terça-feira, 17 de março de 2015

Garanhuns tem nome associado a ofensas contra Lula durante protestos do 15 de março nas ruas e redes sociais

Manifestante exibe cartaz pedindo a prisão de Lula durante protestos do último 15 de março

Não é de hoje que antagonistas ao Lulopetismo usam as redes sociais para achincalhar e ofender o ex-presidente Lula dando a ele todo tipo de alcunha pejorativa quase sempre associadas a Garanhuns, mas, durante e após os protestos do último dia 15 de março, as ilações depreciativas se intensificaram nas redes ganhando inclusive sua versão nas ruas como mostra a foto que ilustra esta reportagem. Não que ser comparado a Karl Marx, um dos maiores pensadores do século XIX, seja desabonador, muito pelo contrário, mas o problema maior é que, no seu âmago, algumas frases com associações entre Lula e Garanhuns carregam uma sanha xenófoba, como esta, postada imediatamente após as eleições de outubro de 2014. "Devolver Lula para Garanhuns, lado cu, não tem preço! Dilma presidenteia lá do Maranhão, o lado Cu. Fico no lado Sil.Cusil, (associação com Brasil) não dá".

Expressões como Exu de Garanhuns, Capiroto de Garanhuns, Marginal de Garanhuns, Macunaíma de Garanhuns, Pinóquio de Garanhuns também são comumente encontradas em comentários na internet, todas associadas ao Mensalão e à Lava Jato onde alguns acreditam que Lula, não só sabia, como fez parte dos dois esquemas de corrupção

Três considerações a serem feitas sobre o assunto:

 1. a internet é um espaço livre e democrático para manifestações de pensamento, assim como às ruas, sendo assim, as expressões, com exceção de algumas, têm até um certo contexto de galhofeiro, mas quando são eivadas de preconceito, xenofobia e separatismo é crime e o autor, caso seja identificado, pode responder judicialmente por elas.

2. Algumas frases infelizes do ex-presidente Lula contribuem decisivamente para que se aumente o ódio dos não eleitores do PT contra ele, como a pronunciada no dia 24 de fevereiro. "Sabemos ir para rua, ainda mais se o Exército do Stédile estiver ao nosso lado”, em uma referência a um embate entre manifestantes anti-PT e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). João Pedro Stédile é líder do MST.

3. Apesar das associações a Garanhuns, Lula nasceu mesmo foi em Caetés em 1945. Acontece que à época a cidade vizinha pertencia ao município de Garanhuns, então o ex-presidente foi registrado como garanhuense. O próprio Lula, em suas aparições nos programas eleitorais de suas campanhas à presidência em 2002 e 2006, disseminou a informação de que era garanhuense.

ABAIXO ALGUMAS OFENSAS A LULA DE  POSTADAS NAS REDES SOCIAIS DE OUTUBRO PRA CÁ











<

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens ofensivas não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
RSS Feedrss

 
Powered by Blogger