sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Vara do Trabalho de Garanhuns cumpre Meta 1 do CNJ e reduz prazos para marcação de audiências

Equipe da Vara do Trabalho de Garanhuns

Considerados os 1.394 processos recebidos ano passado, a Vara do Trabalho (VT) de Garanhuns atingiu a Meta 1/2014 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ao resolver 1.591 ações remanescentes. A marca de 114% é a melhor entre as unidades judiciárias localizadas no Agreste de Pernambuco, fato constatado pelo corregedor do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE), desembargador Ivan de Souza Valença Alves, em atividade correcional realizada em 31 de julho para cumprimento do Edital de Correição 05/2015.  

Além de cumprir a Meta 1 do CNJ, a Vara do Trabalho de Garanhuns reduziu significativamente os prazos para a marcação de audiências iniciais. Em um ano, o rito sumaríssimo caiu pela metade, passando de 42 para 21 dias; e o ordinário é quase quatro vezes mais rápido, de 56 para 15 dias em 2015. Já o prazo para instrução processual manteve-se por volta de 40 dias. Sobre a atuação da juíza titular, a magistrada Sohad Maria Dutra Cahú também não apresenta qualquer processo com sentença em atraso.

A unidade ainda se destaca pela administração através do uso dos números do Sistema de Gerenciamento de Informações Administrativas e Judiciárias da Justiça do Trabalho (e-Gestão) e do Processo Judicial eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT), visando a um maior controle dos trabalhos da Secretaria e a um satisfatório cumprimento das metas fixadas pelo CNJ. Os servidores utilizam agenda eletrônica Google para controle de prazos e cumprimento das determinações do Juízo; e o assistente da juíza também atua nas tratativas de acordo entre as partes antes da realização das audiências como forma de garantir melhor prestação de serviços.


Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger