segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

PM atira em jovem após discussão em bairro de Garanhuns, diz família

Jovem Thiago após ser alvejado por disparos
Foto: Alysson Novato

Uma discussão entre um PM e um jovem acabou com este último alvejado por disparos de arma de fogo no último domingo, em Garanhuns.  A vítima é o técnico de enfermagem Thiago Carlos Braga, 28 anos, residente na Rua José Bezerra Lins, no Conjunto Viana e Moura, extensão do bairro da Brahma. 

De acordo com informações repassadas por um tio da vítima, a família estava reunida comemorando um aniversário quando a confusão começou. A confraternização estava sendo animada por uma dupla de músicos composta por sanfoneiro e zabumbeiro. Por volta das 17 horas do domingo, 21 de fevereiro, o PM, que estava de folga, chegou à referida residência e começou a discutir com Seu Elias, tio da vítima e responsável pela veracidade do relato ora publicado pelo V&C.  

"O PM afirmou que se o som não parasse ele chamaria a polícia. Eu disse que poderia chamar. Vale ressaltar que às 17 horas o sanfoneiro já havia parado e estávamos apenas bebendo na área. Ele então disse que ele era a polícia. Após isso se retirou do local. Por volta de 18h50, Thiago saiu pra levar duas amigas na esquina e o policial estava lá armado. Nesse momento, começou uma discussão entre Thiago e o PM. As meninas voltaram e me chamaram. Quando cheguei lá me preocupei em afastar o policial de perto de meu sobrinho, mas antes que eu conseguisse ele sacou da arma e efetuou três disparos de arma de fogo. Um falhou. Os outros dois atingiram o pescoço de Thiago", disse seu Elias.

Ainda segundo Elias, após o ocorrido a vítima foi socorrida para o Dom Moura e posteriormente transferida para o  Recife. "Depois que Thiago foi socorrido o PM voltou e ainda fez ameaças a nossa família. Ele disse que um já tinha ido e que não ia parar por aí", ressaltou o tio.

O tio do da vítima foi conduzido ao 9º BPM, onde foi ouvido. Já o PM, que reside em Garanhuns, mas presta serviço na cidade de São João, segundo Elias, foi procurado por militares do Batalhão Monsenhor Arruda Câmara após o incidente, mas não foi localizado. O estado de saúde de Thiago é grave. O jovem foi encaminhado para o Hospital da Restauração onde passou por uma primeira cirurgia, mas a equipe médica que o operou não conseguiu extrair a bala alojada no pescoço. 

O V&C esta à disposição da Polícia Militar e do envolvido para prestar, caso queiram, esclarecimentos acerca dos fatos elencados nesta publicação. 


5 comentários:

  1. E o nome do pm? A polícia não quis divulgar foi? Kd o nome e foto do pm?

    ResponderExcluir
  2. Vão passar o pano por cima
    Se fosse ao contrário. se ele estivesse atirado no polícia acho que até a cia já estava a procura dele mas infelizmente não é assim.

    ResponderExcluir
  3. Cadê o nome e foto se fosse outra pessoa estava estapado até no agreste violento....

    ResponderExcluir
  4. Bom dia! Gente o pm ja se apresentou no 9 BPM e ambos foram ouvidos. Pra quem estiver interessado pode procurar que os dois depoimentos estão la. Agora tem gente que julga sem saber o que realmente aconteceu. Saibam os dois lados da história pra poder fazerem comentários maldosos.

    ResponderExcluir
  5. Deus ajude que o rapaz se recupere logo. O PM saiu ferido tbm pois eram quatro homens contra ele. Até eu teria me defendido. Infelizmente nem sempre da pra evitar essas tragédias...

    ResponderExcluir

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger