede da Prefeitura Municipal de Garanhuns. O ato aconteceu na manhã desta quinta-feira, último dia de abril. O protesto começou com uma concentração no Centro Cultural de Garanhuns. Após isso, os docentes seguiram em passeata até a Avenida Santo Antônio onde estacionaram na frente da prefeitura. Munidos de cartazes, apitos, carro de som e gritando palavras de ordem, os professores apresentaram uma pauta de reivindicações que inclui o aumento de 13,01% de forma Linear, Anulação da Lei que modificou o Abono Educador, Eleição para Gestor, Insalubridade de 10% para os Serviços Gerais, Estatuto do Servidor e melhores condições de trabalho. 

 Segundo um dos líderes do movimento, professor Lincoln Matias, apesar do barulho e da capilaridade do protesto desta manhã, ninguém do Governo Municipal se predispôs a dialogar com a classe. "Fizemos um convite para que alguém da prefeitura nos atendesse, mas ninguém apareceu. O que estamos fazendo é cobrar uma resposta do prefeito e lutar pelos nossos direitos", afirmou Lincoln

Sobre o aumento de 13,01% Lincoln explicou que ele não contemplou todos os professores de maneira igual. Em uma tabela enviada pela categoria ao blog é possível observar que o reajuste variou de 13,01% até menos de 1%,  dependendo do nível de cada profissional. 

A manifestação desta sexta em Garanhuns fez parte de um movimento chamado de Greve Nacional em 30 de Abril, que levou muitos educadores a paralisar as atividades em várias partes do país. Na rede municipal de Garanhuns, apenas os estagiários deram aula normalmente. 

O protesto na frente da prefeitura foi encerrado por volta do meio dia. Uma  nova assembleia está marcada para o dia 07 de maio, onde a categoria vai deliberar sobre a possibilidade de decretação de greve geral.   






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger