sábado, 10 de outubro de 2015

Assaltos com uso de arma branca, envolvendo menor, e tendo mulheres como vítimas, têm se tornado constantes em Garanhuns


Mais uma mulher foi assaltada em Garanhuns, levando-nos à reflexão de que a marginalidade vem preferindo vítimas do sexo feminino, talvez por julgarem ser mais fácil roubá-las.  Mas, como em outros casos semelhantes ocorridos esta semana, a polícia agiu com rapidez e conseguiu frustrar a ação dos ladrões. Nesse ambiente de insegurança e de epidemia de assaltos e furtos que tomou conta da nossa área urbana, nem sempre  se tem a sorte de ter uma viatura por perto quando uma alma sebosa resolve encostar uma faca no seu pescoço e roubar seus pertences.

Uma operadora de caixa, residente no bairro São José, foi a vítima da vez. Ela caminhava pela rua Ferreira de Azevedo, no centro de Garanhuns, na madrugada de quinta para  sexta (09/10), quando foi surpreendida por uma dupla de marginais, sendo um deles menor. Os dois a abordaram com uma faca, arrancaram a bolsa das suas mãos, pegaram seus pertences, entre eles um celular e uma quantia em dinheiro, e deram no pé. Felizmente a polícia estava por perto e, após tomar conhecimento do fato e realizar algumas diligências, chegou a autoria do crime prendendo os suspeitos. 

Prendeu entre aspas. Um dos ladrões tem 20 anos e foi identificado como sendo Valdemir da Silva Filho, morador da Várzea. Ele foi levado pra delegacia e, após ser autuado em flagrante, foi conduzido para a Cadeia Pública de Garanhuns. Já o outro, como tem virado rotina nesse tipo de ocorrência, era um menor de 16 anos também morador da Várzea e foi liberado. A ele, foi concedido o generoso benefício do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente): um salvo conduto para voltar a nos roubar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger