CLIQUE NO BANNER E SEJA REDIRECIONADO PARA O SITE DA PREFEITURA

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Inverno em 2017 é o maior dos últimos 20 anos em Garanhuns revelam estatísticas


"O inverno acabou oficialmente no último dia 22 de setembro, mas parece que esqueceram de avisar isso a  Garanhuns". Essas e outras frases jocosas têm rolado nas redes sociais em referência ao longo e generoso período chuvoso que banhou o município em 2017. Não é só impressão dos internautas. Os números da APAC (Agência Pernambucana de Águas e Clima) confirmam a sensação da população de que a água caída do céu foi além da conta. De janeiro a setembro, choveu em Garanhuns 1.221 milímetros. É a maior precipitação acumulada dos últimos 20 anos no município, de acordo com as estatísticas divulgadas pela APAC (Ver abaixo). O aspecto curioso é que setembro, época onde tradicionalmente o índice de precipitação pluviométrica diminui, tá sendo bastante chuvoso. Enquanto em 2016 foram apenas 20 milímetros, no mesmo período deste ano já choveram 120. 600%  a  mais. 
Cajueiro, maior reservatório de Garanhuns, sangrou em 2017

FRIO
O frio também esteve presente neste inverno, com temperaturas que variaram entre 14 e 18 graus. O clima ameno deixou turistas e garanhuenses satisfeitos já que as baixas temperaturas é um dos principais motivos da vinda de turistas à cidade.

CHUVA TAMBÉM TROUXE TRANSTORNOS
Depois de um período de intensa estiagem, o inverno rigoroso recompôs a reserva hídrica de Garanhuns fazendo verter, ou transbordar os três reservatórios que abastecem o município, Cajueiro, Mundaú e Inhumas. Este último chegou praticamente a secar levando o município a um severo rodízio de fevereiro a julho deste ano.  Por outro lado, a chuva que encheu açudes e barragens também trouxe alguns transtornos. 

Na zona rural estradas ficaram intrafegáveis e aulas foram suspensas. Na zona urbana, diversos bairros sofrem com buracos no asfalto e as reclamações não param. De acordo com a prefeitura, a areia salinizada demais usada no traço causou o problema e os consertos começarão tão logo a chuva dê trégua, mas o dano político ao prefeito Izaías foi grande. De uma hora pra outra o gestor, que pavimentou mais de 400 ruas desde que assumiu, viu sua vitrine administrativa, (construída sobretudo em investimentos em infraestrutura ao longo dos últimos cinco anos), derreter, como o asfalto de algumas ruas. Culpa da chuva, ou culpa da areia, o certo é que há muito trabalho a fazer depois que o inverno terminar.   É HORA DE ARREGAÇAR AS MANGAS.
Com a chuva, buracos se proliferaram por toda a cidade
BR: 424 e início da Rua Serra Branca, no Magano

CONFIRA OS NÚMEROS DA CHUVA NOS ÚLTIMOS 20 ANOS EM GARANHUNS
1997:  626 Milímetros
1998:  266 Milímetros
1999:  194      "
2000;  752      "
2001:  534      "
2002:  789      "
2003:  566      "
2004:  1151    "
2005:  983      "
2006:  757      "
2007:  953      "
2008:  1026    "
2009:  807      "
2010:  1067    "
2011:  909      "
2012: 569       "
2013; 608       "
2014; 891       "
2015: 520       "
2016: 524   Milímetros
2017: 1221 Milímetros

Obs:  Dados da APAC


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...