terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Voltou a chover forte nesta segunda, 15 de fevereiro, em Garanhuns; confira balanço da Defesa Civil

Jambo veio abaixo próximo à biblioteca do Parque Euclides Dourado

Voltou a chover forte em Garanhuns nesta segunda-feira, 15 de fevereiro, após alguns dias estiado. A precipitação foi de 20 milímetros, segundo a APAC ( Agência Pernambucana de Águas e Clima) e, tal como já havia acontecido anteriormente, veio acompanhada de raios trovões e um vento forte que causou alguns transtornos em pontos diferentes do município. Telhados foram danificados,  12 casas foram alagadas e seis árvores caíram durante o temporal.  No Parque Euclides Dourado, um velho pé de Jambo não resistiu à força dos ventos e veio abaixo ( ver foto). Ainda de acordo com informações,  alguns telhados de casas do programa Minha Casa Minha Vida foram pelos ares. Se pegarmos um levantamento dos primeiros 45 dias do ano,  mais de 40 imóveis foram alagados, 14 coberturas danificadas com a ação do vento e 12 árvores caíram.

Telhado de casas do Minha Casa Minha Vida foram destruidos
(foto: Tv Asa Branca)

Atenta às intempéries climáticas, a  Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil (Compdec) tem reforçado os trabalhos de avaliação de danos e fiscalização de áreas de risco em Garanhuns. Apesar dos raios que são vistos com frequência rasgando o céu da Terra de Simôa,  o meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), Roni Guedes, afirma que ocorrência do fenômeno é comum durante a estação mais quente do ano e tem explicação, ainda, na passagem do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCANs). “Esse sistema forma nuvens do tipo convectivas. Quanto mais instável e maior for a nuvem, maior a quantidade de descargas elétricas”, explica.

O relatório da Defesa Civil revela que as ocorrências mais comuns neste período são: queda de barreiras, alagamentos, desabamento parcial de cobertura, queda de árvores, aumento de erosões e deterioração de ruas e sistemas de esgotos. No município de Garanhuns durante todo o mês de janeiro choveu 127,9mm. Nesses primeiros 15 dias de fevereiro, já foram contabilizados 41,40mm, segundo a Apac. Nenhum dano humano foi registrado.

O coordenador da Defesa Civil de Garanhuns, Thiago Amorim, pontua cuidados que as pessoas devem ter durante o período de chuvas fortes. “Se o nível da água subir e estiver em local aberto, o correto é procurar abrigo longe de árvores. No trânsito o cuidado deve ser redobrado. Não se pode parar o veículo perto de árvores ou postes, além de dirigir em menor velocidade”, completa.

A previsão do tempo diz que o vórtice se deslocou e não estará atuando sobre Pernambuco nos próximos dois dias. O alerta é para a quinta-feira (18), dia que pode voltar a chover – com chances de ventos de menor intensidade.

Casos de emergência – Os moradores que observarem rachaduras na residência ou outros tipos de indícios que levem a algum tipo de desastre, devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo, a Secretaria de Serviços Públicos – pelo telefone (87) 3762.7069 – ou acionar o Corpo de Bombeiros pelo 193.


Assessoria de imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger