domingo, 26 de julho de 2015

Morador reclama de onda de assaltos no bairro João da Mata em Garanhuns

Em outra reclamação enviada ao V&C, moradora da Capitão Pedro Rodrigues relatou ação de dupla de assaltantes no bairro da Brasília nos dias do FIG

Se o Festival de Inverno foi tranquilo na Praça Mestre Dominguinhos, exceção feita ao dia 20, onde um casal foi atingido por um disparo de arma de fogo enquanto assistia ao show de Devotos, o mesmo não se pode dizer de alguns bairros da cidade onde assaltos e furtos pré e pós FIG amedrontam os moradores.

É o caso do estudante de Agronomia Keriston Silva que reside no João da Mata. Pelo Facebook, ele cobrou atenção das autoridades para coibir o que denominou de onda de assaltos que vem ocorrendo naquela localidade.  "Nas proximidades do Colégio Dom João Da Mata Amaral e, claro, em vários outros locais  vários furtos ocorreram em uma semana em residências do bairro. Ontem (25) uma vizinha teve sua casa invadida e sua tv furtada. Um jovem foi atingido por uma facada na tentativa de defender o seu celular de um ataque de um assaltante", escreveu o universitário. Ainda segundo ele, uma panificadora também foi alvo de furto.  "Ai eu me pergunto. Onde está a Patrulha do Bairro? Onde anda o policiamento da Cidade? Até quando a população do bairro ficará desprotegida? Será que a população não vai mais poder sair de suas residências tranquilamente? O pior é que vários fatos são ocorridos à luz do dia sem dificuldade para os ladrões.Venho aqui em nome dos moradores do bairro João da Mata para que as autoridades nos proporcionem uma segurança adequada. Se alguma autoridade ler esse apelo peço que tome uma atitude urgentemente porque os Moradores estão assustados", concluiu Kleriston em seu relato.

Outra reclamação recebida pelo V&C afirma que durante os dias do FIG uma dupla de marginais se aproveitou do enorme fluxo de pessoas que circularam na Coronel Antônio Souto ( rua de Azevedo)  e do pouco ou nenhum policiamento no local para praticar assaltos. Armados com uma faca, os elementos abordavam as vítimas na esquina do cruzamento da Antônio Souto com a Capitão Pedro Rodrigues ( esquina da UPE)." Eram novos e estavam a pé. Eles ficavam esperando as pessoas descerem. Quando elas passavam pela referida esquina os dois anunciavam o assalto. Várias pessoas foram abordadas e roubadas assim", relatou Pollyane Siqueira, moradora da Capitão Pedro Rodrigues.

Esquina da Coronel Antônio Souto com Capitão Pedro Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger