terça-feira, 8 de setembro de 2015

Comunidade universitária da UFRPE celebra 10 anos da Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG)


A fim de celebrar os 10 anos do início das atividades da Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG), a comunidade universitária local realizou, nestas quinta e sexta (3 e 4 de setembro), uma programação especial e festiva para a data. Na quinta (03/09), foi realizada uma festa comemorativa na quadra de esportes da UAG, à noite. Já nesta sexta (04/09), estudantes, técnicos e professores participaram de um programa de rádio e de um grande café da manhã. No dia 29 deste mês, será realizada uma solenidade com a presença de autoridades e de toda a comunidade, numa celebração digna dos 10 anos de fundação do campus do agreste meridional da UFRPE.


De acordo com o professor Airon Melo, diretor geral e acadêmico da UAG, a comemoração dos 10 anos da Unidade é um momento único para a UFRPE, sobretudo para a comunidade universitária de Garanhuns e para o Agreste Meridional.

“Os primeiros professores que chegaram aqui em 2005 vieram apostando num projeto, acreditando que iria dar certo. E muitas vezes esses projetos políticos, de governos, nem sempre tem bons resultados”, ressaltou Airon. “Hoje, 10 anos depois, temos muitos jovens se inserindo no mundo do trabalho, jovens que não tinham condições de sair para estudar em outros lugares. Hoje são profissionais, estão atuando no mercado, estão adentrando em diversas universidades do Brasil, seja nas pós-graduações, seja como professores ou técnicos”, completou.

A festa da noite da quinta-feira (03/09) iniciou por volta das 21h e contou com a participação ativa de estudantes, professores, técnicos e profissionais das empresas prestadoras de serviço que atuam na UAG. O evento, animado pelo grupo musical “Gilberto e Banda”, do município de Garanhuns. Durante a festa, os participantes celebraram a data num clima de integração e espontaneidade.

No início da manhã desta sexta (04/09), das 5h às 7h, foi a vez de celebrar os 10 anos da UAG com toda a sociedade de Garanhuns e municípios vizinhos por meio do programa “Arraiá do Gláucio Costa”, da Rádio Marano FM. O programa desta sexta foi todo dedicado aos 10 anos do campus Garanhuns da UFRPE. A edição foi apresentada ao vivo direto da UAG e teve a participação de gestores, estudantes e servidores da Unidade, que, por meio de entrevistas, contaram um pouco de suas experiências pessoais e acadêmicas na UFRPE.

“Desde o início de nosso programa, há seis anos, o primeiro grande parceiro para dar dicas aos agricultores foi a Universidade. Os professores da UAG sempre nos ajuda a levar a informação de qualidade para nosso público. Eu é só tenho a agradecer por ter sido convidado para fazer parte dessa festa”, ressaltou o radialista Gláucio Costa, âncora do programa. Durante a transmissão, dezenas de pessoas participaram do café da manhã organizado e de atividades musicais que se apresentaram na edição.

Para o dia 29 de setembro de 2015, às 15h, na Quadra Poliesportiva, está marcado o momento solene da celebração da primeira década da UAG. Na ocasião, a reitora da UFRPE, Maria José de Sena, preside o ato comemorativo, que será marcado por lembranças e algumas surpresas, como a exibição de um documentário especial produzido pela equipe da Coordenadoria de Comunicação Social (CCS).

HISTÓRIA - Após o desafio inicial de se implantar a primeira expansão universitária para o interior, durante o Governo Lula, com investimentos da ordem de R$ 15 milhões em obras,  a UAG passou a contar com sete cursos de graduação e hoje também possui três de pós-graduação stricto sensu, além de relevantes iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A infraestrutura inclui laboratórios de pesquisa, laboratórios de graduação, um dos mais bem equipados hospitais veterinários do Brasil, bem como prédios de salas de aula, de docentes, prédio administrativo, cantina, entre outros espaços.

A UAG iniciou suas atividades no segundo semestre de 2005, ofertando os Cursos de Graduação em Agronomia, Licenciatura em Pedagogia, Medicina Veterinária e Zootecnia. A partir de 2009 foram implantados mais três cursos: Ciência da Computação, Engenharia de Alimentos e Letras.Na Unidade, também funcionam os Programas de Pós-Graduação em Ciência Animal e Pastagens; em Sanidade e Reprodução de Ruminantes; e em Produção Agrícola.

A reitora da UFRPE, Maria José de Sena, ressalta a transformação significativa pela qual o Interior brasileiro passou e vem passando não só com a UAG, mas com as demais expansões. Com o deslocamento de representantes de uma parcela científica e intelectual da população para municípios mais afastados da capital, afirma, os jovens têm mais expectativas e não precisam mais abandonar suas cidades em busca do sonho do diploma. “A universidade pública e de qualidade em Garanhuns, e outros municípios, transformou a realidade, tanto para os jovens em busca de formação profissional quanto para os familiares e a estrutura em torno desses locais, em municípios que sempre foram menos favorecidos economicamente. Pernambuco foi o primeiro Estado brasileiro a ser contemplado pelo projeto de interiorização do ensino superior e comemoramos agora os frutos dessa importante iniciativa, que está em consolidação e promete ainda mais conquistas no futuro”, afirma.

CLIQUE AQUI E CONFIRA A GALERIA DE FOTOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger