terça-feira, 15 de setembro de 2015

Izaías Régis reúne secretariado para debater crise que assola municípios e diz que obras em Garanhuns não vão parar


O prefeito Izaías Régis esteve reunido com os secretários na tarde desta terça-feira (15), em seu gabinete no Palácio Celso Galvão. A reunião, que acontece mensalmente, ganhou um assunto específico na pauta deste mês, conversar e definir estratégias para enfrentar a crise que a União, Estados e Municípios vêm sofrendo. O pedido do prefeito aos secretários foi de contingenciamento de despesas, o que deve acontecer inicialmente com a diminuição de concessão de diárias, de participação em cursos ou congressos que possam ter algum ônus para o município e diminuição de gastos com combustível (nas atividades referentes à cada secretaria).

De acordo com o prefeito é preciso economizar o máximo possível para passar por essa crise. “A situação do município é de alerta. Estou pedindo a colaboração de todos os secretários para que juntos possamos enfrentar esse momento. Nossa maior preocupação é com o 13º e o salários dos nossos servidores. Recebemos cerca de 40% a menos no Fundo de Participação do Município (FPM) e isso afeta diretamente o município”.

Entretanto, o prefeito garantiu que os investimentos em infraestrutura devem ser mantidos. “Não vou deixar de fazer os investimentos em Garanhuns, nós não vamos parar nossas obras. No entanto temos que nos prevenir”, afirmou o gestor.

REUNIÃO NA CODEAM
O prefeito Izaías Régis e secretário geral da Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional (CODEAM) participou na manhã de hoje de uma reunião no auditório da Codeam, que teve como objetivo debater a crise que os municípios vêm enfrentando. Ao todo 19 prefeitos do agreste participaram do encontro.

O deputado estadual Álvaro Porto (PTB) também esteve presente. Os problemas abordados pelos gestores municipais foram gastos com pessoal, principalmente contratados, repasses e gerenciamento dos institutos de previdência, a diminuição do repasse do FPM, além de atrasos de recursos dos Governos Estadual e Federal.

“A situação está bastante difícil para nós prefeitos. Temos que cobrar nossos direitos e encontrar a melhor maneira possível para enfrentar essa crise”, disse o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis.

Assessoria de Imprensa


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger