segunda-feira, 1 de junho de 2015

Protesto de trabalhadores em frente à fábrica de laticínios em Garanhuns entra no quarto dia


Completou 3 dias na manhã desta segunda, 01 de junho o protesto de trabalhadores da antiga Bom Gosto em frente à fábrica, hoje alugada para a Nestlé (DPA). Eles pedem a regulamentação do plano de saúde, que foi suspenso por falta de pagamento, e a regularização de funcionários que estão prestando serviço de maneira irregular para a Nestlé. "A empresa disse que ia pagar hoje às 10h30min. Esperamos que pague. Uma reunião também hoje às 14h30min vai decidir sobre os funcionários da Antiga Bom Gosto que estão prestando mão de obra na Nestlé DPA sem receber nada por isso," disse um integrante do sindicato. Barricadas montadas com veículos impedem desde sexta a entrada de materiais na fábrica, só sendo permitida a entrada de pessoal. A Bom Gosto, que fazia parte do grupo LBR, foi vendida há seis meses para uma empresa de Itu (SP) chamada ARC. Após a negociação, a planta de Garanhuns foi arrendada pela ARC para a Nestlé DPA.



Em contato com o V&C, a Nestlé DPA enviou a seguinte nota

A Dairy Partners Americas Nordeste (DPA) informa que tem cumprido rigorosamente todas as obrigações trabalhistas referentes aos colaboradores contratados pela empresa na unidade Fabril de Garanhuns (PE) e ressalta que não possui qualquer pendência financeira em relação à utilização das instalações.

A empresa informa que assinou, em dezembro de 2014, novo contrato de locação para utilização da unidade Fabril de Garanhuns (PE). O contrato foi firmado com a ARC MEDICAL LOGÍSTICA LTDA., que arrematou a fábrica de Garanhuns no processo de recuperação judicial do Grupo LBR. É importante esclarecer que todos os funcionários que trabalhavam para o Grupo LBR foram transferidos para a ARC MEDICAL LOGÍSTICA LTDA, atual proprietária das instalações e responsável pelo pagamento desses colaboradores. 

A DPA reforça que está plenamente empenhada em auxiliar, dentro de suas responsabilidades, para que não haja quaisquer prejuízos para as partes envolvidas e para que a unidade de Garanhuns continue operando dentro da normalidade.



São Paulo, 01 de junho de 2015

Assessoria de Imprensa



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger