sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Preso em Garanhuns acusado de assassinato de pai e filho em Alagoas

Suspeito

Em uma ação conjunta entre as polícias de PE e Alagoas foi preso nesta quinta-feira em Garanhuns Lucas Pereira Santos, 22 anos. Ele foi detido na Avenida Dom José, Boa Vista, por força de um mandado de prisão expedido pela Justiça de Alagoas. Lucas é acusado, junto com mais seis pessoas, de, em julho  do ano passado, ter sequestro e assassinato  Alex da Costa Santos e Zacarias Guilherme Santos,(pai e filho) na cidade alagoana de Maribondo. De acordo com a polícia, as vítimas teriam sido mortas a mando de Ariston Ribeiro da Silva, 65; e Celiane Ribeiro da Silva, 30.

As Policias foram ao local da prisão aqui em Garanhuns por volta das quatro horas da manhã de ontem e identificaram o acusado citado. Ele foi detido e conduzido pelo Delegado Mário Jorge de Barros, à sede do DEIC, Alagoas, para serem tomadas as providências cabíveis.

ENTENDA O CASO

Sete pessoas foram presas, nesta quinta-feira (15), suspeitos de ter participação no sequestro e assassinato de Alex da Costa Santos e Zacarias Guilherme Santos, em julho de 2015. De acordo com a polícia, as vítimas teriam sido mortas a mando de Ariston Ribeiro da Silva, 65; e Celiane Ribeiro da Silva, 30.

Alex Santos e o pai dele, Zacarias Santos, foram sequestrados após três criminosos, que se passaram por policiais, invadirem o estabelecimento comercial da família, em Maribondo. Os corpos da dupla foram encontrados dias após em um canavial no Povoado de Santo Antônio, em Atalaia.

Além de Ariston e Celiane da Silva, que eram respectivamente sogro e esposa de Alex, também foram presos: Cícero Antônio da Silva, 41; Rodrigo da Silva, 18; Lucas Pereira dos Santos, 22; José Maria dos Santos, 59; e Ezequiel de Oliveira, 62. Os suspeitos foram presos em cumprimento de mandados em Garanhuns (PE), Campo Grande (AL), Maribondo (AL) e Maceió.

De acordo com delegado Manoel Acácio Júnior, o crime ocorreu após Celiane ser acusada de traição por Alex, que começou a ameaçar ela e a família. Após as ameaças, Celiane teria fugido de casa.
“Foi muito difícil chegar em uma linha de investigação. Mas, através de extratos bancários e registros de ligações telefônicas nós conseguimos chegar aos suspeitos. Ariston da Silva confessou que pagou R$ 8 mil para José Maria para encomendar a morte de seu genro”, explicou Manoel Acácio.

Todos os suspeitos foram presos nesta quinta, com exceção de Cícero da Silva, que já estava no Sistema Prisional. Ele é suspeito de cometer diversos crimes como: sequestro, roubo e homicídio, entre eles o de Luiz dos Santos, que também é suspeito de integrar o grupo criminoso.

Durante a apresentação dos presos, na Secretaria de Segurança Pública (SSP), familiares de Alex e Zacarias contestaram a versão apresentada à polícia por Celiane e Ariston. Eles afirmam que a mulher traía Alex constantemente e que ele nunca a ameaçou.

“Tudo que ele falava era que queria cuidar dos filhos, não queria saber da situação com ela”, expôs a Alexsandra dos Santos, irmã de Alex. Ela explicou ainda que só descobriram as traições de Celiane após a separação do casal, e que a suspeita teria interesse na herança da família.

Versão dos suspeitos

 Todos os suspeitos negaram o envolvimento no crime, com exceção de Ariston da Silva, que confessou. “Eu paguei R$ 8 mil ao irmão do José Maria para que ele matasse só o Alex, pois ele estava ameaçando a minha filha”, explica.Apesar de ser apontado pela polícia como a pessoa que negociou a morte das vítimas, José Maria negou qualquer envolvimento, informando que o irmão dele foi quem negociou o crime.

Acréscimo de informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger