sábado, 30 de julho de 2016

Penúltima noite de shows do 26° FIG foi dedicada ao forró

por AQUILLES SOARES
fotos de EDSON FERNANDES
A penúltima noite de shows do Palco Mestre Dominguinhos, na 26ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns, aconteceu nessa sexta-feira (29). O forró foi o ritmo responsável por atrair o grande público para conferir as atrações. Os shows foram marcados por várias homenagens ao cantor e compositor garanhuense Dominguinhos e ao homenageado desta edição, o percussionista pernambucano Naná Vasconcelos.


O cantor Nando Azevêdo subiu ao palco às 21h, com um repertório fiel às origens do forró tradicional; além de várias músicas autorais. O garanhuense já possui mais de dez anos de carreira, tendo se apresentando em grandes eventos, como o Viva Dominguinhos. "Levar o nome de Garanhuns para todo o Nordeste é uma responsabilidade muito grande, e fazer isso aqui neste palco principal me deixa muito alegre", declarou o artista. 

Logo em seguida foi a vez da apresentação da cantora pernambucana Cristina Amaral, cantando músicas do seu segundo DVD chamado "Minha voz, minha vida", que celebra os 30 anos da cantora e foi lançado este ano em Recife. A canção "Swing Naná", de 1999, gravada em parceria com o percussionista Naná Vasconcelos também fez parte do show.

A terceira atração da noite foi o também pernambucano Maciel Melo. O compositor de canções como "Caboclo Sonhador" já se apresentou em outras edições do FIG e na "noite do forró" fez o público dançar ao ritmo dos grandes sucessos de sua carreira. Antes de subir ao palco o cantor reforçou a parceria entre os cantores para manter viva a tradição do forró tradicional; evidenciando Pernambuco como um dos estados que mais preserva a cultura nordestina.

Encerrado a programação da oitava noite de shows, Santanna – conhecido como "O Cantador", promoveu em sua apresentação uma homenagem aos mestres pernambucanos Dominguinhos e Luiz Gonzaga. No repertório também estavam presentes músicas do seu último álbum "O forró nosso de cada poesia"; além de se seus sucessos de longa data como a canção "Ana Maria", que o público fez questão de entoar o refrão em alta voz. 

Santanna aproveitou também para falar sobre a oportunidade de tocar novamente na Suíça Pernambucana. "Garanhuns me arrebata, ela é uma cidade diferente que produz frutos maravilhosos. Ela produziu um fruto chamado Dominguinhos que é considerado o maior instrumentista do mundo com o acordeão", finalizou o cantor.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger