quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Iati é a cidade com maior incidência de casos de Chikungunya no estado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou o registro de sete novos casos da febre Chikungunya em Pernambuco, sendo um em Olinda, Região Metropolitana do Recife e seis no município de Iati, cidade próxima a Garanhuns. Com isso, sobe para 13 o número de casos confirmados da doença em Pernambuco.

Os números, divulgados nesta quarta-feira, incluem dois casos importados da Bahia, notificados em Iguaraci e nove casos com transmissão autóctone, oito deles notificados em Iati e um no Recife.

Outros dois casos estão tendo sua linha de transmissão investigadas. Um foi registrado em Olinda e outro em Itaíba. Ao todo, a SES já notificou 216 casos suspeitos de Chikungunya este ano, sendo 172 deles descartados.

De acordo com a pasta, ações de bloqueio estão sendo realizadas junto às secretarias de saúde municipais onde há casos confirmados e nas cidades vizinhas, ampliando o raio de atuação. As ações consistem no tratamento casa a casa, intensificando as visitas às residências, com uso de bombas motorizadas costais e carros de fumaça.

O vírus do chikungunya é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue, doença endêmica no Brasil e em zonas tropicais da América Latina.  Os doentes podem apresentar febre acima de 38,5 graus, de início repentino, e dores intensas nas articulações de pés e mãos, dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer, também, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Cerca de 30% dos casos não chegam a desenvolver sintomas. O controle do mosquito é a ação mais importante, pois as pessoas podem ter chikungunya e dengue ao mesmo tempo.

Em 2014 foram notificados 23 casos suspeitos de chikungunya em Pernambuco. Desse total, 19 casos foram descartados e 04 foram confirmados como importados (um de ocorrência em Brejo Santo, no Ceará e outro do município de Feira de Santana, na Bahia, além de dois pacientes que visitaram a Colômbia).

Com informações do Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger