terça-feira, 5 de julho de 2016

Confusão entre servente de pedreiro e vigilantes leva PM a Hospital Dom Moura


Uma confusão entre vigilantes do Hospital Dom Moura e um servente de pedreiro levou a PM a intervir para acalmar os ânimos na maior unidade Hospitalar do Agreste Meridional, uma das maiores do estado. 

Na madrugada de ontem ocorreu um desentendimento entre Ronaldo de Andrade, de 37 anos, residente em Heliópolis, e três vigilantes do Dom Moura. Ronaldo, a vitima, chamou a PM alegando ter sido agredido dentro do hospital. Já os vigilantes se defendem. Eles alegam que apenas contiveram o servente de pedreiro após este ser advertido de que não poderia entrar  na C.T.I sem autorização e sem o uso adequado de vestimentas próprias para tal.

 Ainda segundo os vigilantes, Ronaldo não acatou a ordem e passou a destratar os seguranças com palavras pouco cordiais.  A PM chegou e levou os quatro para a Delegacia de Plantão de Garanhuns onde os ânimos se amainaram 


pedreiro estava causando e perturbação do sossego, informaram ainda  que o envolvido tentou  invadir à C.T.I., do hospital sem autorização e sem o uso adequado de vestimentas para entrar na unidade, o qual ao ser advertido que não podia entrar no recinto, não acatou a orientação e passou a agredir moralmente os vigilantes, que precisaram retirá-lo do setor. As partes envolvidas foram conduzidas á 18ª DESEC, onde foi lavrado um TCO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger