segunda-feira, 27 de abril de 2015

Lendário locutor de vaquejadas em Alagoas morre aos 74 anos em Garanhuns


Morreu na madrugada desta segunda-feira (27), em Garanhuns, aos 74 anos, Jota Soares, conhecido locutor de vaquejada. Há quase três anos, Jota Soares enfrentava problemas renais, onde vinha se submetendo a sessões de hemodiálise.

Pai dos radialistas Jota Júnior, comunicador das rádios Sampaio AM e FM e Joel Carlos, que durante muitos anos foi operador de áudio da Rádio Novo Nordeste de Arapiraca, Jota Soares morou em Arapiraca, por mais de dez anos, onde fez grandes amigos

Branco que também é um dos amantes de vaquejadas participou por diversas vezes de mourão ao lado de Jota Soares, nos parques de Alagoas e Pernambuco. “Não foi só o Nordeste que perdeu um grande profissional, mas todo o Brasil, que conheceu a voz marcante de Jota Soares pelos parques de vaquejada. Toda a vaqueirama do Brasil que participou de vaquejadas animadas por ele, hoje está de luto”, desabafou Branco, com os olhos cheios de lágrimas ao lembrar do amigo e irmão.

“É hora de abrir a cancela. É hora de perseguir o boi e derrubá-lo na linha. Valeu boi”, era com este jargão conhecido em todo o Brasil, que o locutor de vaquejada J. Soares animava as festas em todo o território nacional nos Parques de Vaquejadas.

Com uma voz inconfundível, Jota Soares chamava a atenção pela sua maneira de gritar pela vaqueirama para entrar na linha. Entre as cidades que ele sempre destacou para realizar o seu trabalho, era a cidade de Paragominas, no estado do Pará, onde animou grandes festas de vaquejadas.
O sepultamento de Jota Soares, aconteceu hoje às 16h00, em Garanhuns, no Cemitério de São Miguel, no bairro Boa Vista

Fonte Notícias da Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger