sexta-feira, 24 de junho de 2016

ATUAÇÃO DO CENTRO DE ZOONOSES: Animais são resgatados e reintegrados ao convívio familiar em Garanhuns


É com o intuito de promover a saúde dos animais e prevenir as doenças transmitidas através dos mesmos ao homem que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Garanhuns atua, diariamente, no município. Com essa finalidade principal, o centro realiza diversas ações, entre elas: campanhas de vacinação, adoção responsável, combate de endemias e resgate de animais acidentados e em situação de risco. Além disso, o centro também realiza consultas de animais de estimação junto à comunidades carentes e adoção de animais, reintegrando-os ao convívio com famílias, que proporcionarão o bem-estar dos pets.

Periodicamente são realizadas campanhas com o objetivo de manter os animais do município imunizados, promovendo saúde para eles e para a população. Neste contexto é válido pontuar a realização da última campanha de vacinação antirrábica, realizada no mês de maio, que vacinou mais de 20 mil animais, entre cães e gatos, alcançando uma cobertura vacinal de 93,3% no município. No combate à endemias, o CCZ se destaca com os programas de combate ao Aedes aegypti e controle da esquistossomose e doença de chagas. Outras mobilizações de sensibilização para adoção responsável são realizadas.

O CCZ comporta entre 150 a 200 animais de pequeno porte e 50 de grande porte, quando resgatados. Após serem cuidados e tratados, os animais são disponibilizados para adoção responsável. Elissandra Sales, que mora no bairro Boa Vista, relatou que pretendia comprar um cachorro, quando foi orientada a fazer uma visita ao Centro de Controle de Zoonoses do município. “Quando cheguei ao centro me foi apresentado alguns filhotes, e foi amor à primeira vista. Vi que os animais estavam bem alimentados e ainda recebi orientações do veterinários sobre como cuidar dele. Fiquei muito satisfeita com adoção”, afirmou. Por mês, uma média de 120 a 135 animais de grande porte e entre 70 e 80 de pequeno porte são resgatados, e destes, 10% a 15% são adotados. Quando são realizadas campanhas, esse número aumenta para 20% a 25%.

Além das iniciativas do próprio órgão, o CCZ apoia e participa de atividades educativas e de posse responsável realizadas por outros órgãos, como no primeiro semestre deste ano, que atuou junto à Fundação Bradesco e a Associação de Resgate e Proteção dos Animais (Arpal), apoiando o Dia do Voluntariado, a Operação Capa Gatos e a Cãominhada. Com todo esse trabalho, as atividades do CCZ contam com a parceria indispensável de diversos seguimentos da sociedade, tais como: universidades e organizações não governamentais que atuam protegendo animais e promovendo ações de posse responsável.

O CCZ também conta, de segunda a sexta-feira, com uma equipe, composta por quatro profissionais, mais dois motoristas e, com supervisão de um veterinário, que trabalham externamente a fim de recolher animais soltos nas ruas do município. O trabalho deles é realizado num período muito flexível, porém na média de horário entre 7h às 13h, e durante o restante do dia ficam sob aviso. Além disso, a rotina da equipe consiste na realização de vacinação, consultas diárias, vermifugação e terapia.

As denúncias devem ser realizadas pelo telefone 3762-7024 ou diretamente no centro. E para quem deseja adotar algum animal, deve ir até o CCZ, munido de carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. O Centro de Controle de Zoonoses funciona de segunda a sexta-feira, no loteamento Manoel Camelo, próximo a Cohab II. Para atendimento ao público, no horário de 8h às13h, porém em trabalhos externos, a partir das 7h até 14h.

Da Assessoria de imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger