sexta-feira, 21 de agosto de 2015

José Cláudio apontou local exato onde deixou corpo de Patrícia na Bahia, diz polícia

A ossada, que provavelmente é de Patrícia, foi para o DPT [Departamento de Polícia Técnica] de Euclides da Cunha [cidade no interior da Bahia] onde vão ser feitos exames de DNA e a identificação através da arcada dentária

A delegacia de Ribeira do Pombal investiga se o corpo de uma mulher de 31 anos, encontrado próximo à cidade, é de Patrícia da Silva Pereira que foi assassinada pelo companheiro José Cláudio Marques de Siqueira dentro de um motel em Garanhuns, segundo informações do delegado Equiberto dos Santos Alves, obtidas nesta sexta-feira (21). 

 De acordo com Santos, o homem suspeito de matar a companheira disse à polícia que o crime foi motivado por ciúmes. Ele matou a mulher no mês de maio deste ano e abandonou o corpo no km-18 da BR-410, nas proximidades de Ribeira do Pombal. No dia 29 de julho, foi preso no Maranhão e, após solicitação da polícia, relatou onde teria deixado o corpo da vítima. "Ele [o suspeito] trouxe os policiais ao local do crime na quarta-feira [19] para mostrar onde deixou a mulher. Ao chegarmos na região, encontramos arcada dentária, cabelos e adornos, como brincos. Depois encontramos os ossos. Como ele mostrou o local exato, a probabilidade de ser a mulher é muito grande. 

Mesmo assim, os ossos foram para o DPT [Departamento de Polícia Técnica] de Euclides da Cunha [cidade no interior da Bahia] e vão ser feitos exames de DNA e a identificação através da arcada, pois em Garanhuns ela possuía ficha dentária. Vamos comparar", explicou Segundo o delegado, o suspeito continua preso em Garanhuns. Após o resultado dos exames, a polícia vai liberar o corpo para que a família possa fazer o enterro na cidade pernambucana.

Com informações do G1 BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger