CLIQUE NO BANNER E CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO NATAL DE GARANHUNS

Mande seu currículo

Mande seu currículo
SELEÇÃO EM GARANHUNS E REGIÃO. MANDE SEU CURRÍCULO

terça-feira, 16 de maio de 2017

Seminário vai abordar exploração sexual de crianças e adolescentes em Garanhuns



A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), em parceria com a Vara da Infância e Juventude do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) Comarca de Garanhuns, realiza, na próxima quinta-feira (18), um seminário sobre a exploração sexual de crianças e adolescentes. O momento é alusivo ao Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – vivenciado em todo o Brasil no mesmo dia –, e acontece das 8h às 12h, no auditório do MPPE, no bairro Heliópolis.

O seminário vai contar com uma palestra da promotora da Vara da Infância e Juventude de Garanhuns, Marinalva Almeida. Na programação, também está prevista uma explanação de como é executado os trabalhos da Rede Socioassistencial no município, conduzida por servidores da SASDH – a assistente social e supervisora de Programas e Projetos Especiais, Gleslanny Lima; advogada e supervisora de Proteção Social, Manuela Ouro Preto; e o diretor do Departamento de Acessibilidade e Políticas Continuadas, Humberto Granja.

Com o slogan ‘Faça Bonito e Proteja nossas crianças e adolescentes’, a ação convoca a sociedade para assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar o problema da violência sexual praticada contra crianças e adolescentes no Brasil. A secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Maria Célia Sobral, destacou a relevância do evento para o município. “É mais uma oportunidade de reafirmarmos nosso compromisso com o tema e divulgar a campanha entre a rede de trabalho e a população em geral”, completa.

18 de maio – A data foi escolhida pela campanha nacional como dia de mobilização contra a violência sexual porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. A proposta do “18 de maio” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...