quarta-feira, 3 de junho de 2015

Ministério Público investiga suposta fraude em concurso público de Saloá e pede suspensão de resultados


Se você acha que o concurso público para a Prefeitura de Garanhuns foi confuso e cheio de reviravoltas, certamente não está acompanhando o desenrolar dos fatos em relação ao concurso para o preenchimento de vagas na prefeitura da vizinha Saloá. Lá, como cá, o Ministério Público precisou intervir para dirimir dúvidas e investigar fatos e condutas, no mínimo, duvidosas quanto a lisura do certame. Só que lá, a coisa parece estar mais enrolada. 

Segundo documento do Ministério Público Local, que tem como titular o promotor Alexandre Bezerra, o Instituto de Administração e Tecnologia (ADM&TEC), empresa responsável pela organização do certame, deve se furtar de divulgar qualquer resultado ou divulgação de qualquer concorrência a qualquer cargo público disputado para proveito da Prefeitura Municipal de Saloá, sob pena de multa diária de 10 mil reais, até que se encerre a investigação ministerial.

 Entre as irregularidades investigadas estão: as constantes alterações no edital, modificando prazos, restabelecendo oportunidades, inclusive para alteração de posição classificatória, como no caso em que estendeu para depois da data limite, o prazo de apresentação de títulos,  candidatos classificados que passaram a condição de desclassificados, e desclassificados que passaram a ser classificados, a exemplo da esposa do Secretário de Administração do município, entre outras irregularidades. 

 Com toda essa celeuma, o promotor entende que as coisas com relação a esse concurso podem ter ocorrido sob a quebra do principio da legalidade e moralidade que devem permear todos os atos da Administração Pública. O documento do MP endereçado ao juiz, e que pede a tutela antecipada da medida cautelar preparatória de ação pública, foi expedido nesta terça-feira, 02 de junho.

Situação complicada também para aqueles que prestarão os concursos públicos da prefeitura de Lagoa do Ouro e Angelim, que estão com edital aberto. Nestes municípios, a empresa organizadora é a (ADM&TEC).


CONFIRA ABAIXO A ÍNTEGRA DA MEDIDA CAUTELAR SOLICITADA PELO MP À JUSTIÇA ( CLIQUE NAS IMAGENS PARA MELHOR VISUALIZAÇÃO)

OBS: Imagens extraídas do blog do Wellington Freitas



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger