CLIQUE NO BANNER E SEJA REDIRECIONADO PARA O SITE DA PREFEITURA

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

PAIXÃO VERDE E ROSA: Garanhuense tem sonho de desfilar pela Mangueira no carnaval carioca; Confira a história de Maurício dos Santos

Paixão verde e rosa move sonho de garanhuense em desfilar pela Mangueira
Foto: Acervo pessoal

Quando foi campeã do carnaval carioca pela penúltima vez, em 2002, um dos trechos do samba enredo da Mangueira dizia: "Vou invadir o Nordeste, seu cabra da peste Sou Mangueira. No forró, no xaxado os filhos do chão rachado, Vêm com a Estação Primeira".  A belíssima passagem era parte do samba vencedor daquele ano, intitulado "Brazil com 'Z' é pra cabra da peste, Brasil com 'S' é nação do Nordeste. Quinze anos depois, um nordestino de Garanhuns quer fazer o caminho inverso. Maurício dos Santos sonha em invadir o sambódromo e a Marquês de Sapucaí, no Rio, e desfilar pela sua escola de coração, a Estação Primeira de Mangueira. "A paixão pela Mangueira nasceu quando eu era criança. Comecei a ver as vinhetas das escolas na Tv Globo. De todas, a Mangueira foi a que mais me encantou. Quando fiquei maiorzinho comecei a ver também os desfiles e, de longe, a Mangueira era a que entrava com maior brilho e exuberância na avenida, chamando a atenção pela voz imponente do saudoso Jamelão, meu ídolo, e pelo som inconfundível da bateria", revelou Maurício.



Projeto Corpo Saúde e Movimento

Com 37 anos, Maurício é vidrado em ritmos musicais. Ele participa do Projeto Corpo, Saúde e Movimento, iniciativa capitaneada pela Secretaria de Juventude Esportes e Lazer de Garanhuns, uma ação que integra o lazer, à prática de atividade física e o bem estar com aulas de zumba e muito movimento. Os aulões ocorrem aos sábados no Parque Euclides Dourado e conta com cerca de 200 participantes. "A importância desse projeto é tremenda porque  incentiva as pessoas, cada vez mais, a praticarem atividade física para o bem estar e saúde do corpo.  Eu vejo a dança no parque como uma oportunidade para mim que adoro me movimentar e com isso deixo meu corpo em forma", salientou


Maurício dos Santos
Foto: Acervo pessoal

Enquanto não chega o momento de realizar seu grande sonho, Maurício busca maneiras de estar mais perto da magia das escolas de samba. Esse contato todo especial acontece durante a realização do Festival de Inverno, que sempre abre espaço para as escolas de samba do Recife fazerem apresentações culturais. Bem recebido pelos integrantes, Maurício vira passista e cai no samba trazendo a Mangueira para dentro do seu imaginário. "Quando vejo essas escolas de samba aqui em Garanhuns fecho os olhos e me imagino em uma ala da Mangueira perto da bateria. Eu caio mesmo no samba", diz emocionado.  
Mangueira desfila pela Sapucaí: 89 anos e 19 títulos no carnaval carioca

No FIG de 2011, em uma noite de homenagens ao samba carioca, Beth Carvalho, Jorge Aragão, se apresentaram, mas foi a Unidos da Tijuca, que veio do Rio diretamente para Garanhuns, que chamou a atenção do fã apaixonado. "Minha paixão pela Mangueira é tanta que pra mim toda escola vira verde e rosa. Respeito todas as agremiações, de maneira geral, porque, antes de tudo, respeito o samba, por isso fui ver a Unidos da Tijuca, que não deixou de ser um pedacinho da Sapucaí dentro da Praça Mestre Dominguinhos, em Garanhuns," frisou Maurício, que ainda disse esperar ver um dia a Mangueira como atração no Festival de Inverno.

O sonho verde e rosa de Maurício remonta a sua infância, mas só de um tempo pra cá, e aproveitando a velocidade e alcance das redes sociais, é que ele exteriorizou esse desejo de desfilar pelo menos uma vez pela Mangueira. Para isso, o garanhuense criou um canal no YouTube onde fez um vídeo falando da sua vontade de ir ao Rio no carnaval. Na gravação, o rapaz também mostra ginga e samba no pé e diz ter se inspirado em Carlinhos de Jesus, dançarino célebre e mangueirense nato.   
Encontro com escolas de samba do Recife no FIG alimenta o sonho do mangueirense
Foto: Acervo pessoal

Maurício espera que seu recado no Youtube chame a atenção de programas como o de Luciano Huck e Fátima Bernardes que sempre veiculam casos parecidos com o dele, além da possibilidade da própria cúpula da escola carioca se sensibilizar com sua história. O dançarino também participa de um grupo de WhatsApp composto por pessoas ligadas Mangueira, inclusive o compositor da escola. "Mandei o link do meu vídeo pra esse grupo", disse.  ´



Em casa, na Boa Vista, o mangueirense nordestino divide seu tempo entre cuidar da mãe e apreciar alguns souvenirs que mantém vivo seu sonho de desfilar na Marquês de Sapucaí. Por isso guarda com muito carinho seis camisas oficiais da Mangueira, três delas dadas pela amiga Maria José Siqueira, professora aposentada, e assídua frequentadora do sambódromo carioca onde desfila todos os anos.  As outras duas blusas foram ofertadas por Luan Rafael e Leuza Miranda, esta última, residente no Rio de Janeiro. Recortes de antigos carnavais e uma caneca oficial da escola completam o acervo carnavalesco do rapaz.  "Eu me motivo pelo título do samba enredo vencedor de 2002, onde minha escola foi campeã,  (Se "Brazil com 'Z' é pra cabra da peste e Brasil com 'S' é nação do Nordeste),  Maurício com M é Mangueira, é Marquês de Sapucaí, é Meu Sonho e eu não vou desistir até conseguir. É aguardar, ter fé confiança em Deus,"  concluiu.


CONFIRA O VÍDEO ABAIXO E CONHEÇA UM POUCO MAIS DA HISTÓRIA DE MAURÍCIO DOS SANTOS E SEU SONHO DE DESFILAR PELA MANGUEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...