domingo, 13 de dezembro de 2015

Ato a favor do impeachment de Dilma tem pouca adesão em Garanhuns

Manifestantes concentrados na Av Rui Barbosa, em Garanhuns
Foto: Reprodução/Grupo dos Amigos de Garanhuns no Facebook

Apesar da baixíssima popularidade de Dilma, a população de Garanhuns parece não estar convencida de que as famosas pedaladas, atribuídas à presidente pelo TCU ( Tribunal de Contas da União), e a histórica crise política e econômica que eclodiu em 2015, são motivos suficientes para o afastamento da primeira mandatária do país. A mobilização pró-impeachment marcada para este domingo, 13 de dezembro, na Cidade das Flores teve pouquíssima ou quase nenhuma adesão popular. Os poucos que compareceram ao ato se concentraram por volta das 10 horas da manhã no Relógio das Flores e seguiram pela Rui Barbosa, até a frente do supermercado Bonanza (ver foto). Nas redes sociais, internautas contrários ao afastamento de Dilma ironizaram o fracasso da manifestação em Garanhuns. Uma mobilização em apoio à presidente e a favor da cassação de Eduardo Cunha, acusado de ter contas na Suíça abastecidas com o dinheiro de propina da Petrobras, foi marcada para o próximo dia 16 às 10 horas no Parque Euclides Dourado. 

No resto do país, os atos a favor do impeachment também não tiveram a adesão esperada pelos seus organizadores. São Paulo, onde em 15 de março 250 mil pessoas participaram de mobilização gigantesca na Avenida Paulista contra a corrupção na Petrobras, neste dia 13 reuniu 40 mil pessoas. Já no Recife, cerca de mil manifestantes compareceram ao Marco Zero pedindo a saída de Dilma. Nas outras capitais o protesto também não conseguiu um comparecimento massivo, mas os organizadores minimizaram a baixa participação popular afirmando que o dia de hoje serviu apenas como um esquenta.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger